quinta-feira, 28 de março de 2013

Vídeos: Presidente lamenta os prejuízos e vai atrás da reparação


Fechamento do Engenhão traz prejuízos técnicos e financeiros aos clubes e profissionais e transtornos aos torcedores



O Presidente do Botafogo Maurício Assumpção falou hoje dos prejuízos que o clube terá com o fechamento do Engenhão e o esforço que terá que fazer pra arcar com compromissos previamente assumidos. Assumpção revela que esse montante pode bater R$ 30 milhões.

O Presidente explicou que o clube estava muito perto de fechar os naming rights do estádio e resume transtorno financeiro causado pela interdição. Afirmou ainda, de maneira enfática, que não vai deixar por menos e se empenhará na busca do devido ressarcimento.


Mauricio Assumpção fala sobre jogar no interior


O treinador do Botafogo, Oswaldo de Oliveira e atletas dos times cariocas lamentam a situação, justamente quando o gramado do estádio havia atingido um estado de excelência para a prática do futebol, diferentemente do que ocorreu na temporada passado quando foi muito criticado pelo desgaste provocado pelo excesso de jogos.

Todos elogiam o esforço do clube e patrocinadores para que o gramado estivesse em condições ideais para a temporada. O fechamento do estádio, traz grandes prejuízos técnicos para os atletas e imensos transtornos para clubes e torcedores.


Jogadores e técnico lamentam interdição do Engenhão


A repórter da redação do Lance comenta as reais condições da cobertura do estádio que sofreu um deslocamento de suas vigas de sustentação leste e oeste além do permitido nos cálculos estruturais, fato ocorrido desde a montagem da edificação, em 2007.


Repórter comenta o futuro do Engenhão


Por Felipaodf/Botafogodeprimeira.com