sábado, 9 de março de 2013

Seedorf, o Exterminador quer a Taça


Depois de despachar o Urubu-negro, que venha o Bacalhau



Encerramos o último post da saga com a seguinte afirmação: “Que venha o rubro-negro carioca”. Boas coisas nos esperam palavra de Seedorf, o Exterminador.

Essa convicção de vitória, num jogo decisivo, era fruto da confiança construída ao longo desses sete meses do craque no Alvinegro. E não deu outra.


O Botafogo de Seedorf venceu seu rival carioca quando precisava vencer. A vitória foi a carimbada que faltava no passaporte rumo a final da Taça Guanabara, uma oportunidade impar para que o holandês levante sua primeira taça, jogando pelo clube. E ele está com vontade...

Clarence Seedorf chegou ao Botafogo em agosto do ano passado e desde então, vem se destacando nos jogos que disputou.

Para marcar sua vinda para o Glorioso criamos um evento fictício com a intenção de descrever a trajetória do craque nos gramados brasileiros, tendo como tema os confrontos com os times rubro-negros do país.

A sequência desses confrontos contra Atlético-GO, Sport Recife e o próprio Flamengo, iniciados no Brasileirão de 2012, está registrada nas matérias que narraram a trajetória do craque contra cada um desses adversários, disponíveis em https://www.facebook.com/events/114564862034572/

Nessa trajetória inicial, Seddorf levou vantagem com três vitórias, dois empates e uma única derrota (Sport), sempre com grandes exibições e fazendo belos gols.

Começando 2013, o nosso Camisa 10 voltou ao time aos poucos após uma preparação especial pra aguentar a puxada da nova temporada. Vem sendo o destaque do time nessa fase da competição e chegou ao confronto contra o rubro-negro carioca, pela fase de grupos, já melhor condicionado.
Seedorf fez uma boa exibição. Foi dele a melhor avaliação do Bota, no clássico. O meia fez grandes jogadas deixando seus companheiros na cara do gol. Foi o principal articulador da equipe e sentiu a falta de alguém com quem dialogar. Caiu de produção no segundo tempo e o time amargou sua única derrota no campeonato.

Mas o Exterminador não se abateu. Treinou, se concentrou na missão e partiu em busca do objetivo: vencer o rival e conquistar o direito de disputar sua primeira final de turno pelo Bota.

E chegou o grande dia de encarar o rubro-negro e dessa vez, valendo vaga. No jogo, Seedorf mostrou categoria e a liderança que o time já se acostumou a ver. Não foi o maior destaque individual mas ditou o ritmo da equipe, deu lindos passes e fez as inversões de jogo com a habitual precisão. Quando precisou, deu chutão até.

O Botafogo eliminou o rival. No final da partida o Camisa 10 destacou as qualidades do time no clássico e não queria, ao lado dos outros líderes do grupo, que o time relaxasse após o triunfo. É preciso manter a pegada e continuar vencendo quem vier pela frente, até o objetivo final. Para não ficar no quase e levantar a primeira taça pelo clube, Seedorf e cia estão focados na decisão contra o Vasco, nesse domingo.

O Flamengo tinha a melhor campanha do turno mais já ficou pra trás. Jogamos bem posicionados em campo, disciplinados taticamente e com atitude. Revertemos a vantagem no começo da partida com o gol relâmpago de Júlio Cesar e mantivemos a pegada durante os mais de 90 minutos.

Agora, é esperar que a preparação da semana surta o efeito esperado dentro de campo, anulando as jogadas do adversário e impondo nosso ritmo de jogo. Apoio não vai faltar pois teremos casa cheia. Mais de 15 mil alvinegros já estão com o ingresso na mão, prontos pra festa, gritando seu amor pelo Fogão, como nos bons tempos!

Ah, a Taça, é consequência...

Acessem e participem do "evento"...https://www.facebook.com/events/114564862034572/

 Por Felipaodf/BotafogoDePrimeira.com