domingo, 25 de outubro de 2015

Análise da 32ª RODADA com destaque para SASSALOTELLI, o Rei da Arena Pernambuco




Montagem do Botafogo Oficial
Esse é o Botafogo que eu conheço - um time que vai de 8 a 80 no intervalo de uma semana apenas. Depois de tropeçar feio contra o Ceará jogando em casa, a equipe foi ao Recife encarar o Náutico e bateu o time pernambucano por 4 a 1 com direito a hat-trick* de Sassá, o dono da bola do jogo.
(*marcar três vezes numa mesma partida).


O garoto sassaricou legal na Arena mas comemorou com moderação em respeito ao adversário que o acolheu no ano passado. Quer ver outras resenhas sobre o Sassá? Acesse o link e veja os outros jogos em que o jovem artilheiro foi o destaque das partidas: Blog do Felipaodf: Sassá mitou de novo


Com o resultado expressivo sobre o Timbu, além de  garantir a liderança isolada do campeonato, o Glorioso botou frente de cinco pontos sobre o vice-líder Vitória que não passou de um empate em 0 a 0 contra o CRB.


Pra justificar essa história do 8 ou 80, lembramos que o desastre de terça-feira contra o Vozão aconteceu depois do time ter feito uma partida convincente contra o Bragantino que acabou goleado por 4 a 0 quando o time paulista ainda brigava por uma vaga no G-4. Não dá pra entender tamanha queda de produção num intervalo tão curto de tempo entre as partidas (3 dias), ainda mais diante de um adversário permanentemente pressionado pelo rebaixamento como o Ceará. Mas, em se tratando do Botafogo isso é até comum, tanto que no sábado o time voltou ao ápice de aproveitamento ao vencer o Náutico dentro de sua casa por 4 a 1 - o time pernambucano estava invicto há oito jogos (três meses) e brigava pra se aproximar do G-4 assim como o Braga na semana passada.


Essa vitória fora de casa, para muitos um feito improvável depois do fracasso de terça diante da torcida, era perfeitamente possível pelas razões levantadas na nossa resenha de pré-jogo e aconteceu. Veja: Blog do Felipaodf: Botafogo está pronto pra encarar o Timbu depois de...


De insatisfeito com a produção do time no último jogo, Ricardo Gomes partiu para a ação ao barrar a dupla de meias Tomas&Octávio que foi muito mal no último jogo. Com isso Daniel Carvalho, que havia entrado bem contra o Ceará, ganhou uma vaga no time titular ao lado de Camacho, outra novidade na escalação. Só pela atitude, RG já merecia elogios ao mostrar que reagiu rápido às vaias que levou no jogo no Niltão pela escalação burocrática que mandou a campo e pelas mexidas sem efeito durante o jogo.


Além disso, sem poder contar com Neilton suspenso, o treinador apostou suas fichas em Sassá que jogou como verdadeiro atacante e dessa vez foi decisivo começando um jogo. O jogador se consagrou como Rei da Arena Pernambuco onde já marcou 11 vezes - três pelo Alvinegro e oito pelo Timbu em 2014.


Montagem do Botafogo Oficial:
Sassá, Luis Ricardo e Arão
Ao marcar três dos quatro gols do Botafogo na partida, Sassalotelli, como querem os torcedores, chegou aos 11 gols marcados na temporada e assumiu a artilharia alvinegra em 2015 ao lado de Bill que debandou do clube. Navarro tem nove em 13 jogos e Neilton, que não viajou, tem cinco.

Diferente da última partida, o Botafogo começou ligadão e tomou a iniciativa das ações. Com a defesa bem postada lá atrás, não demorou para o time dominar o jogo. Sassá abriu o placar aos 36' depois de perder uma dividida com o goleiro e receber de Navarro que lutou pelo rebote e serviu ao artilheiro. Esse foi o placar do 1o. tempo (1 a 0).

Nem bem havia começado o 2o. tempo e Sassá já estava marcando de novo. Dessa vez, de cabeça e com estilo ao escorar um cruzamento perfeito de Luis Ricardo pela direita que se redimiu no jogo, já que não vinha fazendo uma boa partida.

Diego Jardel, que havia entrado no lugar de Camacho, fez o terceiro do Bota em jogada individual ao receber na entrada da área um escanteio cobrado por Daniel. Sassá ainda marcou mais um escorando um cruzamento de Arão pela direita depois de receber um lançamento perfeito de Renan Fonseca que saiu jogando da defesa. Daniel Morais, em posição duvidosa na área, diminuiu para o Timbu. Assim caiu o último mandante invicto na Série B.


Tabela atualizada após a 32a. rodada
Analisando a tabela com os dez primeiros colocados vemos que o Botafogo, agora com 18 vitórias, segue líder isolado com 62 pontos, cinco a mais do que o Vitória que só empatou e permaneceu em segundo, com 57.

O América-MG venceu o seu jogo contra o Oeste por 2 a 1 e sustentou a terceira posição com 54 pontos. Fechando o G-4, temos o Bahia que havia vencido o Criciúma por 1 a 0 na abertura da rodada, na sexta-feira, e aguardava os resultados dos adversários nesse sábado.

Na sequência vem o Sampaio Corrêa que bateu o concorrente Paysandu por 2 a 0, somou 50 pontos e assumiu a 5a. posição; o Santa Cruz que perdeu fôlego com o empate com o Atlético-GO por 0 a 0, somou 49 pontos e agora está em sexto; o Paysandu que continua com 49 pontos e caiu pra sétimo com a derrota para o Sampaio; o Náutico que foi derrotado pelo Bota, permaneceu com 49 pontos e caiu pra oitavo; a Luverdense que perdeu para o Bragantino por 3 a 2 e ficou em nono, com 48 pontos; e o próprio Bragantino que chegou aos 45 pontos e agora ocupa a décima posição.

Esse é o panorama dos times que estão brigando por vaga na elite, lembrando que a nossa grande prioridade é garantir a volta à série A. Para que isso aconteça temos que monitorar a diferença para o 5o. colocado, posição ocupada hoje pelo Sampaio. Com a última vitória, essa diferença aumentou para doze pontos o que significa que podemos conseguir o acesso com três ou quatro rodadas de antecedência faltando seis rodadas para o final.


Como o cenário continua favorável, precisaremos chegar a 67 ou 68 pontos para anteciparmos o objetivo de voltar à elite em 2016. Com 64 pontos (2 pontos ou 1v), praticamente garantimos a subida. A probabilidade do acesso até a última rodada segue em 99%.

Confira a tabela completa e os próximos jogos do Botafogo e de todos os concorrentes em>http://felipaodf.blogspot.com.br/p/carregando-tabela-do-brasileirao_21.html

O aproveitamento do Glorioso que era de 63,4% chegou a 64.6% com a última vitória, índice mais do que suficiente para o retorno sem sustos.

Como mandante o aproveitamento que já foi de 75,5% caiu para 70,8% com a derrota para o Ceará. Foram 34 pontos conquistados nos jogos em casa, apenas a 7a. melhor campanha entre os concorrentes. Já como visitante, o aproveitamento que era de 55,5% subiu para 58,3% e continua o melhor da competição, com 28 pontos.

Além do acesso, a probabilidade de o Alvinegro ser campeão da Segundona que era de 79% passou para 88% conforme o cálculos dos matemáticos de plantão. O número mágico para o feito gira em torno dos 74 pontos. Faltam, portanto, 12 em 18 possíveis até o final da competição.

Com mais quatro gols na sacola, o ataque alvinegro continua sendo disparado o melhor da Série B, agora com 56 gols. Temos também a defesa menos vazada com 25 gols sofridos, o que dá um saldo expressivo de 31 gols, doze a mais do que o Vitória, segundo colocado no quesito e na competição.

Veja a lista de jogos que vamos encarar até o fim dessa jornada. Faça sua projeção e descubra em qual rodada subiremos.



Agora e trabalhar bem durante a semana, recuperar os lesionados e montar a equipe mais equilibrada possível pra esses momentos de tensão que antecedem a volta à primeira divisão. O equilíbrio físico e mental é tudo nessa fase e precisa ser trabalhado.

Neilton estará de volta e Sassá reivindica um lugar no time titular depois da excelente exibição de sábado. Problema para Ricardo Gomes que parece ter encontrado a formação ideal para essa fase. Carleto sentiu uma pancada no jogo contra o Náutico e será avaliado na terça-feira quando o grupo volta aos treinamentos.

Nosso próximo compromisso será no sábado, no horário das 17h10, contra o Bahia, no Nilton Santos e merece casa cheia para comemorar o momento.

Quem vai?