domingo, 28 de fevereiro de 2016

Classificados para a próxima fase, Botafogo e Vasco fazem um clássico de líderes





Arte do site PREMIERE
Vasco e Botafogo se enfrentam neste domingo em São Januário (19hs) num clássico entre os líderes da competição. As duas equipes tem as melhores campanhas até o momento, lideram seus respectivos grupos e estão antecipadamente classificados para a próxima fase. 

Os Cruzmaltinos tem a melhor campanha do Grupo A, com 17 pontos (5 vitórias e 1 empate) e os Alvinegros, do Grupo B com 18 pontos (6 vitórias em 6 jogos). Pelo regulamento, apenas os quatro primeiros colocados de cada grupo avançam para a segunda fase e seguem na luta pelo título. Os demais, brigam entre si para se livrarem do fantasma do rebaixamento.

Esse é o último clássico da fase de classificação do Campeonato Carioca e o segundo de cada uma das equipes. No primeiro, o Vasco venceu o Flamengo por 1 a 0 em jogo válido pela 4a. rodada e o Botafogo venceu o Fluminense por 2 a 0 na quarta-feira passada, em jogo válida pela 6a. rodada. 


Enquanto o Vasco não passou de um empate contra a Friburguense (2 a 2) na última rodada, o Botafogo vem de uma boa vitória sobre o Fluminense (2 a 0) que lhe deu moral pra sequência do campeonato quando a competição entra numa fase mais decisiva. Nessa fase de classificação, chegar em primeiro não confere nenhum tipo de vantagem para a próxima fase.

A vitória no primeiro clássico do ano fez com que a torcida alvinegra começasse a enxergar uma luz no fim do túnel depois de longo tempo. Mesmo com as cinco vitórias consecutivas sobre os chamados "pequenos", o Glorioso não estava convencendo seus torcedores em razão do baixo rendimento técnico apresentado até aqui. Com a vitória sobre o Flu, a coisa melhorou um pouco e a esperança se renova com a possibilidade de fazermos uma campanha regular nas competições nacionais que vem por aí - Brasileirão e CdoBDe certa forma, os clássicos estaduais contra Flu e Vasco e os que virão a seguir na 2a. fase da competição, serão os balizadores do potencial desse grupo para a sequência da temporada. 



Tabela atualizada do Grupo B do Carioca
O Botafogo estreou no campeonato com uma vitória sobre o Bangu por por 2 a 0, sem encontrar dificuldades. Já contra a Portuguesa, a equipe não se houve bem e só confirmou a vitória (2 a 1) no finalzinho do jogo com gol do estreante Lizio. 



O mesmo aconteceu na 3a. rodada, contra o Macaé. Fizemos um gol no começo do jogo, com Gervasio Nuñez de pênalti, e tivemos que contar com a estrela de Jefferson pra garantir o placar de 1 a 0. 

Na 4a. rodada, vencemos o Resende em Volta Redonda por 1 a 0, com gol de Luis Henrique, e a história voltou a se repetir. Mesmo fazendo o gol no começo do jogo como em outras ocasiões nesse Carioca, o Botafogo não manteve o ritmo de jogo e dessa vez, além de Jefferson, tivemos que contar com as traves pra voltar de lá com a vitória.

No quinto compromisso, às vésperas da semana dos Clássicos, Ricardo Gomes inovou na escalação e veio pro jogo com um tripé de volantes. Em parte, a experiência do falso ferrolho deu certo mas Luis Henrique, que abriu o placar aos 21'/1o.T, continuou muito isolado lá na frente. A vitória por 2 a 1 foi justa apesar de ter vindo só no finalzinho com o gol marcado por Neilton de pênalti. Foi a primeira partida do atacante no campeonato. 

Depois dessa sequência de vitórias contra os pequenos, vencemos também o Fluminense no primeiro clássico do Alvinegro no Carioca. O placar de 2 a 0 construído ainda no 1º tempo foi modesto diante da superioridade do time de Ricardo Gomes na etapa inicial. 

O treinador surpreendeu a torcida e o adversário ao mandar à campo uma dupla de atacantes vindos da base - Luis Henrique e Ribamar. Com a manutenção do tripé de volantes e uma zaga inédita formada por Joel Carli e o jovem Emerson, Gomes conseguiu dar ao time, o equilíbrio que todos esperavam e o Botafogo superou o rival com tranquilidade.  

Foi a melhor exibição do time na temporada, o que serviu para amenizar a angústia do torcedor botafoguense que andava (e ainda anda) muito desconfiado da capacidade desse grupo.  

Veja o que escrevemos sobre essa importante vitória e porquê ela vei mais fácil do que se esperava: Botafogo bate o Tricolor com nó tático de Ricardo ...

Méritos totais para Ricardo Gomes que, apesar de ser um dos mais cornetados do grupo (já na escalação a galera cai em cima nas redes sociais), vai montando um time organizado e aguerrido mesmo tendo um elenco modesto nas mãos. Um time que dá sinais de que pode encarar um rival de frente e vencer jogando um bom futebol. Ganhar um clássico é sempre bom: alivia o sofrimento da torcida e dá confiança aos jogadores. Só não pode trazer uma tranquilidade excessiva aos nossos dirigentes para que não retardem ainda mais as prometidas contratações. 

O Botafogo dominou o primeiro tempo, abriu o placar com gol de Gegê (10') e fechou com o gol do jovem Ribamar (23'), o primeiro dele como profissional. O Fluminense melhorou na etapa final mas pouco incomodou o goleiro Jefferson. Com boa marcação, os botafoguenses administraram o resultado construído no começo do jogo e saíram com uma merecida vitória no final.


Para entender como o time do Bota se comportou taticamente nesse jogo, veja a análise do botafoguense @FogoTatico em https://fogotatico.wordpress.com/2016/02/26/2345meia78/ …




Infográfico da Gazeta Esportiva
A única equipe do campeonato com 100% de aproveitamento - seis vitórias em seis jogos disputados -, o Bota lidera o Grupo B com 18 pontos, cinco a mais do que o 2o. colocado, o Flamengo que tem 13.Madureira (11) que já jogou na rodada e América (7) que joga no domingo, ocupam o terceiro e quarto lugares do grupo e ainda lutam para passarem pra próxima fase.  

Para o jogo deste domingo
, Ricardo Gomes deve repetir o time que venceu o Flu com uma única modificação. Neilton, já melhor condicionado, deve começar o jogo com Luis Henrique deixando o time. 


Renan Fonseca, já recuperado de um desconforto na coxa que o tirou do jogo contra o Fluminense, está à disposição mas deve aguardar no banco a chance de voltar à equipe já que Carli e Emerson Santos (da base) fizeram uma boa dupla no clássico.



Salgueiro deve ficar no banco como 
opção contra o Vasco
Quanto ao meia-atacante Salgueiro, que estreou contra o Fluminense entrando no final do jogo e quase deixa o seu num chute potente por cima da trave, deve entrar no segundo tempo se as condições do jogo estiverem tranquilas e favoráveis. 

No mais, é torcer para um bom jogo. Que as duas equipes busquem a vitória o tempo todo e só o Botafogo consiga, mantendo os 100% de aproveitamento em jogos oficiais.

Com os dois times já classificados para a próxima fase, espera-se um jogo mais solto e descompromissado, possivelmente com muitos gols. Vamos aguardar a confirmação das escalações e ver no que vai dar.


FICHA TÉCNICA DO JOGO:


VASCO X BOTAFOGO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28 de fevereiro de 2016 (Domingo)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Mauricio Machado Coelho Junior (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)

VASCO: Martin Silva, Madson, Luan, Rodrigo (Rafael Vaz) e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henriqe e Duvir Riascos

Técnico: Jorginho

BOTAFOGO: Jéfferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Aírton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Gegê; Neilton (Luis Henrique) e Ribamar
Técnico: Ricardo Gomes

VEJA O JOGO COM A GENTE: