quarta-feira, 5 de junho de 2013

Pra cima deles, Fogão!


GUIA DA RODADA #4: Brasileirão entra na quarta rodada sem uma equipe que seja unanimidade (...)



Desafie-se a escolher o melhor time brasileiro neste 5 de junho de 2013. Difícil. Não sem razão, muitos podem pensar no Atlético-MG (...), mas o sofrimento contra o Tijuana e a conquista de apenas um ponto nos dois jogos que disputou no Brasileirão colocam poréns na certeza. Outros podem lembrar do São Paulo, dono de sete pontos em três rodadas (...).

E o Botafogo? Campeão carioca com soberania, outro dono de sete pontos em nove disputados no Brasileiro. Mas, e sempre parece existir um "mas", o resultado contra o Cruzeiro (2 a 1) na última rodada foi bastante melhor do que a atuação alvinegra - o Cruzeiro, aliás, é mais um em quem se pode depositar alguma esperança.

Inter? Conseguiu perder pro Bahia. Corinthians? Nos últimos sete jogos, está invicto, mas só ganhou dois. Fluminense? Duas vitórias em dois jogos no Brasileirão, mas ainda sob análise depois da eliminação na Libertadores. Vitória? Ótima arrancada, mas elenco aparentemente incapaz de seguir assim até o final.

O Brasileirão entra em sua quarta rodada sem ter seu tradicional melhor time  (...). O equilíbrio, uma marca do campeonato, parece inabalável, pelo menos até a parada de um mês para a Copa das Confederações, no fim de semana. Serão nove jogos nesta quarta-feira e mais um na quinta (...).

Comentários do blog: Essa é a proposta do site da globo para todos os jogos da rodada e a cada semana estaremos postando aqui apenas a análise relativa aos jogos do Botafogo, que é o que nos interessa, seguida de comentários próprios. Caso você tenha interesses por outros jogos, dicas do cartola e outros coisas mais poderá ir direto no site anunciado.



BAHIA X BOTAFOGO
QUARTA, 22H - BATISTÃO

Aracaju deve receber um dos melhores jogos da rodada. O Bahia vive seu momento de maior alívio na temporada depois da vitória fora de casa sobre o Inter - só um tricolor muito otimista poderia imaginá-la. Surge esperança no trabalho de Cristóvão Borges. Novo triunfo poderá tirar de vez a nuvem negra que cobre o clube baiano neste 2013. Uma pena para o Bahia não jogar diante de seu torcedor - a Arena Fonte Nova já está reservada para a Copa das Confederações.

Bom para o Botafogo, firme e forte no campeonato, mas necessitado de um rendimento melhor do que aquele apresentado na vitória de 2 a 1 sobre o Cruzeiro, sob pena de perder pontos. O Alvinegro terá que lidar com a ausência de Lodeiro, um de seus alicerces, agora dedicado à seleção uruguaia. Por outro lado, deve ter o retorno de Fellype Gabriel, fundamental para o funcionamento do meio-campo. Já o Bahia deve repetir o time da última rodada.

Na TV: TV Globo (para RJ, ES, RN, AL, PB, SE, PI, AM, RO, AC, RR, AP, Balsas-MA e Santarém-PA) e Premiere FC, com Thiago Mastroianni e Jorge Allan.

Arbitragem: Heber Roberto Lopes (PR), com Kleber Lucio Gil (SC) e Carlos Berkenbrock (SC).

Você sabia que... o primeiro jogo entre Bahia e Botafogo na história aconteceu em 1935? Foi um amistoso em Salvador, e os cariocas venceram por 4 a 3.

Comentários do blog: Como dito, o Baêa vem de uma vitória inesperada no sul, quando venceu o suposto candidato Inter, por 2 a 1, se redimindo dos últimos resultados negativos que desencadearam o protesto da torcida que deixou de comparecer aos jogos do time, em Salvador. Teria o técnico Cristóvão Borges, num toque de mágica, acertado o tricolor baiano e recuperando a confiança para a sequência do campeonato? Hoje contra o Bota, poderemos avaliar melhor essa possibilidade, mas espero que não

Já no Bota, teremos a volta do meia Fellype Gabriel cuja ausência no último jogo teria sido o motivo principal para o desacerto do time na vitória de 2 a 1, sobre o Cruzeiro. Jefferson e Dória continuam à serviço da CBF e seus substitutos, Renan e Antônio Carlos, vão dando conta do recado até aqui.

Vitinho, que já havia atuado contra a Raposa, foi confirmado no lugar de Lodeiro que, convocado, vai defender a Seleção Uruguaia na Copa das Confederações. Andrezinho que substituíra o meia Seedorf contra o Peixe e não foi tão bem pela falta de ritmo perdeu espaço com o técnico e fica como opção no banco de reservas, ao lado de Renato.

Curioso é que o meia era o preferido pela galera para substituir Lodeiro na enquete feita entre os torcedores, membros do Grupo Botafogodeprimeira, (https://www.facebook.com/groups/Botafogodeprimeira/), com 46% dos votos. Vitinho ficou na segunda posição com 29% dos votos e Renato, 17%.

Contra o bom time do Cruzeiro, apresentamos problemas de coordenação entre os setores. O time mineiro teve maior posse de bola, um número absurdamente maior de desarmes (marcou no nosso campo e obteve 11 desarmes contra 1 do Bota, no primeiro tempo) e dominou a maioria das ações. Mesmo no sufoco, conseguimos uma vitória que se mostrava difícil pelo andamento do jogo.

Hoje, a expectativa é que Seedorf (o termômetro do time) possa fazer uma apresentação melhor do que fez no fim de semana, quando deu sinais de que não estava plenamente recuperado da virose que o tirou do jogo contra o Santos. Se assim for, as possibilidades de emplacarmos a terceira vitória seguida na competição e mantermos a sequência invicta de dezenove jogos, aumentam muito. A meta é permanecer no G4 até a interrupção do campeonato e a julgar pela recepção da torcida em Aracaju, vamos conseguir.

Creio que o entusiasmo do Bahia após o grande resultado no sul não será  suficiente para barrar o bom momento do Fogão. A vitória, apesar do carrasco Fahel, virá.


Os times deverão entrar em campo com:

Bahia: sem problemas de contusão ou lesionados, o técnico Cristóvão Borges vai repetir a equipe que venceu o Internacional, fora de casa, por 2 a 1. Mesmo com o retorno de Souza, o atacante Fernandão, autor de um gol contra o no último domingo, está mantido no time titular. O Bahia vai a campo com Marcelo Lomba; Madson, Titi, Lucas Fonseca e Jussandro; Fahel, Diones, Hélder e Marquinhos; Ryder e Fernandão.

Botafogo: em relação ao último jogo, contra o Cruzeiro, a tendência é de que o técnico Oswaldo de Oliveira faça apenas uma modificação, a entrada de Fellype Gabriel, recuperado de dores na coxa, na vaga de Lodeiro, que está com a seleção uruguaia para a Copa das Confederações. Marcelo Mattos foi poupado do treino de terça, e Rafael Marques se ausentou em uma parte da atividade, mas ambos não devem ser problema. O Alvinegro deve entrar em campo com Renan, Lucas, Antônio Carlos, Bolívar e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf e Vitinho; Rafael Marques.

Boa sorte Fogão!

Matéria base: Alexandre Alliatti - GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro