sábado, 2 de abril de 2016

Do jeito que vierem, é lona pra eles!



Cartaz de promoção do jogo (Botafogo Oficial) 
Como escrevi no post passado, o clássico contra o Flamengo dispensa preleção motivacional porque para um jogo com essa dimensão, ela sempre esteve inserida no cardápio desde os primórdios do tempos.


Depois de ter enfrentado Vasco (1 a 1 e 0 a 1) e Fluminense (2 a 0 e 1 a 1) duas vezes na competição, a primeira vez contra o Flamengo é a mais aguardada pelo torcedor alvinegro. Clique no link e veja: Blog do Felipaodf: Um jogo que não precisa de preleção


Sem sombra de dúvidas, o rubro-negro é nosso rival preferido. No caso do jogo de hoje, a ansiedade se amplia por algumas razões peculiares. Uma delas é o fato de, em razão das circunstancias, não termos enfrentado o "império" desde o Carioca do ano passado. O último confronto entre os dois foi em março de 2015 no Maracanã e o Glorioso venceu por 1 a 0.


Outro ingrediente especial do clássico é a presença de Willian Arão jogando com a camisa rubro-negra. O jogador desertou das trincheiras alvinegras mesmo tendo um compromisso de renovar o contrato no fim de sua vigência demonstrando, dessa forma, uma ingratidão descabida após se projetar no cenário brasileiro graças ao clube da Estrela Solitária que o tirou do ostracismo no começo da temporada passada.


A partida, que tem o mando do Botafogo, está marcado para esse sábado, às 16h00, no Estadio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora, um dos maiores redutos botafoguenses fora do Rio. A perspectiva é de uma boa presença de torcedores alvinegros no estádio em razão da pré-venda de ingressos ter sido boa e da festa que a torcida vem fazendo desde que o time chegou à cidade na tarde de sexta-feira. É pra Lotar!


Depois de vencer o Volta Redonda por 2 a 0 com certa facilidade no meio de semana e se colocar na terceira posição da tabela, o Botafogo utilizou o único dia de treinamento (sexta-feira) pra relaxar e recuperar os atletas que já dão sinais visíveis de estafa com a sequência de jogos das últimas semanas.


Tabela de classificação após a 4a. rodada da TGB
O Bota cumpriu o dever de casa ao vencer o Voltaço e, com sete pontos ganhos, se manteve no G-4 da TGB. Já o rival, não passou de um empate no clássico contra o Vasco (1 a 1) e segue na sexta posição com cinco pontos, fora da zona de classificação para a próxima fase - apenas os quatro primeiros seguem na disputa do título de Campeão Carioca.


O Botafogo vai para o embate com uma equipe quase completa. Na sexta foi confirmada a ausência do zagueiro Emerson que, mesmo tendo melhorado do desconforto muscular que o tirou do último jogo, continua de fora por precaução. O substituído será novamente o Mr. Barba (Renan Fonseca), confirmado por Ricardo Gomes.


Boa fase do Botafogo não tira atenção do elenco para
 disputa de clássico (Foto:Vitor Silva/SSPress)
Por outro lado, Luis Ricardo treinou normalmente e deve retornar ao time no lugar de Diego, que deu conta do recado enquanto o titular esteve ausente.


Quanto ao Airton, o volante reassume a posição de titular depois de cumprir suspensão, na vaga ocupada por Fernandes no último jogo. Gegê também deve voltar ao time já que a experiência feita por Gomes com Gervásio Nunez não foi muito bem sucedida. Mesmo passados dois meses treinando com o grupo, o gringo parece não ter se entrosado e teve produção perto de zero, inclusive desperdiçando várias jogadas de contra-ataque do time quando o jogo ainda estava 1 a 0.


Mais motivados do que nunca estão Rodrigo Lindoso e Joel Carli por terem marcados os seus primeiros gols com a camisa alvinegra na vitória de 2 a 0 sobre o Voltaço, um em cada tempo. O volante em cobrança de pênalti sofrido por Ribamar e o zagueirão, de cabeça, escorando uma cobrança de falta de Gegê pela direita. Outro motivadão para o clássico é o garoto Ribamar que, em menos de três meses, foi de tapa-buracos no grupo principal a titular da equipe e agora, vê o seu esforço reconhecido com a convocação para a Seleção Brasileira Sub-20. É a Glória para ele e a consolidação de um bom começo de carreira.


Do adversário, nada sei e nem quero. Do jeito que vierem, é lona pra eles!


Veja aí como os dois times devem entrar em campo:


BOTAFOGO X FLAMENGO


Local: Estádio Municipal Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data: 2 de abril de 2016
Horário: 16h
Árbitro: Luis Antonio Silva dos Santos (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Wagner de Almeida Santos (RJ)

BOTAFOGO: Jéfferson, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Joel Carli e Diogo Barbosa; Aírton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Gegê; Juan Salgueiro e Ribamar
Técnico: Ricardo Gomes

FLAMENGO:
Paulo Victor, Rodinei, Juan, Wallace e Jorge; Gustavo Cuéllar, Willian Arão e Ederson; Gabriel, Emerson Sheik e Paolo Guerrero
Técnico: Muricy Ramalho



Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com