quinta-feira, 19 de maio de 2016

Um jogo para espantar a zica que baixou em General





Chamada para o jogo em Los Lários, com oferta
 de 
translado + ingresso por 30 reais (SouBotafogo)
Depois de estrear no Brasileirão com derrota em casa contra o São Paulo por 1 a 0, o Botafogo volta a campo nesta quinta-feira, às 21h30, em Los Lários, para enfrentar o Juazeirense-BA no jogo de volta pela Copa do Brasil.


Como venceu o primeiro jogo em Juazeiro por 2 a 1, o Alvinegro joga hoje no Rio com a vantagem do empate. Até mesmo uma derrota por 1 a 0 daria a classificado ao time carioca para a terceira fase onde enfrentaria o Bragantino-SP que passou pelo Avaí e avançou na competição.


Ao bravo Juazeirense, resta vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar de modo direto ou devolver o placar do primeiro jogo decidindo, nesse caso, a vaga na cobrança de pênaltis. Outra possibilidade para os baianos é vencer por placar superior a três gols e passar direto, o que seria uma verdadeiro desastre para o Botafogo depois da derrota para o São Paulo no domingo pelo Brasileirão e ter perdido o seu goleiro titular por três meses por uma contusão rara. Uma classificação sem sustos, com uma vitória convincente mesmo com um time alternativo em campo, é tudo que precisamos para espantar o baixo astral que insiste em rondar General Severiano.


Na primeira fase da competição, Gomes escalou times mistos nos dois jogos tentando preservar os titulares envolvidos na decisão do Carioca e o Alvinegro teve dificuldades para passar pelo Coruripe-AL. Vencemos o primeiro jogo por 1 a 0 e empatamos o segundo, no Rio, por 1 a 1, na base do sufoco.


Leia o que escrevemos antes daquela partida decisiva contra o Coruripe, em Los Lários: Botafogo vai com time reserva contra o Coruripe


O goleiro Jefferson já em casa após a cirurgia bem
sucedida 
no braço esquerdo  Botafogo Oficial)
Já na segunda fase, em terras baianas, o Botafogo venceu o Juazeirense por 2 a 1 e por pouco não eliminou o jogo de volta já que foi superior ao adversário durante toda a partida e vencia por 2 a 0 até os 21 minutos do segundo tempo, quando Helton Leite, que havia entrada no lugar de Jefferson que sentiu uma lesão no braço esquerdo, falhou ao ser surpreendido numa cobrança de falta de Tony Galego. O goleiro, que entrou frio no jogo, ainda tocou na bola mas não impediu que ela entrasse.


O Alvinegro abriu o placar aos nove minutos com Neilton aproveitando uma bola desviada na zaga. O atacante, que foi um dos destaques da partida, entrou na área e tocou na saída do goleiro marcando um gol depois de muito tempo sem iniciar um jogo. No segundo tempo, ampliamos o placar logo aos quatro minutos com Emerson cabeceando para as redes após cruzamento na área desviado por Salgueiro.


Quanto a Jeffersom, o nosso capitão passou por uma cirurgia para correção de uma ruptura parcial no tendão do braço esquerdo na noite da última terça-feira e já está de alta em casa, pronto para iniciar a recuperação que deve durar cerca de três meses - Força Jefferson!


Veja quais eram as expectativas para o primeiro jogo em Juazeiro-Ba: Agora é Copa do Brasil



Provável time do Botafogo para enfrentar o Juazeirense, nesta
quinta-feira, pela CdoB (
Ricardo Oliveira @ricardomanchete)
Para passar de fase sem os sustos costumeiros, o time treinou na tarde de quarta-feira em General Severiano sem alguns dos titulares que devem ser poupados para o próximo jogo pelo Campeonato Brasileiro contra o Sport, no Recife - Luis Ricardo, Lindoso, Leandro e Ribamar - e uma volta confirmado - o zagueiro Emerson de 21 anos deve ir pro jogo e formar a dupla de zaga com Renan Fonseca depois de ficar de fora quase um mês se recuperado de uma lesão na coxa direita, lembrando que continuam sem condições de jogo, além de Jefferson, o zagueiro Carli, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, o volante Airton e o meia Gegê.


Salgueiro talvez seja preservado para o jogo contra o Sport, apesar de ter jogado apenas o segundo tempo contra o São Paulo.


Com isso, poderemos ver em campo um time formado por Helton Leite, Diego, Renan Fonseca, Emerson Santos, Vitor Luis; Fernandes, Bruno Silva, Marquinho e Salgueiro; Sassá e Luís Henrique, o que é um time razoável com plenas condições de levar o Botafogo à próxima fase. Há de se ressaltar nessa formação, além da volta muito aguardado do jovem zagueiro Emerson, a presença de Marquinho que veio do Macaé e pode ganhar nova chance depois de estrear contra o próprio Juazeirense na semana passada e apresentar boa movimentação. Destacamos também a nova dupla de atacantes formada por Sassá e Luiz Henrique que ganham novas chances de se firmarem como opções confiáveis para a sequência da temporada num tempo de vagas magras para o nosso ataque.


Uma outra opção foi testada por Gomes com as entradas Lizio e Gervasio "Yaca" Núñez nas vagas de Salgueiro e Marquinho, com menor probabilidade de ser escalada de cara. A dupla de estrangeiros ganharia assim nova chance de apresentarem alguma coisa a mais do que mostraram em quatro meses de clube e justificarem suas contratações.


Em razão das bolas aéreas do adversário, principal arma utilizada pelos baianos no jogo em Juazeiro, Gomes treinou exaustivamente a nossa defesa para evitar surpresas no jogo de hoje como ocorreu com Helton Leite no primeiro.


BOTAFOGO-RJ X JUAZEIRENSE-BA

Local: Estádio Los Lários, em Duque de Caxias (RJ)
Data: 19 de maio de 2016 (Quinta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

BOTAFOGO: Helton Leite, Diego, Emerson Santos, Renan Fonseca e Victor Luis; Bruno Silva e Fernandes; Marquinhos, Salgueiro, Sassá e Luis Henrique
Técnico: Ricardo Gomes

JUAZEIRENSE: Tigre, Alex Travassos, Emerson, Braz e Deca; Capone, Diego Teles, Everlan e Wanderson; Toni Galego (Sassá) e Nino Guerreiro
Técnico: Janilson Silva


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.



Por @FelipaoBFR/Botafogodeprimeira.com