sexta-feira, 10 de julho de 2015



O Botafogo tentará se recuperar de uma inesperada derrota dentro de casa, na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, quando foi superado para o Ceará e, portanto, quer sair com os três pontos em duelo deste sábado, contra o Náutico, na Arena Pernambuco.

Comentando a postura do time em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o técnico Ricardo Gomes avaliou que jogar pressionado e sem tomar a iniciativa acaba ajudando a equipe, mas quando essa pressão não existe, os problemas surgem no desempenho do time.

“Está bem claro. Botafogo sob pressão é um bom Botafogo, com agressividade. Sem pressão, temos dificuldades. Quando o time baixa, baixa demais. Isso é característica do time, não é boa ou má vontade”, comentou o treinador.

Além de querer a vitória, Gomes reitera que é preciso aumentar a qualidade nas atuações do time. No último final de semana, futebol fraco apresentado por seus comandados deixou o treinador ainda mais insatisfeito.

“A qualidade do jogo tem que melhorar, independentemente do resultado. Contra o Ceará, perdemos 30 minutos jogando em casa sem qualidade. Isso está gravado para não se repetir. Por vezes você faz certo e não ganha o jogo. Mas quando não faz, tem que corrigir”, disparou.

Sobre a empolgação que a equipe possa acabar tendo pelo fato do acesso para a primeira divisão estar muito próximo de ser conquistado matematicamente, o técnico revelou que ela não acontece, pois ainda há o que percorrer para assegurar a promoção.

“Quase nada, não existe. Tem muita coisa na frente, não estamos garantidos em nada. Perdemos boa oportunidade de viajar precisando de mais três pontos. Vamos viajar precisando de seis. Temos que aumentar a agressividade”, finalizou.




Figura da Internet
Depois de tropeçar feio contra o Ceará na noite de terça-feira no Nilton Santos, o Botafogo vai ao Recife defender a liderança isolada do campeonato contra o Náutico, 6o. colocado, na tarde desse sábado (17:30), na Arena Pernambuco.

Depois do vexame em casa, quando o time cedeu campo ao adversário e chegou a ser dominado, e foi punido pela marcação equivocada de um pênalti pelo árbitro da partida que convertido, decretou o placar final da partida (1 a 0), a ordem agora é reagir buscando uma vitória fora pra compensar a derrota inesperada contra o Vozão. Isso tudo depois de fazer uma partida convincente contra o Bragantino, que briga por vaga no G-4, e conseguir uma expressiva vitória por 4 a 0. Não dá pra entender tamanha queda de produção num intervalo tão pequeno entre as partidas (3 dias), ainda mais diante de um time permanentemente pressionado pelo rebaixamento como o Ceará. Sábado é um bom dia para sabermos qual o Botafogo temos: o que goleou o Braga ou o que foi derrotado facilmente pelo time cearense e deixou o torcedor alvinegro com cara de poucos amigod.

Assim definimos o que aconteceu no Niltão na terça-feira: deu mole, tomou. Veja no post Blog do Felipaodf: Deu mole, tomou: Análise da 31a. rodada após a der


Imagens do treino apronto de hoje onde aparecem
 os atacantes Ronaldo e Sassá
Insatisfeito com a produção do time, com oba oba da classificação que não tá garantida e incomodado com as vaias que levou da torcida na terça, o técnico Ricardo Gomes sinaliza que fará mudanças na estrutura do time para enfrentar o Timbú. Com o baixo rendimento dos meias Tomas e Octávio, a dupla deve ser desfeita. Com a confirmação antecipada de Daniel Carvalho como principal armador para o jogo sobra uma vaga que pode ser preenchida por Giaretta ou por Tomas que permaneceria no time apesar de ter uma partida sem brilho contra o Ceará.

Como é sabido, Neilton está suspenso pelo 3o. cartão amarelo e seu substituto ainda é mistério para a imprensa. Sassá e Lulinha brigam pela vaga, já que Ronaldo é o substituto natural de Navarro e se tiver condições de jogos, deverá esperar uma oportunidade vindo do banco. No caso, Sassalotelli - apelido que o jogador ganhou da torcida do Timbú quando defendeu o clube alvi-rubro na temporada passada é o mais cotado para a vaga de Neilton que vai fazer muita falta no jogo.

Gomes resolveu levar essas dúvidas para Recife dificultando as coisas para o técnico do alvi-rubro pernambucano. O restante do time é o mesmo do último jogo.

Dessa forma, o Botafogo pode ter a seguinte formação: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Carleto; Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Daniel Carvalho e Tomas (Diego Giaretta); Lulinha (Sassá) e Navarro.

A verdade é que, mesmo com os desfalques anunciados, teremos um choque de titãs. O Botafogo é o time a ser batido nessa série B e o Náutico é, e sempre foi um adversário à altura independente da competição em que se dê o embate.






Tabela atualizada após iniciada a 32a. rodada
Analisando a tabela onde aparecem os dez primeiros colocados, vemos que o duelo entre cariocas e pernambucanos pela 32a. rodada, promete apesar dos dez pontos de diferença entre eles.

O Botafogo segue líder isolado da competição, com 59 pontos, mesmo com o revés na rodada passada enquanto o Náutico ocupa a 6a. posição, com 49 e briga por uma vaga no G-4.

O Bahia abriu a rodada na terça-feira passada vencendo o Criciúma por 1 a 0. Somou 54 pontos e garantiu a 3a. posição provisória na tabela. Agora, o tricolor baiano, que será o nosso próximo adversário no Rio, assiste de camarote o complemento da rodada que prossegue hoje com dois jogos: Macaé x Mogi e América-MG x Oeste. Amanhã a roda se completa com mais sete jogos, entre eles o do Botafogo.

No confronto do primeiro turno vencemos por


Imediatamente abaixo, brigando por uma vaga no G-4, temos o Paysandu (49) em 5o.; o Náutico (49), nosso adversário de sábado, em 6o.; o Santa Cruz (48) em 7o.; a Luverdense (48) em 8o.; o Samapio Corrêa (47) em 9o.; e o Bragantino (45) em 10o., todos com chances de alcançar uma posição na elite em 2016.


Quanto ao acesso antecipado, temos 10 pontos de diferença sobre o 5o. colocado (Paysandu), parâmetro que vai definir em qual rodada subiremos. Segundo os matemáticos, com o atual cenário precisaremos chegar a 67 ou 68 pontos para anteciparmos o objetivo em uma ou duas rodadas. Com 64 pontos (5 pontos ou 2v), garantiremos a subida independente de outros resultados. Se tivéssemos vencido ontem, poderíamos acabar com essa agonia bem antes mas parece que os jogadores alvinegros gostam de emoções fortes. Só falta combinar com a torcida!


O último revés do time de Ricardo Gomes havia sido contra o CRB, no longínquo dia 28 de agosto. Agora, com a derrota de ontem, voltamos à estaca zero na sequência invicta de nove jogos. Nesse período, foram sete vitórias e dois empates o que nos proporcionou a folga na liderança que temos hoje.


Mesmo com a derrota para o Ceará, continuamos com 99% de chances de subir. O aproveitamento que era de 65,6% caiu para 63,4%, índice mais do que suficiente para o retorno sem sustos. Como mandante, o aproveitamento é de 75,5%, o 4o. melhor da competição, com 34 pontos em 16 jogos. Como visitante temos a melhor campanha dentro todos os concorrentes com 55,5% de aproveitamento. Somamos 25 pontos em 15 jogos disputados na casa dos adversários;


Confira a tabela completa e os próximos jogos do Botafogo e de todos os concorrentes em>http://felipaodf.blogspot.com.br/p/carregando-tabela-do-brasileirao_21.html


Mesmo sem marcar na última rodada, o ataque alvinegro continua sendo o melhor da competição com 52 gols. Temos também a defesa menos vazada com 24 gols sofridos, o que dá um saldo expressivo de 28 gols, nove a mais do que o Vitória, segundo colocado no quesito e na competição.


Dessa vez, a dupla Navarro e Neilton, que havia brilhado intensamente contra o Bragantino, passou em branco. Mesmo assim, o uruguaio Navarro é o artilheiro da equipe na série B com 09 gols, em 12 jogos; seguido por Neilton, com 05 gols.


O que nos resta agora é aguardar os dias de treinamento para saber como Ricardo Gomes vai reagir ao mal resultado. Sábado vamos à Recife enfrentar o Náutico (6o. colocado) com a obrigação de resgatar a confiança do torcedor alvinegro para o resto da temporada. Lembramos que o Timbú, em casa,  é um adversário fortíssimo que vai lutar bravamente pela vitória que lhe garanta uma vaguinha no G-4.

O certo e que a dupla Tomas e Octávio não deve emplacar mais depois das fracas exibições, principalmente contra o Ceará. Em compensação, Daniel Carvalho já se recuperou do pisão que levou no jogo contra o Bragantino e tá garantido como titular pelo treinador. Seu companheiro pelo meio deverá ser Jardel ou Elvis, se RG quiser deixar o time mais solto em campo. Caso contrário, Tomas deve permanecer como titular mesmo com a fraca exibição no último jogo.

Neilton, com o terceiro cartão amarelo, não viaja e deve ceder o lugar a Sassá ou Ronaldo, que estreou contra o Vozão e não teve tempo pra mostrar a que veio. Gomes ainda pode mexer nos dois laterais que foram muito mal contra o Vozão.

Sendo assim, o Botafogo pode formar com: Jefferson, Luis Ricardo (Diego), Renan Fonseca, Roger Carvalho e Carleto (Giaretta); Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Daniel Carvalho, Tomas (Elvis); Sassá (Ronaldo) e Navarro.


Ps: terminamos o último post afirmando que "Apesar do adversário estar no Z-4, o jogo é jogado e vamos precisar do apoio da torcida pra vencer mais esse obstáculo e disparar na liderança". Pois bem, mesmo com o apoio dos torcedores o negócio ficou feio para o lado do Botafogo que andou em campo de salto alto e escorregou feio. Imagine contra o Náutico que está mais preparado. Baixa a bola, Botafogo!

Vai dar jogão...


Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com