sábado, 21 de maio de 2016

Botafogo encara o Sport em Recife, em busca da recuperação





Jogando na Ilha do Retiro, o Sport Club do Recife recebe o 
Botafogo de Futebol e Regatas amanhã! (Canal Premiere)
O Botafogo viajou ontem para o Recife onde enfrenta o Sport neste domingo, às 18h30, na Ilha do Retiro. A partida fecha a segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

No confronto de hoje, as duas equipes buscam reabilitação já que foram derrotadas em suas estreias na competição. Os cariocas foram surpreendidos em "casa" pelo time reserva do São Paulo que venceu a partida por 1 a 0 enquanto os pernambucanos enfrentaram o Flamengo em Volta Redonda e foram derrotados pelo mesmo placar.


O time alvinegro fez um treino leve na manhã de sábado em General Severiano e de lá partiu para a capital pernambucana. Em razão do acúmulo de jogos nesta e nas próximas semanas, Gomes abriu mão de fazer um trabalho mais específico com os titulares, preferindo descansar o grupo e evitar possíveis lesões. Segundo levantamento do Lancenet, dentro do espaço de 18 dias o Alvinegro terá disputado seis partidas - duas contra o Juazeirense, São Paulo, Sport, Atlético-PR e Fluminense - o que dá uma média de uma partida a cada três dias. Um número considerado elevado para um elenco em constante reformulação - jogadores continuam chegando enquanto outros são dispensados - e no momento, com muitos jogadores lesionados.


Veja como foi o dia de treinamento do Botafogo na quinta-feira: Botafogo trabalha duro, de olho no Sport


Essa condição adversa poderia ter sido amenizada caso o Botafogo tivesse eliminado os jogos de volta pela Copa do Brasil - competição disputada pelo clube concomitantemente ao Campeonato Brasileiro. Perdemos a chance de eliminar o Coruripe-AL e Juazeirense-BA nas duas primeiras fases da competição ao escalarmos times mistos. Foi uma estratégia adotada pelo clube já que na oportunidade, estávamos envolvidos com as finais do Carioca e preocupados com a estreia no Brasileirão onde uma vitória seria importantíssima para marcar a volta do clube à elite, e deu no que deu.


Pelo menos, com o time misto lançado contra os baianos na última quinta-feira, o treinador pode observar mais de perto o grupo de jogadores que recentemente chegou ao clube e outros que voltavam de contusão. Mesmo sem conseguir reproduzir o padrão do equipe titular nos seus melhores dias, quando as lideranças de Jefferson, Airton e Carli davam consistência ao sistema defensivo e padrão tático ao conjunto -, podemos destacar as atuações de Neilton, que entrou no decorrer da partida e foi incisivo ao marcar o gol da vitória já merecendo uma vaga entre os titulares; a volta do zagueiro Emerson, que atuou com desenvoltura mesmo sem ter forçado o jogo; do lateral-esquerdo Vitor Luís, que foi um dos destaques do jogo e vem se firmando na posição como um bom reserva pra D. Barbosa; e a presença do meia Marquinho, que na sua primeira chance como titular, se movimentou bem enquanto teve fôlego e mostrou que pode ser útil no restante da temporada na medida em que adquirir o entrosamento necessário com o grupo.


Infográfico com a posição do Botafogo no Brasileirão
(Gazeta Esportiva)

Já na primeira do Brasileirão bateu o desespero. O time perdeu para o São Paulo e o sinal de alerta foi ligado de imediato diante da falta de objetividade da nossa linha de frente.


Como de hábito, o time aplicou a estratégia de pressionar o adversário em seu próprio campo, manteve uma certa supremacia no jogo, mas a falta de objetividade de seus atacantes pôs tudo a perder novamente. Na única chance de gol que os paulistas tiveram, abriram o placar numa cobrança de falta na entrada da área cometida infantilmente por nosso zagueiro Renan. O gol saiu graças ao talento individual do jovem são-paulino Lucas Fernandes e na falha de nosso goleiro reserva, Helton Leite. Nos faltou qualidade técnica e fôlego pra buscar o resultado debaixo do sol do meio-dia, principalmente sem Jefferson, Carli, Diogo Barbosa e Airton que ficaram de fora e fizeram muita falta na estreia.


Com os resultados da primeira rodada, aparecemos na tabela ocupando a 15a. posição. Mas não se iludam com a colocação fora do Z-4  pois ela é fruto da simples formalidade de listar os sete clubes que não pontuaram na 1a. rodada em ordem alfabética. Vida que segue: precisamos somar 46 pontos ao longo da competição (19 jogos em casa x 3 pontos = 57 já seria fabuloso) e já perdemos a oportunidade de pontuar em "casa". Resta-nos agora buscar pontos no Recife contra o mordido Sport. Você acredita nessa possibilidade, torcedor?


Veja a tabela atualizado do Brasileirão e todos os jogos do Botafogo na competição: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/classificacao-carregando.html



Provável time do Botafogo para enfrentar o Sport neste domingo,
 na Ilha do Retiro (Ricardo Oliveira ‏@ricardomanchete)
Sem trabalhos táticos nos dias que antecederam ao jogo de hoje, não se pode cravar qual será a escalação. Mas, pela observação de "nossos olheiros", podemos arriscar um palpite nos guiando pela lógica do treinador, sabendo-se que os jogadores polpados contra o Juazeirense - Luis Ricardo, Rodrigo Lindoso, Leandrinho e Ribamar - estão à disposição assim como Gegê e Carli,  já liberados pelo departamento médico do clube.


Quem marcou presença ontem nos treinamentos foi o volante Airton, recém operado da coxa e o lateral Diogo Barbosa, em fase final de recuperação. A dupla fez uma movimentação leve em campo mas só voltam a ter condições de jogo no mês que vem.


Já o goleiro Jefferson, que foi submetido a uma cirurgia na última quarta-feira pra correção dos ligamentos do braço esquerdo, está de alta e pronto pra iniciar o processo de recuperação que deve ir até o mês de agosto, o que o afasta praticamente do primeiro turno da competição. Ontem, a surpresa ficou por conta da presença do goleiro Sidão que se apresentou para os treinamentos do dia. O jogador foi contratado às pressas pelo clube pra suprir a ausência do nosso Capitão. Que seja bem vindo, o Sidão!


Sendo assim, a melhor aposta para a formação que enfrenta o time de Oswaldo Oliveira seria Helton Leite, Luis Ricardo, Carli (Renan Fonseca), Emerson, Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Fernandes (Gegê) e Leandrinho; Neilton (Salgueiro) e Ribamar, à conferir amanhã.



FICHA TÉCNICA

SPORT-PE X BOTAFOGO-RJ


Local: Ilha do Retiro, em Recife-PE
Data: 22 de maio de 2016 (Domingo)
Horário: 18h30
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Marcia Bezerra Lopes Caetano (Fifa-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

SPORT: Magrão, Samuel Xavier, Henríquez, Durval e Renê; Serginho, Gabriel Xavier, Diego Souza, Lenis e Mark González; Vinícius Araújo

Técnico: Oswaldo de Oliveira

BOTAFOGO: Helton Leite, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Santos e Victor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Fernandes e Leandrinho; Neilton e Ribamar

Técnico: Ricardo Gomes


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.



 Por @FelipaoBFR / Botafogodeprimeira.com