sábado, 28 de maio de 2016

Vencemos a primeira e vamos com tudo pra cima do Flu




Chamada para o jogo contra o Flu em Volta Redonda com
 oferta de transporte pelo Botafogo (SouBotafogo)
Finalmente uma vitória no Brasileirão. Depois de estrear com derrota por 1 a 0 para o São Paulo em "casa" e não passar de um empate em 1 a 1 contra o Sport no Recife, o Botafogo conseguiu a sua primeira vitória na competição ao bater o Atlético Paranaense por 2 a 1 em Juiz de Fora, na noite de quarta-feira.


Com gols de Ribamar e Neilton, o Glorioso fez valer a sua condição de mandante e dessa vez conquistou os três pontos, mesmo passando por situações críticas na partida. Não fomos brilhantes, mas eficientes ao aproveitarmos as poucas oportunidades criadas no jogo. Para se ter uma ideia, no primeiro tempo o adversário teve amplo domínio das ações com 67% de posse de bola contra 33% do Botafogo e só não consegui melhor resultado pelas boas intervenções de Helton Leite que, em várias oportunidades, pode se redimir das falhas nos jogos anteriores. O meia Vinicius, ex-atleta do tricolor carioca, anotou o gol dos visitantes.


Estatísticas do 1º tempo de Botafogo x Atlético-PR (PFC)
Mesmo sem tocar muito na bola, o Botafogo abriu o placar aos 17 minutos do primeiro tempo com Ribamar que recebeu ótima assistência de Victor Luis, arrancou em velocidade para a área, aplicou um drible de corpo no goleiro Weverton e tocou para o fundo das redes. O Furacão não se abateu com o revez e continuou rondando a área alvinegra, tanto que aos 42 minutos, o rubro-negro Ewandro mandou uma bomba na trave esquerda do goleiro botafoguense.


No segundo tempo o panorama não mudou e o time paranaense acabou conseguindo o empate aos 13 minutos. Tiago Heleno dividiu com a zaga e a bola sobrou para Vinicius que encheu o pé, sem chances para Helton Leite. O Botafogo se descontrolou um pouco mas, incentivado pela torcida, continuou buscando o resultado. E ele veio aos 27 minutos por meio de Neilton que havia entrada no lugar de Gegê. O atacante recebeu um belo passe de Salgueiro na entrada da área e encheu o pé estufando a rede de Werveton que nada pode fazer. Com o placar favorável, o Botafogo conseguiu manter o resultado com muito sacrifício diante da pressão atleticana até o último minuto da partida.


Com os três pontos garantidos, um único fato a lamentar na partida: aos 36' do primeiro tempo, o volante Rodrigo Lindoso sentiu um problema muscular e teve que ser substituído por Marquinhos. Hoje, após avaliação do Departamento médico do clube, ficou comprovada a gravidade da lesão na coxa que afastará o jogador dos gramados por um mês, aumentando as estatísticas de atletas lesionados no Fogão. No momento, são seis jogadores no estaleiro sendo cinco titulares: Jefferson, Carli, Diogo Barbosa, Airton, Luis Henrique e agora, Lindoso.




Infográfico da Gazeta Esportiva com o rendimento do
 Botafogo no Brasileirão
Com os três pontos da partida, o Botafogo deixou a 17ª. posição para assumir a oitava, bem longe do Z-4. Pelas estatísticas dos campeonatos anteriores, precisaremos somar cerca de 46 pontos para nos livrar-nos do fantasma do rebaixamento que ainda assombra o torcedor alvinegro e agora só faltam 42.


Com três rodadas completadas, o Botafogo conseguiu somar quatro pontos na tabela com uma vitória, um empate e uma derrota o que equivale ao índice de 44% dos pontos disputados.


Até o final da competição faremos 19 jogos em “casa” e, caso vencêssemos todos, somaríamos 57 pontos nos livrando desse pesadelo, com folga. Mas esse índice é impossível de ser atingido até mesmo para as equipes mais bem estruturadas do campeonato. Dos dois jogos disputados com mando nosso, perdemos o primeiro para o São Paulo e vencemos o CAP, no segundo. 


Veja a tabela atualizado do Brasileirão e todos os jogos do Botafogo na competição: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/classificacao-carregando.html



Tabela atualizada cos os dez primeiros colocados 
após o encerramento da 3ª rodada do Brasileirão
O Botafogo voltou aos treinos na sexta-feira pela manhã em General Severiano sem a presença dos titulares que permaneceram na academia em atividades leves de regeneração. Com o acúmulo de jogos nas últimas semanas e o fantasma das lesões rondando o grupo, o treinador não tem muita opção.


Veja o que escrevemos sobre a maratona de jogos - um a cada três dias - nas últimas semanas, no post de pré-jogo contra o CAP: Botafogo encara o Furacão em Juiz de Fora em busca...


As atividades de hoje não foram diferentes daquelas que antecederam aos jogos contra o Sport e Atlético. Sem poder contar com os titulares e sem tempo pra treinamentos táticos, Ricardo Gomes reuniu os jogadores disponíveis no gramado e tentou acertar detalhes de posicionamento na base da conversa e treinos técnicos em campo reduzido.

Sem poder contra com Lindoso, a tendência é que Fernandes jogue mais recuado abrindo vaga para a volta de Leandrinho pelo meio ou mesmo a entrada de Neilton lá na frente, já que o aproveitamento de Diérson, jovem especialista da posição, é considerada arriscada tratando-se de um clássico.


Com isso, poderemos ver em campo no domingo um time teoricamente mais ofensivo do que o habitual com Helton Leite, Luis Ricardo, Emerson, Emerson Silva, Victor Luís; Bruno Silva, Fernandes, Gegê, Leandrinho (Neilton); Salgueiro e Ribamar.


O Botafogo atingiu um ponto crítico no seu elenco em razão das sérias baixas por contusões. Com isso a Diretoria se viu obrigada a aumentar o ritmo de contratações na tentativa de recompor o grupo para a sequência da competição. Porém, muitos desses jogadores só poderão atuar pelo alvinegro a partir do dia 20 de junho quando se abre a janela de transferência  internacionais. É o caso dos atacantes Gustavo Canales (ex-Univerdad de Chile) e Rodrigo Pimpão (ex-Emirates Club) e do meia Camilo (ex-Al Shabab). Outros já se encontram a disposição e vem sendo utilizados pelo técnico Ricardo Gomes como é o caso do atacante Anderson Aquino (ex-Linense); o meia Marquinho (ex-Macaé) e o lateral-esquerdo Victor Luis (ex-Palmeiras) que tomou conta da posição aproveitando o tempo de afastamento do titular Diogo Barbosa.


Figuram ainda na lista, o atacante Geovane Maranhão (ex-Madureira) e o goleiro Sidão (ex-Audax) que ainda não estrearam. Preocupado com o afastamento longo dos volantes Airton e Lindoso, o Botafogo agiu rápido e anunciou a chegada do experiente Dudu Cearense (ex-Fortaleza) para a posição e ainda tenta a contratação do meia Alex, do Inter, pra fechar o ciclo.


O Alvinegro enfrenta o Fluminense, no próximo domingo, às 16h, no Raulino Oliveira, em Volta Redonda pela quarta rodada do Brasileirão.


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


 Por @FelipaoBFR Botafogodeprimeira.com