domingo, 15 de setembro de 2013

Não adianta se esconder, Raposa...Vamos atrás de você


http://blogs.lancenet.com.br/charges/
Com a vitória da Raposa no sábado sobre o Furacão, na abertura da rodada, restava ao Botafogo vencer o Santos ontem na Vila Belmiro para, no mínimo, manter a diferença para o líder. E o Botafogo venceu, mostrando grande maturidade. Colocou dois gols de diferença, administrou o resultado e mesmo levando um gol na metade do segundo tempo, não se abalou e manteve o ritmo e padrão do início do jogo até sair com a vitória.

Elias marcou os dois gols alvinegros em lances que atuou como verdadeiro centroavante. No primeiro, Seedorf (que amarrava muito as jogadas e por vezes impedia o time de evoluir), fez a jogada certa ao tocar rápido para a penetração de Julio Cesar pela esquerda (38'). O lateral cruzou da linha de fundo no meio da área para Rafael Marques, bem posicionado, escorar para o gol. Aranha defendeu parcialmente e Elias emendou em cima da linha pra abrir o placar. A essa altura o Santos já havia perdido no mínimo três boas oportunidades com Thiago Ribeiro pela esquerda ao chegar atrasado para concluir as jogadas ou chutar pra fora. Foi um jogo igual, com oportunidades para os dois lados mas quem marcou foi o Bota que parecia um time mais equilibrado.


Já no segundo tempo a vez de vislumbrar a jogada certeira foi de Renato que fazia uma boa partida, marcando e participando ativamente da armação. O "meia" fez belo lançamento para Hyuri pela direita que, também da linha de fundo, jogou a bola a meia altura para o centro da área. Ela viajou até encontrar Elias que, corajosamente, cabeceou bola e chuteira do adversário pra fazer o seu segundo gol na partida. 

Mesmo assim o jogo não estava decidido. O Santos fez lá suas modificações, veio pra cima e conseguiu marcar o seu gol num belo chute de Cícero de fora da área (21). Repetia-se assim, o mesmo placar do 1o. turno, no Rio de Janeiro. Oswaldo Oliveira prontamente fez entrar os garotos Otávio e depois Gegê para oxigenar o time que se reequilibrou e conseguiu levar até o fim o grande resultado que o mantem na vice-liderança, com os mesmos quatro pontos de diferença de antes da rodada.

Essa vitória quebrou uma série de tabus de que o Bota não vencia o Peixe na Vila a não sei quantos jogos (anos), mas isso chega a ser irrelevante diante da importância da vitória para a sequência do campeonato.

Não adianta se esconder, Raposa...A cachorrada vai atrás de você!


Por @Felipaodf/Botafogodeprimeira.com