quinta-feira, 10 de março de 2016

Depois de ir bem nas preliminares, Botafogo define time para a disputa da TGB




Montagem de Capa do GE
O BOTAFOGO voltou aos treinamentos na última terça-feira visando o clássico contra o Fluminense válido pela 1a. rodada da Taça Guanabara - a segunda fase do confuso Campeonato Carioca. O jogo está marcado para o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 18h30 do próximo domingo.


O Alvinegro terminou a primeira fase invicto e com a melhor campanha entre os todos os participantes do campeonato. Com um time modesto mas ajustado, somou 22 pontos em oito rodadas disputadas até aqui. Foram sete vitórias e apenas um empate - no clássico contra o Vasco - e um aproveitamento 91,7 %, o que não lhe deu nenhum tipo de vantagem para a fase que se inicia domingo, provando o quanto é esdrúxulo o regulamento aprovado pelos clubes participantes capitaneados pela FERJ.


Mesmo com um time todo modificado, onde apenas o goleiro Jefferson e atacante Ribamar eram os únicos titulares, o Botafogo conseguiu vencer o Boavista (1 a 0) que, mesmo perdendo a invencibilidade, conseguiu se classificar e passa a integrar, assim como o Bota, o Grupo C formado pelas quatro equipes mais bem posicionadas em cada um dos dois grupos da fase anterior. Passaram: Vasco (20), Boavista (15), Fluminense (13) e Bangu (11) pelo Grupo A; e Botafogo (22), Flamengo (19), Volta Redonda (13) e Madureira (12) pelo Grupo B que jogam entre si em turno único.


Para o Alvinegro, o jogo serviu para que o técnico Ricardo Gomes observasse os jogadores que não vinham sendo aproveitados já pensando na sequência da temporada onde as exigências de desempenho, principalmente nas competições nacionais, se estabelecem num patamar bem mais elevado do que no Campeonato Carioca mesmo com os Clássicos.


Infográfico do site Gazeta Esportiva - Todos começam do zero.
Veja qual era a expectativa para esse jogo depois de confirmada a escalação de um time alternativo após os Clássicos: Com Salgueiro e Neilton confirmados, Botafogo enca...


Dos jogadores experimentados, quem melhor aproveitou a chance foi o meia Fernandes que, além de ter marcado o gol único da partida (44'/2o.T), mostrou qualidades nos desarmes e nos chutes a gol de fora da área. Com a atuação de domingo, Fernandes se coloca como a primeira opção de Gomes caso queira mexer na ajustada primeira linha de defesa agora formada por três volantes - Airton, Bruno Silva e Lindoso -, e pode pintar como titular já na próxima partida na vaga de Lindoso.


Dos demais jogadores testados, os defensores não foram muito exigidos e fizeram partidas dentro da normalidade. A exceção ficou por conta do lateral-esquerdo Jean que continua com o problema de não fazer a melhor escolha para as jogadas que pintam pelo seu lado, assim com o volante Diérson, que não evolui com a bola e só toca pra trás. Pelo meio, os gringos Yaca Nunez, Lizio (que veio do banco) e Salgueiro, ainda sem o preparo físico ideal, ficaram devendo. Faço ressalvas ao meia Salgueiro que, visivelmente desentrosado com os companheiros, começava uma partida pela primeira vez como titular desde que chegou ao clube. Começou muito ativo na partida, mostrando bom trato com a bola, reclamou muito do calor, e foi murchando na medida que o seu fôlego foi se esvaindo. A atuação culminou com a perda de um pênalti sofrido por Ribamar (7'/2o.T) e mal batido por ele quando o jogo ainda estava 0 a 0. Salgueiro, a essa altura já muito cansado, não era a melhor opção para cobrar a penalidade estando Neilton em campo.


Neilton, que ainda procura a melhor forma e também começava uma partida pela primeira vez, também não foi bem e sucumbiu com o time muito modificado. Isso preocupa porquê ele e Salgueiro são tratados como titulares, fazem parte do projeto de time idealizado por Gomes e gozam do status de principais reforços da temporada até aqui. Na frente, só sobrou o Ribamar que se esforçou e teve mais uma boa atuação depois de ter o seu contrato renovado até 2018, com um poupudo e merecido reajuste salarial que eleva a multa contratual para o patamar de 24 milhões.


Leia também essa reflexão após os jogos contra Flu e Vasco: Depois de se dar bem nos clássicos, Botafogo busca...


De hoje até sexta-feira, Ricardo Gomes deve definir a equipe que estreia na Taça Guanabara contra o rival Fluminense que vem de técnico novo e ainda está enrolado com os jogos da Liga. Levir Cupi assumiu o cargo depois de Eduardo Batista ser demitido logo após a derrota para o próprio Botafogo (2 a 0) a duas semanas atrás.


Com a defesa consolidada com Carli e Emerson da base, meu palpite é de que Gomes manterá o time que começou os clássicos contra Flu e Vasco com uma única modificação: Neilton no lugar de Luis Henrique formando dupla com o jovem Ribamar lá na frente. Vamos aguardar pra ver.


Com isso, a escalação mais provável para domingo seria: Jefferson, Luis Ricardo, Carli, Émerson, Diogo Barbosa, Airton, Bruno Silva, Lindoso, Gegê, Neilton e Ribamar. Você, torcedor, tem algum outro palpite? Deixe suas impressões sobre a preparação do time nos comentários da página!








Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com