sexta-feira, 26 de julho de 2013

Um bom jogo para reassumir a liderança



GUIA DA RODADA#9: Maracanã, Mineirão e Pacaembu devem estar cheios para duelos que têm retrospectos recentes bem favoráveis a um dos lados



O Botafogo sentiu por poucos dias o gostinho de ter tomado do Coritiba a liderança do Brasileiro. Em jogo isolado e adiantado da 12ª rodada, na quarta-feira, o Inter venceu o São Paulo e agora aparece no topo da tabela. Essa dança entre os clubes tem dado a tônica no nacional, e é difícil vislumbrar alguém se distanciando nesta nona rodada - que terá clássicos com desequilíbrio no retrospecto recente e com promessa de casa cheia.


Maracanã e Mineirão, que ficaram fechados por três Brasileiros, estão novamente à disposição de cariocas e mineiros. Empolgados por motivos distintos, os torcedores de Flamengo, Botafogo, Cruzeiro e Atlético-MG devem encher os reformados estádios para os clássicos locais de domingo entre os times. De quebra, o Pacaembu ainda será palco da saga do São Paulo em busca da reabilitação, justamente diante do Corinthians, rival que recentemente o derrotou na final da Recopa.

Vale acompanhar também o Inter do técnico Dunga defendendo a liderança na Arena Pernambuco, diante do Náutico; o regular Coritiba recebendo o Vitória no Couto Pereira; e o reencontro de Juninho Pernambucano com a torcida do Vasco em São Januário.

Comentários do blogueiro: Essa é a proposta do site da globo para todos os jogos da rodada e a cada semana estaremos destacando aqui, apenas a análise relativa aos jogos do Botafogo que é o que nos interessa. Caso você tenha interesses por outros jogos, dicas do cartola e outros coisas mais poderá ir direto no site anunciado.


FLAMENGO X BOTAFOGO
Confrontos Bola - Flamengo x Botafogo (Foto: Editoria de Arte)DOMINGO, 18H30M - MARACANÃ

Depois de Fluminense e Vasco voltarem ao Maracanã no domingo passado, chegou a vez de Flamengo e Botafogo. O Rubro-Negro, mandante da partida, é muito inconstante no Brasileiro, principalmente depois da pausa para a Copa das Confederações. Em três jogos, acumulou um empate (2 a 2 com o Coxa), uma vitória (1 a 0 sobre o Vasco) e uma derrota (1 a 0 para o Inter). O Alvinegro busca reassumir a liderança da competição, já que a perdeu durante a semana para o Inter, que tem um jogo a mais.

Arbitragem: Pericles Bassols (RJ) apita o clássico, auxiliado por Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ).

Você sabia que... na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro, desde 2003, o Botafogo nunca venceu o Flamengo? Foram 18 confrontos, com sete vitórias do Flamengo e 11 empates.


Comentários do blogueiro: Dois aspectos chamam a atenção nessa  breve análise sobre o clássico carioca no Maracanã. O primeiro deles refere-se ao estágio dos dois times na temporada: enquanto o Botafogo se mostra um time equilibrado que vem repetindo (praticamente) a mesma formação e o modo de jogar desde o início da temporada. Nesse período, sagrou-se Campeão Carioca de forma direta e tem se mantido no G-4 nas últimas rodadas. Já o rival, viveu um período de turbulência técnica e disciplinar após fracassar no Estadual que, somados a um mal começo no Brasileirão, provocou a dispensa de dois técnicos e alguns figurões do plantel. Na sequência, contratou Mano Menezes, ex-técnico da Seleção, e alguns reforços chegaram o que fez o time mostrar um esboço de organização sem que tenha, no entanto, conseguido pontuar o bastante para deixar a parte mais baixa da tabela. O outro aspecto refere-se à incômoda sequência sem vitórias do Fogão contra o rival, especificamente nos clássicos disputados pelo Brasileirão. São 18 partidas, na maioria delas com ocorrência de empates quase sempre cercados de dramaticidade.

São esses os ingredientes mais importantes desse confronto que deve dar bom jogo e bom público no novo Maraca. Separados por 12 posições na tabela, teremos de um lado o Bota, com seu futebol eficiente e já testado, tentando se manter no topo da tabela e de outro, um time ainda em formação querendo se afirmar na competição.
Enquanto o Flamengo passou a semana se preparando pro jogo, o Bota vem do desgaste físico e emocional causado pelo confronto contra o Figueirense disputado no meio de semana pela Copa do Brasil. O Alvinegro conseguiu a classificação para as oitavas de final na disputa de pênaltis, depois de ser derrotado por 1 a 0 no tempo regulamentar. Jefferson foi novamente decisivo ao defender duas das cobranças do adversário. 

No jogo em si, a defesa mostrou alguns deslises no posicionamento e falta de cobertura que resultaram no gol único da partida. Apesar da derrota, o time não abandonou seu estilo de jogo e teve boas chances de marcar. Uma acabou no travessão e outras, nas boas defesas do goleiro adversário. Metade dos jogadores do Bota tiveram baixo rendimento individual o que comprometeu o resultado do conjunto. Foi o caso de Gilberto, M. Mattos, Vitinho, Alex (que entrou no decorrer da partida) e Lodeiro que não consegue repetir as boas atuações de antes da Copa das Confederações quando era sempre um dos destaques do time. Nem mesmo Seedorf, vigiado de perto,  conseguiu brilhar individualmente.

Veja nosso post com a sátira desse jogo cujos protagonistas são o craque Seedorf e seus fiéis companheiros:  http://felipaodf.blogspot.com.br/2013/07/seedorf-o-exterminador-de-rubros-negros.html

Mas agora o foco volta ao Brasileirão. O time titular se preparou para o clássico descansando na tentativa de se recuperar da jornada em Floripa. Houve um único treinamento tático no sábado para acertar detalhes e avaliar uma possível mudança na escalação. O time não se concentrará antes da partida. 

Não há novas baixas em relação ao último compromisso pelo Brasileirão. Com isso, Marcelo Mattos retoma seu lugar no time após cumprir suspensão. A novidade pode ser a presença do atacante Elias entre os titulares em lugar de Vitinho visando um melhor equilíbrio do time melhorando a marcação. Vamos aguardar.

Os times deverão entrar em campo com:

Botafogo: Jefferson, Gilberto, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos e Gabriel; Seedorf, Lodeiro, Vitinho (Elias) e Rafael Marques.


Flamengo: A provável formação: Felipe, Léo Moura, Wallace, González e João Paulo; Diego Silva, Elias, Gabriel, Carlos Eduardo e Paulinho; Marcelo Moreno.

Somando-se os prós e contras das duas equipes até aqui, a vitória sobre o rival parece perfeitamente normal e acreditamos nela para mantermos a liderança por pontos pedidos já que o Inter tem um jogo a mais e ocupa o topo da tabela temporariamente, pelo menos até que se iguale o número de partidas de todos os participantes.

Boa sorte Fogão!

Matéria base: GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro


Por @Felipaodf/Botafogodeprimeira.com