sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Botafogo não resistiu à força do Furacão no 1o. turno. Veja como foi!


Às vésperas de encarar o Atlético-PR no Maracanã pelo returno do Brasileirão, o Botafogo está envolto numa nuvem de incertezas quanto ao seu futuro no campeonato. Vem de um empate sem gols, em casa, contra a Portuguesa depois de duas derrotas seguidas - para Goiás e Inter, o que lhe valeu a saída do G-4. A torcida, descrente na vaga, não dá trégua ao grupo e promove uma onda de protestos para pressionar comissão técnica e jogadores para que lutem em campo por vitórias.

O Furacão, que sustenta a vice-liderança do campeonato e tem um jogo importantíssimo contra o Fla pela Copa do Brasil, na quarta, anuncia que vem ao Rio com um time de reservas o que poderia facilitar a vida do Bota no jogo de sábado mas, com a draga que o time está vivendo ultimamente, nem sabemos se isso conta como vantagem.

No jogo do 1o. turno... (veja abaixo o texto publicado no blog logo após a partida, em 26/08/2013).


O Botafogo não resistiu à força do Furacão jogando em casa. O time paranaense mostrou muita disposição em campo e venceu o jogo por 2 a 0 com dois gols de Éderson, aos 1' e 11' do segundo tempo, entrando no G-4.

Aproveitando o apoio da torcida e com invejável disciplina tática, o CAP não deu chances ao time carioca de chegar a sua meta e construiu o placar com certa tranquilidade.

O time Alvinegro parece ter sentido o desgaste da partida de meio de semana quando venceu o Atlético Mineiro (4 a 2), no Maracanã, pela Copa do Brasil.

Foi um jogo ruim de assistir. O árbitro, muito fraco, contribuiu para que assim fosse: uma partida arrastada que irritou muito os alvinegros. Jogamos abaixo de nossas possibilidades e estivemos longe de conseguir um melhor resultado. Seedorf voltou ao time e não fez um bom jogo. Errou a maioria dos lances que tentou e não conseguiu dar sequência às jogadas. Com ele em campo, os outros jogadores de criação pouco apareceram, como ocorreu no jogo passado.

Portanto, não há mistério. O Atlético-PR confirmou no jogo de hoje ser um time muito aplicado e  difícil de ser batido jogando em casa onde já soma 9 partidas sem ser derrotado.

Veja os melhores momentos da partida




Com o resultado, o Bota segue com 29 pontos e ocupa a vice-liderança do campeonato atrás do Cruzeiro, com 31. Paciência e vamos pra próxima.

Agora é concentrar forças pra enfrentar o Galo mineiro, na quarta, na disputa de vaga pela Copa do Brasil!


Por @Felipaodf/Botafogodeprimeira.com