domingo, 18 de janeiro de 2015

Justa homenagem do Botafogo ao Paulinho Criciúma (Atualizado)




No intervalo do jogo-treino de ontem, no CEFAT, em que o time do Botafogo foi derrotado pelo Gonçalense por 1 a 0, o ex-atacante Paulinho Criciúma, ídolo do clube nas décadas de 1980 e 1990, foi homenageado pelo clube com uma camisa personalizada. Mais um gol do presidente CEP e sua diretoria na luta pelo resgate da nossa história, tão devastada na gestão passada.



No intervalo, Paulinho Criciuma desceu ao gramado acompanhado do presidente Carlos Eduardo onde recebeu a camisa com o número 10 e o seu nome estampado às costas. Depois se dirigiu às arquibancadas onde teve seu nome gritado pela torcida alvinegra que compareceu em bom número ao local. 

Paulinho Criciúma começou a carreira no Criciúma nos anos 1970. Meio-campista, em 1983, foi contratado pelo América de São José do Rio Preto e em seguida veio jogar no Bangu.



Contratado pelo Botafogo em 1988, foi um dos protagonistas do histórico título carioca de 1989, quebrando o jejum de 21 anos do alvinegro sem títulos. No ano seguinte, repetiu a dose sagrando-se bi-campeão carioca com o time alvinegro. 

Quem lembra?

 


Veja as fotos da homenagem divulgadas pelo BotafogoOficial:



Atualmente Paulinho Criciuma é comentarista do SporTV.

Veja como foi a jogo-treino e a festa da torcida