sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Botafogo retoma o fôlego para voltar à Libertadores em 2018, via Brasileirão





A imagem pode conter: 1 pessoa, praticando um esporte e texto
É o Fogão no Brasileirão! Forte e concentrado pelo o objetivo,

 afinal, 2018 já começou!#VamosGanharFogo 
O Botafogo retoma,  neste domingo, a boa trajetória que vem cumprindo no Campeonato Brasileiro depois de ser eliminado pelo Grêmio na última quarta-feira, em jogo decisivo pelas quartas de final da Copa Libertadores. A derrota por 1 a 0 na Arena interrompeu o sonho alvinegro de chegar às finais da competição depois de percorrer uma jornada gloriosa desde a fase de classificação.

O grupo já está em  Curitiba onde enfrenta o Coxa, no Couto Pereira, pela 25a. rodada da competição.

Rememorando os compromissos pós interrupção do calendário (13 dias) em razão dos jogos da Seleção Brasileira, tivemos duas boas vitórias pelo Brasileiro - uma por 2 a 0 sobre o Flamengo e outra sobre o misto-frio do Santos pelo mesmo placar no sábado passado - e um primeiro jogo tenso contra o Grêmio (0 a 0) pelas quartas de final da Libertadores. Todos no Nilton Santos.




Veja a sequência de jogos programados para o mês de setembro, pelo Brasileirão e Libertadores, que se encerra no domingo contra o Coritiba:


10/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (19:00)
BOT  2×0  FLA

13/09 - TAÇA LIBERTADORES (21:45)
BOT  0×0  GRE

16/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (19:00)
BOT  2×0  SAN

20/09 - TAÇA LIBERTADORES (21:45)
GRE  1×0  BOT

24/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (16:00)
CFC  ×  BOT


Clique e veja a tabela completa com todas as rodadas até o fim do Brasileirão: TABELA DO BRASILEIRÃO 2017 (JOGOS DO BOTAFOGO)


Tabela do Brasileirão no 2º turno! Cê acredita? 
(Gazeta Esportiva‏ @gazetaesportiva)
Com quatro vitórias e uma derrota nos últimos cinco jogos pelo Brasileiro, o Botafogo lidera o returno da competição com expressivos 12 pontos, seguido por Avaí com 11 pontos e Cruzeiro e Atlético-GO com 10. Os lanternas são o Grêmio e Bahia (4), o Coritiba (2) - nosso adversário de domingo -, e o Sport (1).

O Botafogo fez um jogo muito movimentado contra o Flamengo quebrando um jejum de dois anos e meio (oito partidas) sem vitórias sobre o rival. Roger marcou duas vezes e Leo Valência foi o destaque do jogo ao lado do artilheiro. Jogando solto na armação, o meia chileno mostrou desenvoltura nas assistências e participou dos lances dos dois gols.

Já contra o Grêmio  pela Libertadores, o jogo foi mais duro e cauteloso, com poucas chances de gol. Jair repetiu a formação com o chileno atuando como meia de armação. O time ganhou mobilidade mas perdeu compactação. Roger ficou muito isolado lá na frente e ainda estamos a lamentar o pênalti de Edílson sobre Gilson ignorado pelo árbitro que poderia mudar a história do confronto.

Assim como o Botafogo, o Santos esteve envolvido em jogo decisivo pela Libertadores e poupou jogadores no confronto pelo Brasileirão.Venceu aquele que foi menos radical nas modificações. O Glorioso preservou cinco titulares enquanto o Peixe entrou em campo apenas com um titular: o goleiro Vanderlei.


O misto do Botafogo venceu os reservas do Santos com 
propriedade e está no G6! (FOX Sports @FoxSportsBrasil
Rodrigo Lindoso, que completava 100 jogos com a camisa alvinegra, e Guilherme marcaram os gols que deram a vitória ao Botafogo.

Já no jogo mais importante do ano, contra o Grêmio, na Arena, valendo vaga nas semifinais da Libertadores, Jair optou por retornar à formação tradicional. Deixou o meia Valencia como opção no banco e entrou com o quarteto formado por Lindoso, Matheus, João Paulo e Bruno Silva. O time fez um excelente primeiro tempo e encurralou o poderoso adversário em seu próprio campo. Adiantou a marcação e surpreendeu a ponto do técnico Renato Gaúcho substituir o "meia" Leo Moura por Everton ainda no primeiro tempo (37'). O Alvinegro criou inúmeras chances para abrir o placar que lhe daria uma vantagem extra no confronto mas pecou nas finalizações.

Bruno Silva parou em Marcelo Grohe numa primeira tentativa de calcanhar e mandou na trave num tirambaço de fora da área numa segunda. Victor Luis acertou o pé em cobrança de falta que obrigou o goleiro gremista a fazer uma grande defesa. Na melhor chance do jogo, Pimpão entortou o zagueiro Kannemann dentro da área e, em vez de lançar para Lindoso ou Matheus que chegavam, preferiu bater fraco para a defesa de Grohe.

Mesmo com tantas oportunidades, o time alvinegro foi pouco eficiente nos arremates e incapaz de   matar o jogo para desespero da torcida (cerca de 2.000 alvinegros incentivaram o time na Arena). No segundo tempo, o Grêmio se arrumou em campo e passou a dominar às ações. Tanto martelou que conseguiu o gol que lhe deu a classificação (19'). Igor Rabello fez falta boba em Fernandinho pela direita que Edilson cobrou com inteligência no segundo pau. Lá se encontrava o atacante Barrios que se livrou com facilidade de Matheus Fernandes e mandou de cabeça para o gol.

Depois do gol o jogo travou. Usando da velha catimba, própria dos adversários sul-americanos, o Grêmio amarrou o jogo com a complacência do árbitro da partida. Nem mesmo as modificações desconexas feitas por Jair - Valência no lugar de Matheus Fernandes, Guilherme no de Pimpão e Brenner no de João Paulo - foram capazes de mudar o panorama da partida. Paciência.

Restou a frustração diante da sensação de que poderíamos ir adiante na competição. Faltou aquele algo mais que poderia vir de um jogador diferenciado, com um pouco mais de qualidade - na trajetória perdemos Montillo, Camilo e Sassá que foram substituídos por Valência, Marcos Vinícius e Brenner com fragrante perda de qualidade. Agora é lutar pela vaga na próxima edição já que só a participação constante na competição pode nos levar ao título inédito de Campeão da Liberta. E o caminho que nos resta para isso é o Campeonato Brasileiro.

O grupo se reapresentou na sexta-feira sem Lindoso e Pimpão com dores musculares,  trabalhou leve no sábado sábado e embarcou para Curitiba onde enfrenta o Coxa, às 16h deste domingo.


Rodrigo Pimpão não viajou para Curitiba. Com isso, a tendência é que Guilherme faça dupla de ataque com Roger.


Tabela atualizada após a 24a. rodada. Com a vitória sobre 
o Santos, o Botafogo chegou aos 37 pontos e permaneceu
na sétima posição (Arte: SporTV)
Com a vitória sobre o Santos, o Glorioso atingiu os 37 pontos e vai se consolidando no G-6. Uma vaga na Libertadores em 2018 é o objetivo que lhe resta na temporada.

Com 24 rodadas, o Glorioso permanece na sétima posição com a mesma pontuação do Cruzeiro (37) que está em sexto, logo abaixo do rival que ocupa a quinta, com um ponto a mais (38).

O aproveitamento que era 49,3% subiu para 51,4%, mais próximo do esperado depois do desgaste provocado pela maratona de jogos disputados simultaneamente em três competições.

Agora são dez vitórias (sete em casa e três fora), sete empates (dois em casa e cinco fora) e sete derrotas (três em casa e quatro fora). Nos 24 jogos, o Botafogo marcou 29 gols e sofreu 23.

O nosso adversário luta desesperadamente para deixar a zona de rebaixamento. Soma 27 pontos e ocupa atualmente a 18a. posição. O time paranaense vem de uma derrota para o Palmeiras na rodada passada por 1 a 0. Foi a terceira em cinco jogos intercaladas por dois empates. O Coritiba é o primeiro adversário de uma sequência de times que estão na segunda parte da tabela: Vitória, Chape (Vasco no meio) e Avaí.


FICHA TÉCNICA
CORITIBA X BOTAFOGO


Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 24 de setembro de 2017 (Domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kléber Lucio Gil (Fifa-SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

CORITIBA: Wilson, Léo, Walisson Maia, Cleber Reis e William Matheus; Galdezani, Longuine e Anderson; Rildo, Alecsandro e Henrique Almeida
Técnico: Marcelo Oliveira

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Guilherme e Roger
Técnico: Jair Ventura

Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar
 Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com

sábado, 16 de setembro de 2017

Com time alternativo contra o Santos, Botafogo busca mais três pontos para se consolidar no G-6





Hoje tem Botafogo no Brasileirão! #VamosGanharFogo 
O Botafogo atravessa uma das semanas mais intensas de toda a temporada depois de ficar 13 dias de "folga" por conta da interrupção do calendário do futebol brasileiro para os dois jogos da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias para a Copa de 2018 na Rússia. Começou com uma excelente vitoria por 2 a 0 sobre o Flamengo no domingo passado pelo Campeonato Brasileiro, passou pelo jogo mais tenso do ano, quando empatou sem gols em casa contra o Grêmio pelas quartas de final da Libertadores e finaliza - Deus queira, em grande estilo -, contra o Santos neste sábado, em jogo programado para às 19 h no Nilton Santos, pela 24a. rodada do Brasileirão.


Veja a sequência de jogos programados para esse mês de setembro pelo Brasileirão e Libertadores:


10/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (19:00)
BOT  2×0  FLA

13/09 - TAÇA LIBERTADORES (21:45)
BOT  0×0  GRE

16/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (19:00)
BOT  ×  SAN

20/09 - TAÇA LIBERTADORES (21:45)
GRE  ×  BOT

24/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (16:00)
CFC  ×  BOT


Clique e veja a tabela completa com todas as rodadas até o fim do Brasileirão: TABELA DO BRASILEIRÃO 2017 (JOGOS DO BOTAFOGO)


Botafogo venceu o Flamengo com dois gols d Roger 
(Arte FoxSports)
O Botafogo fez um jogo muito movimentado contra o Flamengo depois da fatídica desclassificação nas semifinais da Copa do Brasil há três semanas.


Veja o que escrevemos no post de pré-jogo: Depois do recesso forçado, Botafogo encara o Flamengo no NS mirando o G-6 do Brasileirão...


O Alvinegro venceu com com dois gols de Roger e interrompeu um jejum de dois anos e meio (oito partidas) sem vitórias sobre o rival. Ao lado de Roger, Leo Valencia foi o destaque da partida. Jogando solto na armação, o meia chileno mostrou desenvoltura nas assistências e participou dos lances dos dois gols. Fez a sua melhor partida desde que chegou ao clube, saiu aplaudido pela torcida e parece ter assegurado uma vaga no time titular de Jair.

Os gols saíram na etapa complementar. Roger abriu o placar aos 10 minutos escorando um rebote na trave em cabeceio de Igor Rabello após cobrança de escanteio de Leo Valencia. Aos 23, o Alvinegro aproveitou para marcar o segundo, novamente com Roger que se antecipou à zaga rubro-negra em cruzamento rasteiro de Bruno Silva após nova assistência de Valência.

Já contra o Grêmio, o jogo foi mais duro e cauteloso, com poucas chances de gol para os dois lados. Mesmo com desfalques importantes, o time gaúcho mostrou personalidade. Esbarrou num Botafogo bem postado na defesa mas com mais espaços pelo meio do que o habitual. Jair optou por escalar Leo Valencia como meia armador. recuou João Paulo e deixando Rodrigo Lindoso no banco como opção. Com essa formação, o time ganhou em mobilidade mas perdeu em compactação. Roger ficou muito isolado na frente e quase não teve chances para concluir em gol.

Nos lances mais importantes da partida, o Botafogo (2'/2o.T) reclamou muito de um pênalti não assinalado pelo árbitro, de Edílson em Gilson quanto o lateral alvinegro penetrava livre na área em condições de arremate e o Grêmio teve sua melhor chance aos 33, em cruzamento de Léo Moura para Fernandinho que completou de voleio e Carli tirou em cima da linha. O placar de 0 a 0 transferiu a decisão da vaga às semifinais da Libertadores para a próxima quarta-feira, em Porto Alegre, quando o Grêmio recebe o Botafogo na Arena. Quem vencer a partida leva. Qualquer empate com gols classifica o Botafogo e, em em caso de novo empate em 0 a 0, a vaga será decidida em cobrança de pênaltis.


Ainda restam 15 rodadas para terminar o Brasileirão! Até onde 
o Botafogo pode chegar? Libertadores, Título, 
Meio da tabela (Canal Premiere)
Assim como o Botafogo, o Santos, adversário deste sábado  eplo Brasileiro, também esteve envolvido em jogo decisivo pela Liberta. Enfrentou o Barcelona de Guayaquil no jogo de ida pelas quartas de final da competição, empatou em 1 a 1, e se prepara para receber os equatorianos na Vila Belmiro na próxima quarta. Em razão disso, veio ao Rio com um time alternativo com apenas dois de seus titulares. O goleiro Vanderlei, que foi o destaque do jogo em Guayaquil, e o zagueiro David Braz.

O mesmo deve fazer o Botafogo, a julgar pelas declarações de Jair Ventura após o treinamento de ontem, no Nilton Santos. 

Como costuma fazer nas vésperas de jogo, o treinador fez mistério e não revelou o time que começa o jogo. Mas a tendência é que a maioria dos titulares seja preservada para a partida contra o Grêmio na Arena. Sendo assim, poderemos ver em campo o goleiro Gatito Fernandez ou Jefferson; Luís Ricardo, Marcelo, Emerson Silva e Victor Luís (que volta ao time depois de cumprir suspensão no jogo da Liberta); Rodrigo Lindoso (que ficou na reserva contra o Grêmio), Dudu Cearense, Bruno Silva (que quer jogar todas) e Marcos Vinícius; Guilherme e Brenner.


Tabela atualizada após a 23a. rodada. Com a vitória sobre 
o Flamengo, o Botafogo chegou aos 34 pontos e permaneceu
na sétima posição (Arte: SporTV)
Antes do recesso e da boa vitória sobre o Flamengo, o Glorioso havia vencido o Tricolor baiano por 2 a 1 em plena Fonte Nova, o que lhe valeu a sétima posição na tabela, com 31 pontos.

Com a última vitória sobre o Flamengo, o Glorioso atingiu os 34 pontos e chegou perto de seu objetivo nessa fase da competição: se aproximar dos líderes e  garantir uma vaga no G-6. Atualmente as chances de alcançar esse objetivo gira em torno dos 28%.

Com 23 rodadas, permanece na sétima posição com a mesma pontuação do Cruzeiro (34) que está em sexto e logo abaixo do rival que ocupa a quinta, com 35 pontos.

O aproveitamento que era 47% subiu para 49,3%, mais próximo do esperado considerando a maratona de jogos cumprida pelo Alvinegro com as três frentes de disputa que esteve enfrentando até a eliminação nas semifinais da CdoB.

Agora, são nove vitórias (seis em casa e três fora), sete empates (dois em casa e cinco fora) e sete derrotas (três em casa e quatro fora). Nos 23 jogos disputados, o Botafogo marcou 27 gols e sofreu 23.

Mesmo com o Clássico contra o Santos esvaziado pelas circunstâncias do calendário, devemos ter um jogo à altura das tradições e, se tudo der certo, com a vitória do Fogão.


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar
 Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com

sábado, 9 de setembro de 2017

Depois do recesso forçado, Botafogo encara o Flamengo no NS mirando o G-6 do Brasileirão





Domingo tem Fogão de volta ao Brasileirão! E é dia de 

clássico no Estádio Nilton Santos! #VamosGanharFogo

Estamos com saudades de ver o Botafogo em ação. A última vez que o time entrou em campo foi na vitória sobre o Bahia (2 a 1), há treze dias na Fonte Nova, pela 22ª rodada do Brasileirão.

A vitória sobre o Tricolor baiano nos valeu a 7a. posição na tabela e ajudou a aliviar a ressaca causada pela eliminação na Copa do Brasil ocorrida há duas semanas para o mesmo adversário deste domingo, no resultado mais frustante do ano para o torcedor alvinegro.

O time de Jair retomou a personalidade de outras jornadas, mostrou poder de reação ao propor o jogo contra os baianos em plena Fonte Nova e voltou ao Rio com os três pontos. Veja os detalhes em: Blog do FelipãoBfr: Mostrando personalidade, Botafogo vence no Brasileirão e ganha duas semanas para aprimorar os fundamentos...


Desde então, entremeado com curtos períodos de descanso, os comandados de Jair Ventura vêm cumprindo uma rotina intensa de treinamentos táticos, técnicos e físico. O recesso foi utilizado ainda para a recuperação dos jogadores contundidos, que não são poucos.

Como parte da programação, no sábado passado o técnico comandou o time num jogo-treino contra o Boavista-RJ no Nilton Santos, com a presença da torcida. O time jogou e venceu por 2 a 0 (Pimpão e Brenner) atuando com três homens adiantados lá na frente. A base dessa formação será a mesma que enfrenta o Flamengo no Nilton Santos no domingo (19h) pela 23a. rodada do Brasileirão, já que Ventura confirmou as ausências de Joel Carli, João Paulo, Lindoso e Marcos Vinícius que não se recuperaram por completo e serão preservados para o jogo de quarta-feira.


Quem é o melhor nesse confronto? #oMelhorTimeÉoSeu 


O restante do grupo está à disposição do treinador e os titulares sem restrições médicas devem começar o Clássico, mesmo tendo um duelo importante três dias depois contra o Grêmio de Renato pela Libertadores.

Alguns torcedores, em manifestações nas redes sociais, estão temerosos com essa possibilidade anunciada por Jair de mandar a campo amanhã os titulares que estiverem à disposição. Sem dúvida é um  risco, mas a inatividade desses 13 dias não é boa pra quem tem uma decisão tão importante contra o Grêmio pela frente. Na minha opinião, os titulares tem que enfrentar o Flamengo. Só treino não dá ritmo de jogo necessário para a equipe.

Dessa forma, Jefferson, que atuou no jogo-treino, deve ceder a vaga a Gatito Fernandez que retorna à condição de titular depois de servir à seleção paraguaia nesse período e Arnaldo, Marcelo, Igor Rabello e Victor Luis formam a zaga. Pelo meio, Matheus Fernandez retorna ao time depois de se recuperar de um inchaço importante no tornozelo provocado por uma entrada criminosa de Cuellar no último jogo (23/08) contra eles pela Copa do Brasil. Ao seu lado entram Bruno Silva, que está em todas e vem sendo o destaque do time ao longo do ano, o jovem Leandrinho que vem atuando mais recuado do que de costume ou mesmo Dudu Cearense que trás mais experiência na proteção à zaga, e o meia Leo Valencia que ganha nova chance de começar um jogo depois de servir à seleção chilena nas Eliminatórias e ter uma atuação apagada na derrota contra a Ponte (2 a 1) em Campinas. No ataque, Pimpão e Roger estão confirmados com Guilherme, que começou o jogo contra o Boavista, voltando a figurar no banco de reservas.

Com as duas assistências para os gols de Roger e Bruno Silva contra o Bahia, Rodrigo Pimpão chegou a oito na temporada, assumindo a liderança do ranking alvinegro que pertencia a João Paulo. O atacante, que foi o garçom do único gol de Montillo com a camisa do Botafogo, também já serviu Bruno Silva três vezes, Roger duas, além de Marcos Vinícius e o ex-alvinegro Sassá segundo levantamento do GE.


Tabela atualizada após a 22a. rodada. Com a vitória sobre o 
Bahia, o Botafogo subiu três posições com 31 pontos 
(Arte: FoxSports)
Com a última vitória fora de casa, o Glorioso chegou perto de seu objetivo nessa fase do Brasileirão: se aproximar dos líderes do campeonato e  garantir uma vaga no grupo dos clubes que disputarão a Libertadores de 2018 (G-6). As chances de alcançar esse objetivo no momento é de 28% enquanto o risco de queda é de apenas 6%.

Antes de se iniciar a rodada de fim de semana, o Botafogo ocupa a 7a. posição com 31 pontos, logo abaixo do Cruzeiro (6o.) que tem a mesma pontuação.

Transcorrido 22 rodadas, o aproveitamento é de 47%, ainda abaixo do esperado mesmo considerando a maratona de jogos cumprida pelo Alvinegro nas três frentes de disputa até a eliminação nas semifinais da CdoB.

No Brasileirão, são oito vitórias (cinco em casa e três fora), sete empates (dois em casa e cinco fora) e sete derrotas (três em casa e quatro fora) nos 22 jogos disputados.


Veja a sequência de jogos programados para esse mês de setembro pelo Brasileirão e Libertadores a começar pelo Clássico de amanhã:
10/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (19:00)
BOT × FLA

13/09 - TAÇA LIBERTADORES (21:45)
BOT × GRE

16/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (19:00)
BOT × SAN

20/09 - TAÇA LIBERTADORES (21:45)
GRE × BOT

24/09 - CAMPEONATO BRASILEIRO (16:00)
CFC × BOT


Clique e veja a tabela completa com todas as rodadas até o fim do Brasileirão: TABELA DO BRASILEIRÃO 2017 (JOGOS DO BOTAFOGO)



Clássico de muitos empates! O torcedor acredita que este 
será o resultado final da partida? (Canal Premiere)
No confronto direto entre os rivais pelo Campeonato Brasileiro, o clube da Gávea leva grande vantagem sobre o Glorioso de General Severiano. São 19 vitórias do Flamengo, 28 empates e apenas 11 vitórias do Botafogo em 58 jogos.

Foram marcados 127 gols nos confrontos, sendo 70 pelos rubro-negros contra 57 dos alvinegros.

O último resultado foi um empate em 0 a 0 em jogo disputado no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, válido pelo 1o. turno do Brasileiro .

Precisamos começar a reverter essa vantagem no jogo de domingo já que o nosso rendimento contra eles tem sido muito abaixo do que aquele produzido contra outros adversários. Para se ter uma ideia, em desarmes, são apenas 19 quando a nossa média é de 26 por jogo. Esse ano foram cinco jogos com dois empates e três vitórias rubro-negras. Sofremos cinco gols em 60 finalizações deles e marcamos apenas uma vez em 12 finalizações nesses confrontos.

Foram colocados 20 mil ingressos à venda para o jogo sendo 10% dessa carga (2 mil) disponibilizados para a torcida visitante. Até o fim da tarde de hoje, nenhuma parcial de vendas havia sido divulgada pelo clube. Em compensação, para o jogo de quarta-feira contra o Grêmio pela Libertadores, mais de 28 mil ingressos já foram comercializados para os sócios, no side do clube. 

Jogadores que sofreram lesões sérias no primeiro semestre e estavam entregues ao DM como Jonas, Aírton e Bochecha já estão na fase de transição. O meia Bochecha, inclusive, já está a disposição do treinador e pode ser relacionado para o jogo.  


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar