sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Botafogo: Uma pressão psicológica, e agora, arterial!


Em tempo…


Hoje, lendo algumas comentários de torcedores botafoguenses aqui no Blog a respeito do tema proposto em um de nossos post http://www.lanceactivo.com.br/botafogodeprimeira/2013/10/06/quem-pode-explicar-ii/ publicado na semana passada após a derrota para o Grêmio, no Maracanã, a terceira na sequência de jogos em casa, me deparei com a análise do torcedor Luiz Fernando que tomo a liberdade de reproduzir agora, no intuito de alimentar o debate sobre as causas da queda de rendimento do Botafogo no campeonato depois da derrota fatídica contra o Cruzeiro e só agora interrompida com a boa vitória contra o Náutico.

Você acredita que um "pacto" pelo restabelecimento da saúde do treinador Oswaldo pode devolver ao time aquele espírito de combatividade do início do campeonato como sugere os argumentos do torcedor? Leia, reflita e deixe abaixo o seu comentário!





Veja o texto original e comente sobre a propriedade dos argumentos enumerados por Ele.


BOTAFOGO… UMA PRESSÃO PSICOLÓGICA; E AGORA, ARTERIAL!!!


O torcedor do Botafogo pelo seu perfil, deve estar cuspindo marimbondos depois dessa derrota de 1 a 0 para o Grêmio, e se achando diretamente envolvido no “Armagedom”, sem se dar conta de que o Futebol é um jogo de técnica, física e do imponderável. Diante disso, acho que cabe uma tentativa de analisar friamente o momento atual desse time, que vem desde o inicio do ano, superando todas as dificuldades que foram surgindo na sua trajetória, (o calendário, a perda do Estádio, a venda de jogadores importantes, os salários atrasados a desconfiança da Imprensa e da própria torcida), e formaram um cenário com fatores estes, que fizeram esse grupo jogar com a faca nos dentes todas as partidas, até o momento em que a Diretoria num esforço administrativo, colocou os salários em dia, e sem intenção, mexeu com o Inconsciente coletivo e “ARREBENTOU COM O PSICOLÓGICO” do grupo.

Quanta bobagem, dirão os incautos e incrédulos!!! . Porém, mesmo correndo o risco do escárnio, afirmo que o time do Botafogo, com os salários em dia tirou dos ombros a obrigação de provar o seu profissionalismo e comprometimento com o clube, e então, baixou o nível de “ADRENALINA, e sobreveio o RELAXAMENTO”. Aliás, esse é o mesmo mal que acometeu a Atlético Mineiro e Corinthians nesse campeonato, por motivos diferentes.(Corinthians pelo Titulo Mundial e Atlético pela Libertadores).

Para o torcedor apaixonado é difícil admitir que nos últimos 5 jogos o time do Botafogo até tentou superar as dificuldades, mas, esbarrou na falta de concentração do time e na queda técnica dos seus jogadores mais importantes, a ponto de não conseguir suplantar adversários que abdicaram de jogar e simplesmente se defenderam diante de um Botafogo apático, enrolado e inexplicavelmente sem forças para reverter o quadro, como ocorreu depois do gol do Grêmio , onde, o time, principalmente no segundo tempo, parecia uma grande sopa de letrinhas só de consoantes.

Talvez, e na esperança que o incidente com a PRESSÃO SISTÓLICA E DIASTÓLICA de Oswaldo de Oliveira faça o grupo de jogadores do Botafogo, (por apoio e comprometimento com o seu comandante,) recolocar a faca nos dentes e buscar sobre qualquer PRESSÃO, a prioridade da retomada pelos seus objetivos na temporada.

Autor do texto: Luiz Fernando


Saudações a todos!

Por @Felipaodf/Botafogodeprimeira.com