sexta-feira, 31 de julho de 2015

Três pontos. E, de preferência, com bom futebol (GOMES, Ricardo)


Repetindo o modelo do post anterior, hoje vamos no embalo do Reage meu Botafogo, composição de botafoguense Dom Elias na voz alvinegra de Leo Russo, que bem se presta ao clima de vitória neste sábado






Ricardo Gomes no treino do Botafogo no Estadio
Nilton Santos. Foto: Vitor Silva / SSPress
No último post, ressaltávamos o clima de mudanças que tomou conta do clube com a chegada de reforços e do novo treinador Ricardo Gomes. Clique no link e reveja a ansiedade que tomou conta da torcida depois do último jogo: Blog do Felipaodf: Não temos tempo a perder

Com o futebol de baixa qualidade apresentado pelo Botafogo no empate sem gol contra o Criciúma, quando o time desperdiçou a chance de colocar uma frente razoável de 4 pontos sobre o segundo colocado, a frustração da torcida veio à tona em forma de vaias, aumentando a desconfiança que já era grande em relação ao baixo desempenho da equipe nos últimos jogos.

Jair Ventura fazia a sua despedida como técnico interino e não foi bem em casa. Demorou a mexer no time e quase foi castigado com uma derrota que esteve perto de acontecer. Se não fosse o Jefferson, a vaca tinha ido pro brejo. Com mais uma atuação acima da média, o melhor goleiro do Brasil nos salvou de um desastre. O Paredão fez pelo menos três intervenções de alto nível, frustrando os adversários e garantindo, ao menos, o empate. Com a fraca atuação da noite, o desânimo tomou conta do torcedor, principalmente daqueles pouco mais de 4 mil abnegados que compareceram ao Nilton Santos.

A missão de Ricardo Gomes, que assumiu o comando no começo da semana e esteve no estádio acompanhando o jogo com cara de poucos amigos, é dar padrão de jogo à equipe, coisa que ainda não aconteceu na temporada. Para isso, terá que encontrar o equilíbrio na mescla entre os garotos vindos base com os cascudos do elenco - alguns esquecidos e desmotivados e outros incorporados recentemente. Os uruguaios Bazzalo e Navarro e os volantes Lindoso e Serginho já foram regularizados e estão à disposição. O mesmo acontece com Neilton que, dado a carência de boas opções ali na frente, deve arrumar uma vaga fácil no time daqui pra frente.

A semana é de ajustes e adaptação do time às concepções de Ricardo Gomes e dele ao clube. E isso, já a partir desse sábado quando o Alvinegro recebe o Luverdense (15o. colocado), no Estádio Nilton Santos, em jogo marcado para às 16h30, com promoção de ingressos.

Ricardo Gomes fez dois treinos com o grupo principal e resolveu não mexer na estrutura da equipe. Deu indícios que fará apenas uma modificação em relação ao time que entrou jogando na terça. Diego Jardel deve tomar o lugar de Gegê que foi muito mal e saiu vaiado de campo. Sem poder contar com Luis Ricardo, em tratamento de um estiramento na coxa esquerda, o garoto Diego deverá ser mantido na lateral direita. A dupla de zaga será a mesma, com Roger Carvalho ficando como opção. Diérson continua como 1o. volante ao lado de Arão. Na frente, Luis Henrique tem vaga garantida e Sassá tem mais uma chace de começar como titular, apesar da péssima exibição no último jogo.

A expectativa da torcida era por mudanças mais radicais. Pedia-se a entrada de Bazzalo (Diérson) e Lindoso (Otávio) pelo meio e Navarro (Sassá) como homem de referência lá na frente. Mas, experiente, Gomes preferiu optar pela cautela o que lhe da tempo de avaliar o elenco e o que já foi absorvido pelo grupo nesses primeiros dias de treinamento. Lulinha e Daniel Carvalho estão liberados pro jogo e aguardam no banco por novas oportunidades.

A julgar pela motivação pessoal do treinador, que mostrou um entusiasmo contagiante nas entrevistas após o treinamento, o grupo irá corresponder às expectativas em campo. Nessa altura do campeonato, até mais importante do que jogar bem, é a conquista dos três pontos. Se a vitória vier com um placar mais dilatado ou mesmo com jogadas de efeito, um tanto melhor pra elevar a autoestima da torcida que, apesar do time estar liderando a competição, continua desconfiada e cornetando com afinco.      

Passadas 15 rodadas, o Botafogo lidera a competição com 29 pontos. São 8 vitórias, 5 empates e 2 derrotas o que dá um aproveitamento de 64.4% até aqui. É seguido na tabela por Vitória, América-MG e Náutico, todos com 27 pontos.

Confira a posição de cada time e os próximos jogos na tabela completa: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/carregando-tabela-do-brasileirao_21.html

Assim, o Glorioso deve entrar em campo com: Jefferson; Diego, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Dierson, Willian Arão, Diego Jardel e Octávio; Sassá e Luis Henrique.

Boa sorte Ricardo, boa sorte Fogão!


Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com