terça-feira, 16 de setembro de 2014

Contra o Baêa, só a vitória interessa




Montagem do BotafogoOficial (internet)
O Botafogo volta ao Maracanã, nesta quarta (22h), para enfrentar o Bahia pela 22a. rodada do Brasileirão. Um jogo decisivo de seis pontos em que só a vitória interessa. 

Além do retorno de jogadores importantes ao time titular como Sheik e Airton (não riam), o fato de jogar em casa novamente - depois de enfrentar Galo, Ceará, S. Paulo e Inter longe do Rio - deve ser "comemorado".

É com os pontos conseguidos no Maraca que o time vem se sustentando fora do Z-4. O Bota tem mantido um bom rendimento nos jogos como mandante e faz uma péssima campanha quando visita os adversários. Dos 22 pontos acumulados até aqui, a metade foi conseguida no Maraca. Foram 3 vitórias - contra Criciuma (6x0), Chapecoense (1x0) e Santos (1x0); 2 empates - contra Inter (2x2) e Cruzeiro (1x1); e uma única derrota - contra o Fla, com mando de campo do rubro-negro. 

O time somou outros 7 pontos como mandante nas vitórias sobre o Coxa (1x0) e Fluminense (2x0) - no Raulino e no Mané, e no empate contra o Vitória (1x1) - no Moacyrzão. 


Montagem do BotafogoOficial (internet)
Jogando fora, o Alvinegro faz campanha de time rebaixado com apenas uma vitória sobre o Palmeiras (2x0), no Prudentão, um empate contra o Corinthians (1x1), no Itaquerão, e 10 derrotas - uma delas contra o São Paulo (4x2) em que o mando de campo era do Bota e o jogo foi marcado para Brasilia.

A última derrota, para o Inter (2x0) no domingo, foi a terceira de uma sequência em que o time jogou muito desfalcado, teve jogadores expulsos e não conseguiu os pontos esperados. O Bota caiu para a 15a. posição e o sinal de alerta voltou a ser ligado. A a um ponto da zona da degola, o time precisa urgentemente voltar a vencer. 

Veja nosso post alertando para a importância de uma vitória em casa sobre o tricolor baiano, publicado após a derrota irritante para o Inter, lá no sul: Depois-de-mais-uma-derrota-fora-jogo.html

Para Mancini, o Bota tem que ser o mesmo dentro e fora do Maracanã e fazer contra o Bahia o que o Inter fez no domingo: ser um time eficiente, que faça boa leitura da partida e espere o momento certo para alcançar o resultado. 

Em tempo: que nossos atacantes acertem o gol, pô... Chega de perder chances claras, como Wallyson e Zeballos fizeram nos últimos dois jogos. Ninguém aguenta mais!

Mesmo com o time em viés de baixa, a expectativa é de que a torcida alvinegra compareça em bom número ao Maracanã para apoiar a equipe, tratando-se de um jogo decisivo na luta contra a degola. Uma vitória, em casa, sobre os baianos será fundamental para marcar uma nova arrancada e colocar frente sobre os concorrentes diretos da parte baixa da tabela. Essa é a nossa realidade.

Com Wallyson barrado e Edilson fora de combate, o Bota deve ser escalado com: Jefferson, Dankler, André Bahia, Bolívar e Julio Cesar; Gabriel, Airton e Ramírez; Rogério, Zeballos e Emerson Sheik, com possibilidades de Bolatti e El Tanque saírem jogando nas vagas do esquentado Airton e do preguiçoso Zeballos.

Pra cima deles, Fogão!