sábado, 7 de dezembro de 2013

Bota precisa vencer e aguardar resultado dos adversários

GUIA DA RODADA #38: último capítulo com dramas e esperanças. Brasileirão chega ao fim com gigantes apavorados pelo rebaixamento e briga forte por vaga na Libertadores




Oswaldo Oliveira e Seedorf - Treino do Botafogo (Foto: Bruno de Lima/ LANCE!Press)
Seis times se acotovelam contra o rebaixamento. Outros quatro alimentam esperanças com o G-3. E o Brasileirão chega a sua última rodada com muito a ser definido. É bem verdade que o campeonato já tem campeão, já tem dois rebaixados, já tem dois times garantidos na Libertadores, mas não deixa de ter a agonia daqueles que frequentam a parte inferior da tabela e a confiança daqueles que habitam o bloco superior. Neste domingo, haverá torcedores deprimidos e eufóricos, por seu time ou pelos rivais, e isso já basta para movimentar os últimos jogos da principal competição do país.

A luta contra o rebaixamento é particularmente interessante. Do sexteto ameaçado, quatro já foram campeões brasileiros: Fluminense, Vasco, Coritiba e Inter. A eles, somam-se Criciúma e Portuguesa, mas a queda da Lusa só seria possível com uma revolução cósmica - a conjunção de cinco resultados mais a retirada de uma diferença de 11 gols de saldo. Impossível.

Destaque para o drama dos cariocas. Flu e Vasco não conseguirão se salvar juntos. É certo que pelo menos um deles cairá. O Tricolor tem situação pior na tabela, mas joga contra uma equipe já relaxada, o Bahia, sem riscos de queda, ao passo que o Cruz-Maltino está melhor colocado, mas encara um oponente que busca a vitória para ir à Libertadores - o Atlético-PR.
 
Comentários do blogueiro: Essa é a proposta do site da globo para os jogos da rodada e a cada semana destacamos aqui apenas a análise relativa ao do Botafogo que é o que nos interessa.

BOTAFOGO x CRICIÚMA

DOMINGO, 17H - MARACANÃ


Esse jogo tem briga nos dois extremos: por vaga na Libertadores e fuga da queda. No caso da briga de cima, a semana foi confusa para o Botafogo. O técnico Oswaldo de Oliveira acerta com o Santos. Rumores dão conta de que Seedorf também pode sair... É, o clima de desmonte não é nada bom. Mas ainda há chances. O time promete fazer a sua parte. Em quinto lugar, com 58 pontos ganhos, precisa da vitória e torce por tropeços do Goiás, em quarto - o Esmeraldino recebe o Santos -, e o Atlético-PR, em terceiro, com 61 - enfrentará o Vasco. Além disso tudo, os alvinegros ainda terão de secar a Ponte Preta na final da Copa Sul-Americana para a Macaca não roubar uma das vagas do G-4... Já o Tigre depende de si para escapar da degola. Se vencer no Rio, nem precisa torcer por outro resultado. E o retrospecto é excelente: nas cinco últimas partidas, a equipe catarinense ganhou quatro. Tanto que subiu para o 15° lugar, com 46 pontos. Mas se perder, precisa torcer para que ao menos dois entre Coritiba, Vasco e Flu não vençam.

Na TV: PremiereFC 1 e PFC HD, com Roby Porto e Edinho.

Arbitragem: Paulo Cesar de Oliveira (SP) apita o jogo, auxiliado por Altemir Hausmann (RS) e Pablo Almeida da Costa (MG).

Você sabia que...: neste Brasileiro 2013, o Criciúma perdeu seis dos sete jogos que disputou contra equipes cariocas. A única vitória foi contra o Vasco no Heriberto Hülse por 3 a 2, pela 28ª rodada. Estas foram as seis derrotas para times cariocas: Flu 3x0, dia 02/06, Moarcyzão, Fla 3x0, dia 08/06, Heriberto Hülse, Vasco 3x2, dia 27/07, São Januário, Bota 2x1, dia 08/09, Heriberto Hülse, Flu 2x1, dia 18/09, Heriberto Hülse, Fla 4x1, dia 29/09, Maracanã.


Comentários do blogueiro: O campeonato chega ao seu final e o Botafogo ainda reúne chances de conseguir uma vaga para a Libertadores, torneio que o clube não disputa há 17 anos. As condições ao longo da competição já foram bem melhores do que as atuais quando precisa vencer seu adversário - o Criciuma, no Maracanã, e torcer por tropeços de seus concorrentes diretos - Atlético-PR (61), em terceiro e Goiás (59), em quarto, lembrando que o campeão Cruzeiro e o vice Grêmio já estão classificados para o torneio continental. A torcida vive a expectativa pelo resultado de domingo dividida entre os que ainda acreditam e os céticos que esperam por mais um fracasso.

Na rodada passada o Bota enfrentou o Coritiba - que estava no Z-4, e perdeu. Apesar de ser um jogo chave para a classificação e do time prestar homenagem ao ídolo Nilton Santos que se foi, o Alvinegro entrou em campo pouco inspirado e quase não ofereceu perigo ao gol adversário. Jogou com displicência como se o campeonato já houvesse acabado. Errava muitos passes e levou um gol aos 38' do 1o. tempo, de bola parada como havia acontecido no jogo contra o SP. Jefferson falhou feio. O goleiro aceitou entre as pernas uma cabeçada de Deivid, mas não se abalou com o lance e, até o término do jogo, evitou muitas chances do Coxa sair com um resultado mais dilatado. A derrota por 2 a 1 - gols de Deivid, Alex e Bruno Mendes definitivamente foi um péssimo resultado apesar dos concorrentes à vaga terem perdido seus jogos também.

Na última atividade do time antes da partida, na manhã desse sábado, o presidente Maurício Assumpção e toda diretoria do Botafogo marcou presença e anunciou a quitação dos salários atrasados.

O time deve contar com a volta de Edilson à lateral direita e a confirmação de Renato na vaga de M. Mattos. Além disso, o meia Lodeiro deve voltar ao time na vaga de Hyuri que não foi bem no último jogo. Haviam dúvidas quanto à presença de Elias no jogo mas o jogador já foi confirmado, com Bruno Mendes ficando como opção no banco. 

Escalações:

Botafogo: Com isso o time deve entrar em campo com a seguinte formação: Jefferson, Edilson, Bolíver, Dória e Julio Cesar; Gabriel, Renato; Lodeiro, Seedorf e Rafael Marques; Elias (Bruno Mendes).

Crisciuma: No treinamento apronto, o treinador escalou Galatto; Sueliton, Ewerton Páscoa, Matheus Ferraz e Marlon; Bruno Renan, Serginho, João Vitor e Ricardinho; Lins e Wellington Paulista.