sábado, 18 de junho de 2016

Tudo pronto pra enfrentar o freguês paulista




Chamada do jogo contra o Corinthians com destaque
 para Sassá, artilheiro do Botafogo (Botafogo Oficial)
A última vez que escrevi aqui no blog, o técnico Ricardo Gomes andava meio perdido em busca de um time capaz de manter a dignidade do clube nesse começo conturbado de Brasileirão enquanto aguardava o retorno de desfalques importantes e a estreia dos novos contratados a partir do jogo contra o Figueirense na quarta-feira, em Juiz de Fora - primeiro Camilo, depois Pimpão e com um prazo maior, o atacante Canales.

Veja a campanha até a 6a. rodada: uma derrota na estreia para o SP, um empate com o SPO, uma vitória contra o CAP e três derrotas seguidas contra o FLU, CRU e SAN.

A montagem do time a cada semana estava condicionada aos retornos de jogadores como Jefferson, Luis Ricardo, Carli, Emerson, Diogo Barbosa, Airton e Rodrigo Lindoso, todos titulares e do jovem Luis Henrique, o que não é pouco, cada um a seu tempo.


Veja no post: Blog do FelipãoBFR: Procura-se um time pra chamar de Botafogo


Era a semana que antecedia o jogo contra o Vitória em "casa" depois de levarmos uma varada dos garotos do Santos por 3 a 0 em pleno Pacaembu. Uma semana conturbada que começou com protestos de organizadas em General Severiano justamente quando o grupo iniciava os treinamentos. Por isso e em razão das péssimas condições do campo na sede, o departamento de futebol se mudou com tudo para o Cefat, em Vargem Bonita, onde o time se concentrou e treinou até à véspera da viagem à Volta Redonda.

O jogo antes programado para a Arena Botafogo foi transferido para o Raulino de Oliveira onde as dificuldades para a torcida do Rio são imensas. A Arena continua em obras sem prazo para ficar pronta. Depois de anunciarem os jogos contra o Vitória e Figueirense, a perspectiva é que seja inaugurada no jogo contra o Santa Cruz, dia 03/07, o que é uma bola fora da administração com os torcedores já que criou falsas expectativas que não pode honrar. Para o time, o prejuízo é significativo já terá que o planejamento foi alterado com a inclusão de mais duas viagens para fora do Rio quando poderia fazer valer a sua condição de mandante jogando em seus domínios.

Era a 7ª rodada e o Glorioso segurava a lanterna do campeonato, posto alcançado muito antes das previsões pessimistas dos próprios torcedores e dos especialistas no começo da competição.

Com poucos recursos e sem poder repetir escalações, Gomes andou dando cabeçada nessa transição que ainda está em curso. As tentativas não funcionaram muito bem e os resultados não pintaram a ponto de gerarem dúvidas no torcedor sobre a capacidade do técnico de tirar o time do atoleiro em que se meteu, passando a ser tachado de inventor nas redes sociais.

A torcida esperava, no mínimo, que ele reencontrasse a forma de jogar que o time apresentou no Carioca, apesar de não poder contar com a mesma equipe que chegou às finais do Estadual. Aquele time não era nenhum primor de técnica mas mostrava uma organização tática em suas linhas que ajudou a sustentar uma campanha bem mais honrosa do que essa no Brasileirão até agora.

Goleiro Sidão confirmado como novo Camisa 1 do Botafogo
durante a ausência de Jefferson (Imagem da internet)
No gol residia o nosso maior problema. Sem poder contar com a tranquilidade e qualidade técnica de Jefferson, o treinador teve que lançar mão de Helton Leite, seu reserva imediato. Justamente quanto mais precisamos do goleiro, Helton passou a mostrar uma insegurança nunca vista nas oportunidades em que atuou. Falhou no jogo contra o Juazeirense pela Copa do Brasil e vinha falhando seguidamente nos jogos do Brasileirão sendo um dos responsáveis diretos pela perda de pontos preciosos nesse começo de campeonato. Gomes demorou a decidir mas sucumbiu aos apelos da torcida, promovendo o recém chegado Sidão à condição de titular. Em dois jogos, o experiente goleiro vindo do Audax-SP mostrou segurança e fez importantes defesas que o credenciam à ocupar a posição.

Sem opções na defesa, Gomes vem jogando com a dupla reserva Renan Fonseca e Emerson Silva. A carência é tão grande que para o jogo contra o Corinthians, em São Paulo, teve que recorrer a um zagueiro da base para compor o banco. Na proteção à zaga, testou Dierson que (ainda) não tem condições de ocupar uma vaga no time titular; Dudu Cearense que foi integrado ao grupo há duas semanas, jogou meio tempo e já baixou no DM; e Fernandes que, embora seja bom jogador não reúne as características necessárias para atuar como volante-volante tendo melhor desempenho do meio pra frente. Essas experiências só serviram para demonstrar que Airton e Lindoso não tem substitutos à altura no elenco e que os dois juntos fazem muita falta à estrutura tática da equipe, principalmente o primeiro que voltou nos dois últimos jogos e melhorou sensivelmente a produção do time, não só na proteção à zaga como na qualidade da saída de bola.

Os laterais titulares também voltaram aos seus postos nos últimos dois jogos recompondo parte da base construída no Estadual. Luis Ricardo fez muita falta nessa fase já que o jovem Diego que o substituiu não conseguiu reeditar o desempenho demonstrado na temporada passada. Com isso, o time perdeu muito poderio no ataque já que o titular se destaca nesse quesito e, via de regra, consegue criar situações de gol lá na frente. Já Diogo Barbosa parece ter voltado sem ritmo e um tanto tímido no apoio ao ataque o que é normal depois de ficar tanto tempo sem jogar. Mas para a torcida, melhor seria se Vitor Luis fosse mantido pelo treinador já que o jogador vindo do Palmeiras caiu como uma luva no time e vinha se destacando na posição. Barbosa esteve envolvido diretamente no lance que decretou o empate do Vitória semana passada quando deixou de interceptar a bola alçada na área e não percebeu a entrada de Vitor Ramos nas suas costas. O zagueiro rubro-negro marcou o gol já nos acréscimos quando a vitória alvinegra já era contabilizada pelos torcedores. Ainda vamos nos lamentar muito por esse gol que nos tirou dois pontos preciosos na luta para deixar a rabeira do campeonato. Mas vamos em frente...

Desde o início da temporada que, por falta de qualidade na formação do elenco, nossos meias pouco criam e os atacantes quase nunca aproveitam as chances que surgem durante as partidas. Nem pênaltis estávamos convertendo como aconteceu com Neilton contra o Santos. Até a 6a. rodada havíamos marcado apenas três gols na competição e, em sete penalidades máximas sofridas na temporada, só convertemos quatro o que é um índice baixíssimo de aproveitamento. Ainda bem que Sassá ressurgiu das cinzas e, confirmado como novo titular do ataque na vaga de Ribamar, já marcou quatro vezes em apenas dois jogos. Primeiro contra o Vitória e depois cravando mais três contra o América-MG na segunda vitória do time em oito rodadas no Brasileirão. O triunfo sobre o Coelho foi o bastante pra tirar nos tirar da lanterna e levar o time a 16a. colocação. Sassá já é o artilheiro do Botafogo na competição com 4 gols e ocupa a quarta posição na artilharia do Brasileirão com três gols a menos que o líder Bruno Rangel da Chapecoense.

Do meio pra frente, muitos jogadores rodaram pelas posições nessa fase sem se firmaram como Marquinhos que jogou duas partidas e já foi emprestado, Salgueiro que ainda não disse a que veio, Gegê, Anderson Aquino e Ribamar, abrindo brechas para o aproveitamento de Fernandes, Yaca Nunez, Leandrinho, Neilton e Sassá que estão em alta com o treinador e devem começar o jogo contra o Corinthians neste domingo, em São Paulo, pela 9a. rodada.


Infográfico com a colocação e rendimento do Botafogo
na competição (Gazeta Esportiva)
Pelos treinamentos dos últimos dias, Ricardo Gomes deve repetir o time que venceu o América-MG na última quarta-feira, desde que Airton, que sentiu um desconforto na coxa e foi substituído no intervalo, tenha condições de jogo. Sendo assim, o time que enfrenta o Corinthians deve formar com Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Airton (Dierson ou Fernandes), Bruno Silva, Gervasio Nuñez e Leandrinho; Neilton e Sassá.

Fora da equipe desde a 2ª rodada, Luís Henrique foi liberado pelo DM, participou de todos os treinamentos da semana mas não viajou com a delegação. A tendência é que ele esteja à disposição para a partida contra o Figueirense no meio da semana.

O mesmo se deu com os novos contratados, Camilo e Rodrigo Pimpão, que treinaram entre os reservas. O primeiro já deve estrear contra o Figueirense, em Juiz de Fora. Já o atacante, tem previsão de estreia no dia 26, contra o Inter, no Beira-Rio.

Segundo os matemáticos de plantão, precisaremos somar 46 pontos para nos livrar-nos do fantasma do rebaixamento e com os pontos somados contra o Vitória e o Coelho chegamos a 8, faltando ainda 38 pontos pra atingirmos o objetivo mais modesto na competição - permanecer na série A - nas trinta rodadas que faltam. Para isso precisamos melhorar o atual aproveitamento (33,3%) que nos garantiu apenas a 16a. posição na tabela até agora.

Veja a tabela atualizado do Brasileirão e a relação dos jogos do Botafogo na sequência da competição: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/classificacao-carregando.html


Apesar de atravessarmos uma fase conturbada na competição, o retrospecto contra o nosso adversário de hoje é sugestivo de que podemos sonhar com um bom resultado mesmo jogando na Arena Corinthians. Veja: são 104 jogos com 44 vitórias do Botafogo, 25 empates e 35 vitórias do Corinthians. Marcamos 158 gols contra 150 gols deles. É ou não é animador, torcedor alvinegro?

CORINTHIANS X BOTAFOGO

Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 19 de junho de 2016, domingo
Horário: 16 horas
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta (ambos do PR)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Giovanni Augusto, Guilherme e Marquinhos Gabriel; Romero
Técnico: Fábio Carille

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva, Diogo Barbosa; Airton (Dierson), Bruno Silva, Gervasio Nuñez e Leandrinho; Neilton e Sassá
Técnico: Ricardo Gomes


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


Por @FelipaoBFR/Botafogodeprimeira.com