quarta-feira, 28 de agosto de 2013

#EuAcredito


Ganhamos bem no Rio e vamos à Belô, com moral, confirmar a classificação




Hoje, o Botafogo encara o Galo em seu terreiro no jogo de volta pela Copa do Brasil. O Alvinegro venceu o primeiro por 4 a 2, no Maraca, e pode até perder pela diferença de um gol que mesmo assim estará classificado para as quartas-de-final da competição.

No post do pré-jogo da semana passada, indagávamos sobre qual o Galo iríamos enfrentar: o campeão da Liberta ou o time que ocupava a parte baixa da tabela no Brasileirão? Depois do jogão no Rio não restou dúvidas que enfrentamos o Galo Campeão e mesmo assim mostramos força para vencê-lo com expressivo placar.

Para o jogo decisivo de hoje, no Independência, não se espera nenhuma facilidade até porque o adversário continua confiante em reverter o resultado por jogar diante de sua torcida.

Veja o post "Qual o Galo que vamos enfrentar?"
http://felipaodf.blogspot.com.br/2013/08/qual-o-galo-que-vamos-enfrentar.html

Pelo Brasileirão, já havíamos assistido a um jogo (2 a 2) de alto nível com o time mineiro conseguindo a igualdade improvável no minuto final dos acréscimos.

O duelo entre os craques Ronaldinho Gaúcho e Seedorf, tão aguardado nas duas últimas partidas, finalmente deve ocorrer já que o meia holandês, recuperado de desconforto muscular, está escalado.


O Bota entra em campo com muitos desfalques e com o regulamento debaixo do braço em razão da vantagem construída no Rio. Um gol de qualquer uma das equipes pode mudar todo o panorama da partida a cada momento do jogo, como é característico nesse tipo de competição. O vencedor será aquele que melhor dosar cautela e ousadia.

O Bota não terá seu lateral Gilberto que sentiu a coxa conta o Furacão e Marcelo Mattos também fica de fora por suspensão. Mas o desfalque mais sentido, sem dúvidas, é o de Vitinho que deixou o clube repentinamente para acertar sua transferência para o CSKA, da Rússia. Esse ingrediente amargo não era esperado pelos alvinegros já que o jovem atacante vinha sendo um dos destaques da equipe na competição e a maior esperança de gols para essa partida. No lugar dele vamos de Alex - atacante que ainda procura readquirir uma melhor condição de jogo e luta por um lugar cativo no time. 

O Galo deve vir completo e com muita disposição pra buscar o resultado acreditando que a história escrita na Libertadores, quando saiu de várias dificuldades jogando no Horto, pode se repetir.

Sempre é bom lembrar que na história desse confronto o Bota leva ampla vantagem, tanto que é o Galo é tratado pela torcida alvinegra como freguês. Pela Copa do Brasil já se cruzaram em duas oportunidades (2007 e 2008): o Glorioso venceu os jogos no Rio e segurou empates sem gols em BH o que valeu a classificação. Essa situação tem tudo pra se repetir novamente.

Vamos com (quase) tudo para BH em busca da classificação até porque não disputamos a Libertadores mas também não somos nenhum NewOldBoys's da vida pra tremer diante deles. #EuAcredito!

Boa sorte Fogão!

Por
@Felipaodf/Botafogodeprimeira.com