segunda-feira, 29 de julho de 2013

Não existe time campeão sem pensamento de vencedor


Opinião do Torcedor




Bom dia, alvinegros! 

Já estou de volta à minha casa, no interior de São Paulo, após uma longa e cansativa viagem, e um pouco mais calmo, resolvi escrever sobre o jogo de ontem.

A primeira impressão sobre o “novo Maracanã” foi muito boa. O estádio ficou maravilhoso e com uma acústica de arrepiar, porém não é mais o nosso bom e velho “MARACA”, que ficará imortalizado.

Como de costume, a torcida do menguinho foi muito maior que a nossa, situação que cada dia se torna mais frequente. Porém, prefiro não focar as criticas aos “botafoguenses de sofá“ e sim parabenizar aos que compareceram e fizeram um belo espetáculo. A torcida alvinegra, mesmo em menor numero, foi espetacular e não deixou nada a desejar para a do menguinho.

Voltando ao jogo, começamos muito bem o primeiro tempo, principalmente devido a uma grande atuação defensiva do time. Apresentamos uma forte e eficaz marcação comandada por uma grande atuação de Gabriel e Marcelo Mattos. Com a marcação bem executada, foi questão de tempo para que o domínio alvinegro se estendesse ao ataque.

Nos jogos anteriores Lodeiro e Vitinho vinham apresentando atuações pouco convincentes, fato que já irritava grande parte da torcida alvinegra. Oswaldo mudou o esquema do time ao passar Vitinho para o lado direito e Lodeiro para o lado esquerdo. De fato os dois começaram a melhorar e quase balançaram as redes adversárias.

Criamos muitas oportunidades e desperdiçamos a maioria delas, como sempre. Jogamos muito bem o primeiro tempo, mas no segundo o cansaço ficou evidente. Talvez pelo desgaste do jogo do meio de semana contra o Figueirense.

Sempre nos defendemos usando desculpas como: azarados, má sorte, “coisas que só acontecem com o Botafogo“. Ontem a sorte mudou de lado, estava conosco e não soubemos aproveitar. Foram gols anulados, bolas que cruzavam a nossa área com uma enorme facilidade e em minha opinião faltou competência para aproveitarmos a sorte que tivemos. De que adianta a sorte sem competência?

Olhando por um lado, mais otimista, o empate de ontem, da maneira como aconteceu, pode ser um divisor de águas para o restante da temporada. O time sentiu na pele o que nós, torcedores, sentimos todos esses anos. Ao som de “E NINGUEM CALA ESSE CHORORÔ” saíram arrasados de campo.

Estava claro no olhar dos jogadores a humilhação e raiva que eles estavam sentindo. Espero que a nossa tristeza na noite passada não tenha sido em vão e que realmente isso tenha mexido com os jogadores.

Para finalizar, não existe time campeão sem pensamento de vencedor, e esse pensamento inclui a diretoria, comissão técnica, jogadores e TORCIDA.

Somos 3º. colocados no campeonato: cadê a torcida de 3º. colocados? Acabou a desculpa de distância, levantem do sofá! Criem vergonha na cara e vem apoiar seu time, seu maior amor!

E NINGUÉM CALA ESSE NOSSO AMOR C@#$%!