domingo, 19 de agosto de 2012

R49 contra Sidão: Quem vence esse duelo?


Hoje veremos frente a frente dois dos maiores destaques do Campeonato Brasileiro de 2012




De um lado Ronaldinho Gaúcho, com a camisa do Atlético-MG, depois de ter deixado o Flamengo uma semana antes do Brasileirão num episódio deprimente para ambos. O que se viu foi uma baixaria de acusações de parte a partes, com enorme prejuízo para a imagem tanto do clube quanto para o jogador. 


Ele, como atleta, vem demostrando dentro de campo que ainda pode jogar em bom nível e vem sendo um dos destaques da temporada levando o Galo ao tipo da tabela e à liderança da competição.

Do outro lado está Seedorf, a maior contratação de um time Brasileiro de todos os tempos, hoje vestindo a Glorioso Manto Alvinegro. O meia holandês leva uma desvantagem nessa comparação em razão de estar apenas iniciando a temporada, já que chegou após as férias dos times europeus. 

Nesse pouco mais de um mês no Botafogo, Seedorf vem demonstrando um profissionalismo invejável que vem chamando a atenção tanto dos companheiros - principalmente dos mais jovens que tem treinado constantemente a seu lado, como da torcida e da mídia. O resultado dessa dedicação não poderia ser outro. Levando-se em conta todas as circunstâncias que envolve o grupo botafoguense desde o começo da temporada com o time atravessando uma instabilidade incômoda no campeonato, o jogador tem apresentado uma performance dentro de campo acima do esperado mesmo atuando sem uma posição definida no esquema do treinador.

Oswaldo de Oliveira já o escalou em todas as posições do meio de campo revesando com os demais jogadores da posição e até mais recuado, quase como um segundo volante. Na última partida, Seedorf já aguentou o ritmo dos 90 minutos e atuou com destaque distribuindo e cadenciando o jogo a sua maneira, lançando os companheiros e até aparecendo na frente pro chute a gol. Sua disposição foi premiada quando, demonstrando um misto de experiência e raça, roubou a bola do adversário e partiu determinado em direção ao gol deferindo um tiro certeiro. Foi segundo da partida em casa contra o Sport. Seu primeiro gol com a camisa do Fogão foi fora de casa, no Serra Dourada, quando enfrentou o Atlético-GO em seus domínios. Um golaço de falta, por sinal.

O duelo de hoje 
entre os experientes meias, promete. Os dois jogadores atuaram juntos no Milan e se reencontram neste domingo, às 16h, na Arena Independência, pelo Campeonato Brasileiro, no duelo de dois dos três melhores ataques da competição, com 28 gols cada. 

Um bom jogo a todos mas que seja com uma vitória do Fogão mais uma vez sobre o seu Eterno Freguês...

Pra cima deles FogôôÔôô!

Felip@odf/BotafogoDePrimeira