domingo, 1 de novembro de 2015

QUASE LÁ: Análise da 33ª RODADA com vitória do BOTAFOGO no "clássico" contra o Bahia




Neilton comemora com a torcida o gol único
da vitória do Botafogo sobre o Bahia
O Botafogo deu um passo decisivo rumo à Série A do Brasileirão 2016 ao bater o Bahia por 1 a 0 na tarde/noite do último sábado, no Nilton Santos, diante de mais de 20 mil torcedores.

Depois da excelente vitória sobre o Náutico por 4 a 1 na Arena Pernambuco, o Botafogo honrou a sua condição de mandante da partida e venceu o "clássico" entre as duas equipes mais tradicionais da Série B desse ano. Era o Líder contra o 4º colocado e deu Fogão, agora mais líder do que nunca com a combinação de resultados.

Dessa forma, o Alvinegro vai confirmando o seu decantado favoritismo à uma das quatro vagas do acesso e parte com força para a conquista do título da competição. Já o Tricolor baiano ainda vai ter que ralar muito pra garantir a sua vaga faltando apenas cinco rodadas para o final do competição.

Neilton foi o nome do jogo ao marcar o gol da vitória alvinegra logo no início do segundo tempo espantando pra bem longe do Niltão qualquer possibilidade de maldição no dia consagrado às bruxas. E pra isso, contou com o apoio incondicional da torcida alvinegra que compareceu em bom número e cantou o tempo todo. Uma festa que se continuou na saída do estádio, não só pela vitória que praticamente garantiu o acesso, mas também pela postura firme do time em campo, totalmente diferente do marasmo demonstrado na derrota para o Ceará por 1 a 0 há duas rodadas atrás. Além de Neilton, Jefferson (sempre), Renan Fonseca e Daniel Carvalho também se destacaram com atuações convincentes.

Apesar do bom número de torcedores nesse jogo que foi disputado em horário e dia ideais, o time carioca possui apenas a sétima melhor média de público da Série B, com 7.917 por partida. O clube, que sofreu com uma quantidade enorme de jogos em casa marcados para dias de semana/tarde da noite para atender aos interesses da emissora de TV, está atrás de Bahia, Paysandu, Ceará, Santa Cruz, Vitória e Sampaio Corrêa. Mas seguimos em frente contra tudo e contra todos.


Bastidores: Botafogo 1x0 Bahia



Desde o começo do jogo, o Bota tomou as rédeas da partida e pressionou o adversário em seu próprio campo. Criou várias situações de gol sem no entanto convertê-las. Ficou a impressão de que esse jogo era pra Navarro, diante da quantidade de bolas que cruzaram à área sem que Neilton ou Sassá, que chegou a mandar uma bola na trave, chegassem nelas. Pouco depois do lance, o artilheiro da temporada se contundiu e foi substituído por Ronaldo.

Cansado de ser pressionado, o time baiano adiantou a zaga, equilibrou o jogo e levou algum perigo ao gol de Jefferson que, numa cabeçada certeira do zagueirão Gabriel Valongo, fez uma defesaça daquelas pra colocar no DVD particular do jogador e chamar a atenção de Dunga.

O Botafogo voltou mais ligado ainda para o 2º tempo e logo aos 5' abria o placar. Neilton tabelou com Ronaldo já dentro da área que devolveu a bola de calcanhar na medida para que o "serelepe" batesse no canto, longe do alcance do goleiro. Um golaço que parece ter saído dos intensos treinamentos daquele período sem jogos (14 dias). A mão do treinador se fez presente tanto na organização do time em campo, como nas jogadas de ataque mais elaboradas vistas nos últimos dois ou três confrontos.

Aos 19', Neilton teve uma indisposição e pediu para sair, com Lulinha entrando em seu lugar com. Aos 26', foi a vez de Diego Jardel entrar no lugar de Camacho que fez uma boa partida até cansar. O Bahia também mudou jogadores e buscou o empate a todo custo mas encontrou um Botafogo bem postado na defesa e consciente do que deveria fazer em campo. Tanto foi assim que, mesmo pressionado, o time não recuou e ainda criou outras chances de ampliar o placar. Foi mais uma grande jornada do Glorioso que parte com tudo para garantir a classificação definitiva contra o Criciúma, no sábado que vem, já de olho no título.


Tabela atualizada com os jogos da 33ª rodada
Com os resultados da 33ª rodada, que teve início na noite de terça-feira com as vitórias do América-MG sobre o Boa Esporte e do Santa Cruz sobre o Criciúma e foi encerrada na noite de sábado com o Sampaio Corrêa vencendo o ABC, o Botafogo se consolidou na liderança com expressivos 65 pontos, oito a mais do que o América-MG e Vitória, 2º e 3º colocados, com 57 pontos. Para o 4º colocado Bahia (54), a diferença já é de onze pontos.


O 5º colocado agora é o Sampaio Corrêa com 53 pontos. Isso equivale dizer que, com a atual diferença de doze pontos para o quinto, o Botafogo precisa de mais três dos quinze possíveis para sacramentar sua volta à Série A com quatro rodadas de antecedência. Mais uma vitória e alcançamos o grande objetivo da temporada.

Seguem na briga por vaga, o Santa Cruz em sexto, o Paysandu em sétimo e o Náutico em oitavo, todos com 52 pontos e escalonados pelos critérios de desempate. O Bragantino (51) e o Luverdense (48) perderam força nessa reta final mas não estão descartados matematicamente.

Depois de vencer o Náutico (8º) em Recife e o Bahia (4º) no Rio, o Alvinegro viaja para encarar o Criciúma (15º) e o Luverdense (10º), times já sem grandes pretensões na disputa. Depois dos dois compromissos fora, o clube volta ao Nilton Santos para receber o Santa Cruz (6º) que briga por vaga. Já na penúltima rodada, o Bota sai para enfrentar o ABC (18º) em Natal com o adversário virtualmente rebaixado e encerra a sua participação dentro de casa, onde recebe o América-MG (2º), provavelmente já com a vaga assegurada na elite em 2016, naquele que pode ser o jogo do título. Portanto, dos cinco jogos restantes, em três deles vamos enfrentar adversários que ainda estão vivos na disputa.


Confira a tabela completa e os próximos jogos do Botafogo e de todos os concorrentes em>http://felipaodf.blogspot.com.br/p/carregando-tabela-do-brasileirao_21.html



Situação do Botafogo na competição
após a 33ª rodada
Faltando cinco rodadas para o grande final, o Botafogo continua tranquilo na liderança (veja os números do Alvinegro na tabela ao lado), quase classificado e com uma mão na Taça.

O aproveitamento do Glorioso que era de 64.6% chegou a 65,7% com a última vitória. Uma campanha surpreendente com 19 vitórias, 8 empates e 6 derrotas em 33 jogos.

Como mandante o aproveitamento é de 75,5%. Foram 37 pontos conquistados nos jogos em casa. Já como visitante, o aproveitamento é de 58,3% e continua o melhor da competição, com 28 pontos.

Além do acesso, a probabilidade de o Alvinegro ser campeão da Segundona era de 88% antes dessa rodada conforme o cálculos dos matemáticos de plantão. O número mágico para o feito gira em torno dos 74 pontos. Faltam, portanto, 9 pontos em 15 possíveis até o final da competição.

Com mais um gol na rodada, o ataque alvinegro continua sendo disparado o melhor da Série B, agora com 57 gols. Temos também a defesa menos vazada, com 25 gols sofridos, o que dá um saldo expressivo de 32 gols, quatorze a mais do que o Vitória, segundo colocado no quesito e terceiro na competição.


Veja na tabela abaixo os próximos compromissos do Botafogo até o final da competição:



O jogo contra o Bahia ainda não foi o da volta mas a vitória nos deixou na beirada para consegui-la matematicamente já no próximo sábado, contra o Criciúma, no Heriberto Hulse, em Santa Catarina, bem longe da torcida do Rio. Estaremos grudados na TV torcendo para que isso aconteça e acabe de vez com essa agonia de Série B. Saudações!


Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com