sexta-feira, 15 de março de 2013

Chance zero para Túlio e o milésimo gol, no time principal


Ídolo da campanha de 95, Túlio se submete às condições impostas pelo clube na busca pelo milésimo gol da carreira



Nossa postagem de ontem no Grupo Botafogodeprimeira/facebook sobre a intenção do Botafogo de transformar Seedorf no foco principal das ações de marketing do clube programadas para o segundo semestre, suscitou uma consideração sobre o artilheiro Túlio Maravilha e sua jornada em busca do milésimo gol.

O enunciado da chamada, extraído da reportagem publicada na imprensa dera: A meta do Botafogo é fazer com Seedorf um sucesso igual ou maior na parte de marketing do que o atingido com Loco Abreu. Com o camisa 13 uruguaio, entre 2010 e 2012, o Glorioso viveu o melhor momento na área de marketing, conseguindo recordes e atingindo o orgulho da torcida. Agora, cabe ao craque holandês a missão de retomar tudo isso...

Ao que acrescentei: Seedorf levantou sua 1 a. taça pelo Bota e pode igualar a marca de El Loco. Pra você, Seedão vai ultrapassar essa marca no tempo que lhe resta de contrato? http://botafogodeprimeira.blogspot.com.br/2013/03/seedorf-tera-grande-projeto-de.html

Alguns torcedores responderam a indagação, dentre eles o Aldo Machicao que aproveitou para emitir opinião sobre a situação de Túlio Maravilha que, com o apoio do clube, vem participando de uma ação de marketing em busca do milésimo gol de sua carreira.

Segundo o torcedor, se Túlio tivesse a oportunidade de jogar no time principal ao lado de Seedorf, mesmo que fosse para entrar no segundo tempo ou no finalzinho das partidas, o marketing do clube iria pegar fogo e novos patrocinadores poderiam surgir, já que o jogador se tornou, ao longo de sua vitoriosa carreira, um especialista na promoção de jogos.

Ainda, na mesma linha de pensamento, Aldo criticou a falta de visão do presidente Maurício Assumpção e sua diretoria por não enxergar essa nova possibilidade de lucro com a utilização do jogador em partidas oficiais, valendo ponto. Cabe lembrar que o jogador está regularizado na Federação e não há impedimento jurídico para que isso aconteça.

Penso que colocar o Túlio em alguns jogos do Carioca, mesmo nos finais das partidas, realmente iria gerar uma expectativa positiva na torcida fazendo com que ela comparecesse em maior número aos jogos do campeonato na esperança de ver o ídolo da campanha de 95 marcar o tão sonhado gol 1000.

Dependendo das circunstâncias de cada partida, a utilização de Túlio nos jogos oficiais seria um risco possível de se correr já que não haveria grandes prejuízos técnicos levando-se em conta as últimas atuações dos nossos atacantes na temporada. Porém, ao admitir essa possibilidade o técnico Oswaldo chamaria pra si uma pressão desnecessária depois de ter experimentado momentos de calmaria e trégua em relação aos protestos vindos das arquibancadas, pelo menos nos últimos dois jogos.

Se admitisse a presença do jogador junto ao grupo principal, o treinador assumiria a "obrigação" de colocar o artilheiro quarentão em campo em todos os jogos até que atingisse seu objetivo final, coisa que ele já descartou quando de sua participação no programa Bem-amigos, do Sportv.

Cabe lembrar que o técnico, de um jeito ou de outro, se livrou de Loco Abreu de forma definitiva, cuja condição caminhava para uma situação análoga a que Túlio viveria, ou seja, figurar no banco de reservas como uma sombra a perturbar a tranquilidade do treinador, ameaçando sua pseudo-autonomia.

Como Oswaldo de Oliveira parece ter a palavra final nas coisas que envolvem o elenco e até mesmo em assuntos que fogem da sua competência como treinador, é cada dia mais evidente que a chance de ver Túlio jogando no time principal, valendo ponto, é zero!

É esperar pra ver.

Por Felipaodf/Botafogodeprimeira.com