quinta-feira, 5 de maio de 2016

Vamos lutar até o último momento pelo título






Joel Carli no treino do Botafogo em General Severiano 
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
O Botafogo cumpre hoje, em General Severiano, o último treino da semana aberto à imprensa visando o jogo contra o Vasco, no domingo, na disputa do título de Campeão Carioca de 2016.


O treinador Ricardo Gomes está confiante na reversão da vantagem cruzmaltina - qualquer empate favorece ao time da Colina - conseguida com a vitória por 1 a 0 no primeiro jogo, pelo simples fato do Botafogo ter sido superior ao adversário sem que tenha conseguido, no entanto, vencer o goleiro vascaíno. Já na análise da partida, ainda no Maracanã, Gomes lembrava do jogo contra o Fluminense na semifinal em que os tricolores tinham a vantagem do empate e foram vencidos por seus comandados: "Vamos lutar até o último momento pelo título".


No primeiro jogo, o Vasco se valeu da experiência de seus jogadores para segurar a pressão Alvinegra. Apesar do Botafogo mostrar ousadia, exercer uma marcação forte em todas as partes do campo e partir em contra-ataques bem encaixados pelo meio, não conseguiu furar o bloqueio cruzmaltino por absoluta falta de experiência e/ou deficiência técnica de seus homens de frente. Foram muitas as chances de gol perdidas por Bruno Silva, Salgueiro e Ribamar diante do goleiro vascaíno.


Ribamar no treino do Botafogo em General Severiano 
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
No segundo tempo, o adversário voltou melhor distribuído em campo e passou a pressionar a defesa alvinegra, especialmente pelo lado esquerdo onde Nenê, até então apagado na partida, resolveu aparecer. Numa rara oportunidade criada pelo time vascaíno, o baixinho Jorge Henrique marcou o gol único da partida (15'), escorando de cabeça, um cruzamento de Nenê não interceptado a tempo por Jefferson, que falhou no lance atrapalhado por Riascos.


Além da derrota injusta, há de se lamentar a expulsão do atacante Sassá que havia entrado para incendiar o jogo e tentar o gol de empate, na sua primeira partida no estadual já que passou seis meses se recuperando de uma cirurgia no joelho. Demonstrando muito ansiedade em campo, o jogador entrou de carrinho numa disputa de bola com o jogador Jorge Henrique e acabou atingindo o tornozelo do cruzmaltino. O árbitro não teve outra alternativa se não expulsar o alvinegro que saiu de campo transtornado com a atitude. mesmo com menos um em campo, o Botafogo continuou pressionando o Vasco e só não conseguiu o empate por milagre de seu goleiro.


Voltando aos treinamentos, ontem o Botafogo da decisão começou a tomar forma em campo. Vamos aguardar o que Gomes tem pra hoje, mas pelo segundo dia consecutivo o treinador optou por lançar Emerson ao lado de Carli na zaga e Fernandes na vaga de Gegê que, com dores musculares e contrato renovado até 2017, não treina com o grupo desde o começo da semana.


Airton no treino do Botafogo em General Severiano 
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Dessa forma, o time não deve ter uma formação muito diferente da que treinou, com  Jefferson, Luis Ricardo, Carli, Emerson Silva, Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Fernandes, Leandrinho; Salgueiro e Ribamar, apesar de Airton estar pronto para voltar ao time. Tentando confundir o adversário e buscando alternativas pra tornar o time mais ofensivo, Gomes testou Airton e Lizio nas vagas de Bruno Silva e Fernandes e depois, Diego e Neilton nas vagas de Luis Ricardo e Salgueiro.


Os novos contratados para o Campeonato Brasileiro - o lateral Victor Luís e o atacante Anderson Aquino - participaram das atividades integrando a equipe reserva enquanto os atacantes Marquinho e Geovane Maranhão correram ao redor do campo.


Hoje, pela manhã, as atividades voltam a acontecer em General Severiano, lembrando que precisamos vencer o Vasco por dois gols de diferença para levantar a Taça no domingo. Em caso de vitória simples, o título será decidido na cobrança de pênaltis.


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.



 Por @felipaodf/Botafogodeprimeira.com