sábado, 23 de novembro de 2013

Depois de golear o Furacão, Bota tem dura missão em São Paulo


GUIA DA RODADA #36: Nove clubes lutam para escapar das últimas três vagas na Série B, enquanto na parte de cima cinco equipes brigam por três lugares na Libertadores da América de 2014




A luta contra o rebaixamento à Série B promete ferver na 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nove clubes ainda lutam para escapar das três últimas vagas na segunda divisão de 2014. São eles, na ordem de risco: Ponte Preta, Vasco, Coritiba, Bahia, Fluminense, Criciúma, Portuguesa, Flamengo e Inter.

Ponte Preta, que encara o Grêmio, e Vasco, que pega o Cruzeiro, são os mais ameaçados nesta rodada. Assim como o Coritiba, que pega o Internacional. Há também um duelo direto entre Bahia e Portuguesa, na Fonte Nova. Outra briga que segue intensa é para ter uma vaga na Libertadores de 2004.

Via Brasileirão, ainda restam três vagas no torneio. E cinco equipes ainda lutam por elas: Grêmio, Goiás, Atlético-PR, Botafogo e Vitória.


Comentários do blogueiro: Essa é a proposta do site da globo para os jogos da rodada e a cada semana destacamos aqui apenas a análise relativa ao do Botafogo que é o que nos interessa.

SÃO PAULO X BOTAFOGO

DOMINGO, 19H30, MORUMBI


O Botafogo ainda respira na luta por uma vaga na Libertadores da América de 2014. Melhor, então, pegar um São Paulo abatido pela derrota por 3 a 1 para a Ponte Preta, na Copa Sul-Americana, e sem pretensões no Campeonato Brasileiro. É provável que o Tricolor leve uma equipe mista a campo.

Na TV:
PremiereFC 1, PFC HD e PFCI, com Jota Jr e Belletti.

Arbitragem:
Paulo H Godoy Bezerra (SC), com Fábio Pereira (TO) e Nadine Schramm Camara Bastos (SC).

Você sabia que...
o Botafogo já atuou 90 vezes em São Paulo na história do Campeonato Brasileiro! Venceu 21 vezes, perdeu 41 e empatou 28.


Comentários do blogueiro: A luta por vaga na Libertadores continua. Grêmio, Goiás, Atlético-PR, Botafogo e Vitória buscam uma vaga no grupo de elite que poderá ter 3, 4 ou 5 representantes, via Brasileirão. Tudo dependerá dos resultados dos jogos pela Copa Sul-Americana e Copa do Brasil, programados para a próxima quarta-feira. Caso São Paulo ou Ponte seja campeão do torneio continental, teremos um G-3 pois o campeão tomará uma das 4 vagas. Caso o Atlético-PR vença a Copa do Brasil, teremos um G-5 já que o clube paranaense está no grupo de elite também do Brasileirão e abriria mão dessa vaga para os outros concorrentes.

O Botafogo voltou a vencer depois de três rodadas, na melhor exibição do time nesse 2o. turno. Ganhou com folga do Furacão (58), por 4 a 0, no Maraca. Somou 57 pontos e mesmo assim terminou a rodada fora do G-4, já que Grêmio (60) e Goiás (59) venceram seus compromissos e ocupam respectivamente a 2a. e 3a. posições, com o Atlético-PR permanecendo em 4o.

Nesse jogo contra o CAP, o Botafogo mostrou atitude de quem quer a vaga e partiu pra cima do adversário na base da vontade, Criou muitas oportunidades de gol e terminou o 1o. tempo vencendo por 2 a 0. Eilas (27'/1ºT), Seedorf (36'/1ºT), marcaram.

Seedorf voltou a jogar bem e conduziu o time à vitória depois de longo tempo sem fazer uma exibição condizente com suas possibilidades. Renato também foi muito bem. Participou ativamente da partida com passes e assistências precisas, aumentando a produção do time no ataque. A surpresa ficou por conta do desempenho de Bruno Mendes que vinha de uma temporada obscura e reviveu seus melhores dias no alvinegro. Entrou no 2o. tempo e marcou duas vezes (32'/2ºT e 37'/2ºT) com estilo. Foram os seus primeiros dois gols no campeonato. Rafael Marques ainda mandou duas bolas na trave e poderia ter ampliado o placar com um pouco mais de sorte.

Na verdade, ninguém jogou mal e a expectativa é que Oswaldo de Oliveira mantenha o time para o compromisso de domingo com Renato no time e Marcelo Mattos no banco de reservas. Bolivar suspenso não joga e cede lugar a Dankler e Elias foi poupado dos treinamentos durante a semana e é dúvida, podendo dar lugar a Bruno Mendes.

Por outro lado o São Paulo vem mordido depois do time paulista levar uma taca de 3 a 1 da Macaca, no jogo de ida pelas semifinais da Copa Sul-Americana. Com o resultado inesperado, a expectativa era de que o adversário viesse para o jogo contra o Bota com um time reserva e concentrasse forças para o confronto da volta, mas o Murici Ramalho já descartou essa possibilidade e relacionou todos os titulares disponíveis para o jogo com Ceni, Ganso e Luiz Fabiano.

O São Paulo não tem mais pretensões no Campeonato Brasileiro  - ocupa a 8a. colocação com 49 pontos, não corre risco de descer e nem tem condições de buscar uma posição no G-4, enquanto o Alvinegro carioca ainda está vivo na competição e vai em busca da vitória que pode garantir sua volta ao grupo de elite. Esse são os ingredientes do jogo que vai prender nossas atenções!

Escalações

BOTAFOGO: Jefferson, Edilson, Dankler, Dória e Julio Cesar; Gabriel, Renato; Seedorf, Rafael Marques e Hyuri; Elias (Bruno Mendes) - Técnico: Oswaldo de Oliveira.

SÃO PAULO: Não definido pelo técnico

Por @Felipaodf/Botafogodeprimeira.com