quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Quase lá... Que venha o Sampaio!



Montagem do Botafogo Oficial
O Botafogo está em terras maranhenses onde enfrenta nesta sexta-feira o Sampaio Corrêa, às 21h, no Estádio Castelão. O bravo adversário não absorveu muito bem a goleada de 5 a 0 que levou do Glorioso no Nilton Santos no primeiro turno da competição e deve endurecer o jogo. Apesar do expressivo resultado conseguido no Rio, a partida não foi tão fácil como sugere o placar. Veja o que escrevemos sobre esse e o jogo seguinte, contra o Ceará, na ocasião: Blog do Felipaodf: Duelo de opostos no Castelão .

A situação das duas equipes na competição não mudou muito desde então. O Botafogo continua mais líder do que nunca, agora com 55 pontos, e está há três vitórias (9 pontos) de garantir o acesso à série A. Já o Sampaio soma 45 pontos, ocupa a sétima posição e continua brigando bravamente por uma vaga no G-4. A diferença é que agora o jogo é no Castelão onde será muito mais difícil fazer o resultado. O nosso capitão já alertou o grupo para as dificuldades que vão encontrar na partida: "O jogo aqui no Nilton Santos foi 5 a 0, mas não condiz com o que foi a partida. Eles tiveram boas oportunidades para abrir o placar, e nós aproveitamos as que tivemos. O Sampaio Corrêa está brigando na reta final. Vamos ter que tomar muito cuidado para buscar os três pontos", comentou o goleiro Jefferson antes de embarcar para São Luis.

Essa linha de pensamento revelada por nosso Capitão foi o tema do nosso post do começo de semana publicado antes mesmo da entrevista de Jefferson. Veja em Blog do Felipaodf: Sandálias da humildade na reta final da caminhada

Colocação dos dez primeiros colocados (29a. rodada)
A 29a. rodada foi aberta na terça com as vitórias do Santa Cruz sobre o Bragantino (3 a 1) e do Luverdense sobre o Ceará (1 a 0) e terá prosseguimento nesta sexta com Criciúma x Paraná e Sampaio x Bota, com os demais jogos marcados para o sábado.

Com o resultado dos dois jogos, vemos que o Santinha somou 48 pontos e pulou da quanta para a terceira posição na tabela desbancando o Paysandu (47) da posição e tirando o Bahia (47) do G-4. Já o Luverdense somou mais três pontos (42) fora de casa e continua na briga por uma inédita vaga no grupo de elite.

Voando em céu de brigadeiro, o Glorioso começa a rodada na liderança isolada, com 55 pontos, e tem a posição praticamente garantida por mais duas rodadas independente de outros resultados. Isso porque, para que o Vitória, 2o. colocado com 49 pontos, nos tome a posição, vai precisar vencer os dois próximos jogos, contra Bahia e Boa Esporte, torcer para que percamos os nossos, contra o Sampaio Corrêa e o Ceará, e descontar a vantagem de 9 gols se saldo que temos sobre eles - condições muito difíceis de acontecer.

Em relação aos outros integrantes do G-4, o Bota sustenta uma diferença de sete pontos para o Santa Cruz que já jogou, e de oito para o Paysandu que enfrenta o Atlético-GO no próximo sábado, no Serra Dourada. Brigando pra voltar ao grupo, o Bahia, que ocupa a 5a. posição com 47 pontos, tem um difícil compromisso contra o seu arqui-rival Vitória (49), 2o colocado.

A vantagem sobre o quinto colocado é a que mais nos interessa no momento, já que é essa a diferença que garantirá matematicamente o nosso retorno à elite - o primeiro objetivo na competição. Por enquanto ela se mantem em oito pontos. Além do acesso, a probabilidade de o Alvinegro ser campeão também cresceu de 71% para 79%, segundo os matemáticos de plantão. O número mágico para o feito gira em torno dos 74 pontos.

Faltando mais 10 rodadas para o término da competição, o América-MG (6o.) e o Sampaio - nosso adversário de sexta (7o.), ambos com 45 pontos, seguem com chances. Temos ainda na briga o Naútico (42), que enfrenta o Oeste e está em oitavo e o Bragantino e o Luverdense que já jogaram na rodada e ocupam respectivamente a nona e décima posições, com 42 pontos.

Confira a tabela completa e os próximos jogos  do Botafogo e de todos os concorrentes em>>>http://felipaodf.blogspot.com.br/p/carregando-tabela-do-brasileirao_21.html

Desde a vitória sobre o Macaé (2 a 1) no Nilton Santos, o Botafogo não joga. Foram dez dias completos de recuperação fisiológica e treinamentos específicos para colocar a casa em ordem. Essa pausa na tabela foi muito comemorado por Ricardo Gomes e pelos jogadores, que responsabilizaram o desgaste acentuado do grupo com a maratona de jogos pelo mal futebol apresentado nas últimas partidas. Foram oito em 28 dias. Esse tema "vitórias x bom futebol" foi amplamente analisado no post de pré-jogo da "revanche contra o Macaé". Veja: Blog do Felipaodf: A revanche contra o Macaé  

Contra o Macaé, não foi diferente e o bom futebol não apareceu. Mesmo sem fazer uma grande partida, conseguimos sair na frente do placar (10') com um gol bizarro dado de bandeja pelo goleiro adversário.  Aos 29' Fernandes ampliou o placar pra 2 a 0.  O meia acertou um chutaço no ângulo, de fora da área, depois de limpar dois adversários. Com a vantagem no placar, o Botafogo se acomodou e achou que a fatura estava resolvida. Foi aí que a agonia começou. Bastou um gol dos caras aos 36' do primeiro tempo para que a partida ganhasse um grau de dramaticidade desnecessária em todo o segundo tempo, fato que a torcida não perdoou.

Faltou maturidade ao time ou disposição física, como quer o técnico, pra matar o jogo como já havia ocorrido em partidas anteriores. Agora, o que nos resta é aguardar o duelo contra o Sampaio para ver se esse período de descanso foi o bastante para acertar o time e se o bom futebol vai voltar ao campo. 

No último jogo, Jefferson foi muito bem debaixo da trave e Lindoso, jogando como 1o. volante, surpreendeu por ter aguentado os dois tempos. O volante foi bem na saída de bola mas mostrou um certo desentrosamento com a zaga que, mesmo contando com a volta de Carleto, se mostrou novamente confusa.

Montagem do Botafogo Oficial
Fernandes foi o destaque do time jogando ao lado de Arão, que foi bem no desarme mas pouco inspirado lá na frente. A dupla de ataque formada por Navarro e Neilton que voltavam de contusão, mostrou falta de ritmo e pouco produziu. Sassá entrou no 2o. tempo pra fechar a Avenida Carleto e puxar os contra-ataques. Foi bem na primeira função e nem tanto na segunda.

No final, o jogo valeu mesmo foi pelos três pontos já que em matéria de bom futebol, ficou devendo.

Com seis vitórias e um empate nos últimos sete jogos, o Alvinegro se distanciou na ponta da tabela e tem agora 99% de chances de subir. O aproveitamento é de 65,5%, índice mais do que suficiente para o retorno à elite sem confusão. Como mandante, o aproveitamento subiu para 73,8% e como visitante, chegou a 57,1%.

A artilharia ia muito bem mas perdeu fôlego depois das contusões de Navarro e Neilton no começo do returno. Mesmo assim, continua a melhor do campeonato com 46 gols marcados. Com 21 gols sofridos, continuamos com a defesa menos vazada e um saldo positivo de 25 gols, nove a mais do que o Vitória (16) - segundo colocado na competição e nesse quesito.

Depois dos dez dias sem jogos, esperava-se que  Ricardo Gomes mandasse à campo a formação que considera ideal já que não teve oportunidade de fazê-lo desde que chegou ao clube. Mas problemas de última hora vão adiar essa possibilidade de novo. Com o desfalque anunciado de Carleto, que levou o terceiro cartão amarelo e de Luis Ricardo, que sentiu um desconforto e fica fora do jogo, deveremos ter o jovem Diego na lateral direita e Giaretta improvisado na esquerda na vaga de Carleto.

Aposto na efetivação da dupla de atacantes formada por Navarro e Neilton já melhor condicionados após a semana inteira de treinamentos. Existe ainda a possibilidade da entrada de Elvis no lugar de Neilton tornando o time mais cauteloso. Roger Carvalho deve formar a dupla de zaga com Renan Fonseca que volta recuperado do desconforto muscular sentido no último jogo. Lindoso fez uma boa partida contra o Macaé e deve ser efetivado como 1o. volante ao lado de Arão.

Fernandes foi o destaque do time nas últimas partidas e parece ter ganho a vaga de titular ao lado de Daniel Carvalho. Sem Luis Henrique, que está à serviço da Seleção, Ronaldo deve aguardar no banco uma oportunidade de estrear, com Sassá ficando como primeira opção.

Sendo assim, o time provável pra enfrentar o Sampaio vai de Jefferson (403 jogos), Diego, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Giaretta; Lindoso, Willian Arão, Fernandes e Daniel Carvalho; Neilton (Elvis) e Navarro.


Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com