sábado, 22 de agosto de 2015

No pacto, torcida abraça o time na arrancada do returno



Histórico do confronto (Botafogo Digital)
Após o excelente resultado conseguido contra o América-MG (2 a 1), no Independência, no último sábado, o Botafogo voltou ao Rio com os três pontos mais importantes de todo o 1o. turno. Ganhou dois dias de descanso e iniciou a preparação para a estreia no returno já na terça-feira. De lá pra cá, o grupo vem trabalhando forte sempre no horário do jogo (11h), visando o confronto contra o Paysandu, no Niltão, nesse domingo.

O Papão é um adversário categorizado e mostrou isso ao enfrentar o Fluminense no Maracanã, pela Copa do Brasil na última quarta-feira. Faz uma boa campanha também na Série B onde ocupa a sétima posição, com 30 pontos conquistados. Para o jogo de domingo, terá a volta do volante Fahel, um velho conhecido da torcida alvinegra. Mas o destaque do time é o lateral Yago Pikachu que marcou um golaço de falta contra o Flu no meio de semana e vem muito bem na campanha do Brasileirão. Olho nele, Botafogo!

Em relação ao Glorioso, não bastasse a boa sequência de resultados (duas vitórias seguidas de virada), o dia e horário especiais para um jogo da Série B (domingo, 11 horas) e a evolução (lenta, mas gradual) do time de Ricardo Gomes, clube e fabricante de camisas tiveram uma sacada fundamental para a promoção do jogo ao marcarem a estreia do novo uniforme justamente para o dia em que o time faz sua primeira partida do returno.

A previsão de um bom público no Nilton Santos se confirmou em menos tempo do que esperava. Já na sexta-feira o clube informava a venda de todos os ingressos colocados à disposição da torcida alvinegra (inclusive com a abertura de novos setores do estádio para acomodar a demanda). Veja o que dizíamos a respeito no post publicado no começo da semana Blog do Felipaodf: Prontos para a arrancada do returno


Campanha #PactoAlvinegro do BotafogoOficial
Sob a tag #PactoAlvinegro , a festa do lançamento das camisas 2015/2016 bombou na sede de General Severiano, assim como nas redes sociais. O conjunto de uniformes apresentado por torcedores, jogadores do time principal e da base, caiu nas graças do torcedor e deve ser sucesso de vendas como tem sido ultimamente. Segundo um revendedor autorizado da marca, o Botafogo é o 2o. colocado no ranking de vendas de camisas entre os clubes brasileiros.

O evento tomou um dimensão mágica que chamou a atenção da mídia e contagiou os torcedores. A campanha do pacto foi abraçada fortemente pela torcida que respondeu prontamente à convocação como um soldado ao seu capitão. O resultado foi uma corrida enlouquecida por ingressos como não havia acontecido antes na temporada. Com a compra de todo o lote destinado aos alvinegros, só restaram os lugares reservados à torcida do Papão que serão comercializados no local, no dia do jogo. A sensação que fica é a de que se mais houvessem além da carga de 25 mil, mais seriam vendidos.

Montagem do BotafogoOficial
Com o Niltão bombando de gente dentro de sua capacidade atual, resta ao time fazer a sua parte no trato proposto pelo clube: jogar com raça, fazer valer a sua condição de mandante e vencer o jogo. Veja o nosso post descontraído que antecipava a preparação da festa de recepção aos jogadores (com balões, bandeiras, homenagem aos ídolos) na abertura do returno: Blog do Felipaodf: Ritmo, é ritmo de festa...

Precisamos fazer com que esse clima de comunhão entre clube x torcida x jogadores continue por todo o returno e possamos, sem muitos traumas, chegar ao objetivo maior que é voltar à primeira divisão em 2016. Para isso acontecer, basta que vençamos os dez jogos em programados para o Niltão, no returno.

Antes da virada, foram 9 jogos como mandante e não fomos tão bem como se esperava. Vencemos seis deles e empatamos três contra adversários considerados fáceis. O publico também ficou aquém das nossas possibilidades com média pouco maior que 7 mil pagantes por jogo o que deve melhorar sensivelmente se a sequência de resultados ajudar e tivermos jogos marcados para dias e horários mais convenientes.

Na abertura do turno, lá em Belém, com o Mangueirão (quase) lotado, o time da casa mostrou força e se impôs no jogo mas não o suficiente para impedir a nossa vitória por 1 a 0. Rodrigo Pimpão, que já se desligou do clube, marcou já no finalzinho do jogo.

Reveja os melhores momentos do jogo de estreia na Série B




Se vencer o Paysandu, o Glorioso chegará aos 39 pontos e assume a liderança novamente, desbancando o Vitória que foi derrotado pelo Sampaio Corrêa por 1 a 0 e permaneceu com 37 pontos. Com a vitória, o Sampaio chegou a 34 pontos e assumiu a 4a. posição desbancando o Bahia (34) que, mesmo jogando na Fonte Nova, não passou de um empate em 1 a 1 com o América-MG (35), caindo pra quinto. Com o resultado, o Coelho completa o G-4, em terceiro.

Ricardo Gomes teve uma semana de trabalho tranquila e procurou ajustar o time nos fundamentos em que ainda está falhando. A saída de bola, a cobertura dos laterais, a transição para o ataque com qualidade e as conclusões em gol dos atacantes e do "homem" que vem de trás precisam melhorar.

Sem poder contar com Navarro, que sofreu um estiramento na panturrilha direita no último jogo, Neilton e Luis Henrique formarão a dupla de ataque. Luis Ricardo volta à lateral direita no lugar do jovem Diego e Elvis, que entrou bem contra o Coelho, deve ganhar a oportunidade de começar o jogo no lugar de Jardel. O restante do time é o mesmo das últimas partidas e já está na cabeça do torcedor.

A equipe deve formar com: Jefferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Serginho, Willian Arão, Daniel Carvalho e Elvis (Diego Jardel); Neilton e Luis Henrique.

Boa sorte Fogão. Estaremos contigo nessa arrancada do returno, rumo à liderança!


Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com