sábado, 9 de julho de 2016

Botafogo enfrenta o Coxa neste sábado, num confronto direto por posições




Chamada para o jogo contra o Coxa 
(RadioBotafogoOficial)
O Botafogo fez ontem, em General Severiano, o último treino antes da viagem para Curitiba onde enfrenta o Coxa, neste sábado, no Estádio Couto Pereira. O jogo, válido pela 14a. rodada do Brasileirão, tem início programado para às 16h30 e será transmitido pela TV aberta para o Rio de Janeiro.

Como Ricardo Gomes vetou a presença da imprensa durante as atividades de campo e há dúvidas sobre a presença de Camilo que sentiu um desconforto na coxa, a escalação do time só será conhecida momentos antes da partida.

Por sua vez, o atacante Sassá, que deixou a partida contra Santa Cruz com dores musculares e foi poupado das atividades no começo da semana, treinou entre os titulares e deve ser confirmado para o jogo. Com isso, Gomes mantem o time bem ofensivo, com o trio de atacantes formado por Neilton, Pimpão e Sassá, utilizado na vitória de 2 a 1 sobre o Santinha em Juiz de Fora.

Além de Sassá, Airton e Leandrinho também foram liberados pelo DM, treinaram durante a semana com o grupo e devem formar o meio de campo titular, ao lado de Lindoso.


Provável time do Botafogo para enfrentar o 
Coritiba neste sábado, no Couto Pereira 
(Ricardo Oliveira‏@ricardomanchete)
Dessa forma, o time deve ir a campo com Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Lindoso e Leandrinho; Pimpão, Neilton e Sassá.

Depois de desfalcar o time por 10 rodadas, o zagueiro Carli voltou aos treinamentos mas não foi relacionado para o jogo contra o Coritiba. Precavido, Ricardo Gomes preferiu testar o jogador no jogo de meio de semana contra o Bragantino pela Copa do Brasil, preparando-o melhor para o clássico contra o Flamengo no próximo sábado (16), no jogo de inauguração oficial da Arena Botafogo, na Ilha do Governador_RJ.

A última vez que escrevi no blog, a resenha tratava do pré-jogo contra o Galo pela 12a. rodada. Veja: Blog do FelipaoBfr: Depois de vencer o Inter no sul, o Bota vai à BH e...


O time vinha de uma vitória expressiva por 3 a 2 sobre os comandados do arrogante Argel Fucks, em pleno Beira-Rio, diante de mais 25 mil torcedores. Foi o jogo de estreia de Camilo. Na oportunidade, o novo camisa 10 alvinegro foi o destaque da partida enquanto esteve em campo. Substituído no meio do 2o. tempo, o destaque passou a ser o goleiro Sidão que, com defesas espetaculares no terço final do jogo, garantiu a importante vitória do Fogão.

Essa vitória trouxe mais confiança à equipe e a convicção que faltava ao técnico Ricardo Gomes que parece ter encontrado a escalação ideal dentre as opções disponíveis na ocasião. Camilo organizou o time e Neilton voltou a ser útil como no final do temporada passada, dando assistências e marcando gols decisivos. Com esse astral, fomos encarar o Galo de peito aberto num Mineirão lotado com mais de 36 mil torcedores.

O time se houve bem na maior parte do jogo mas cometeu erros fatais que acabaram por determinar a derrota acachapante por 5 a 3. As falhas de marcação na defesa somadas à atuação desastrosa do trio de arbitragem, que deixou de dar pênaltis claros e marcou impedimentos inexistentes que travaram o nosso ataque, foram fatais para as nossas pretensões. Comentei na oportunidade que o Atlético fizera a sua melhor exibição no campeonato e o Botafogo "apenas" (o que pra gente já era uma evolução tremenda) havia mantido o bom padrão apresentado na vitória contra o Inter. Na minha modesta opinião, ninguém venceria o time mineiro nessa noite com o endiabrado Cazares partindo pra cima da defesa com vontade. O atacante equatoriano fez a melhor partida desde que chegou ao Galo, com gols e assistências magistrais para os seus companheiros.



Hoje é dia de Fogão! Mais uma decisão...
Que Deus nos abençoe e nos proteja!
(Rodrigo Pimpão‏@rpimpaooficial)
Teve gol relâmpago do Galo, aos 12 segundos, em jogada ensaiada com Cazares e gol nos acréscimos do 1o. tempo, com Robinho. Mal começou o 2o. tempo e Frederico deixou o dele. O primeiro do Botafogo só saiu aos 27' da etapa complementar com Sassá e pouco depois, aos 32', Cazares ampliou para os mineiros. Depois, veio uma sequência que deixou o torcedor que compareceu ao Mineirão ensandecido: Yaca Nuñez marcou para o Bota (43'), Carlos para o Galo (44') e Bruno Silva (46'), fechou o placar no finalzinho. Paciência...

Nesse jogo, tivemos a reestreia de Pimpão que não fez uma boa partida como se esperava. Ainda sem ritmo de jogo em razão do grande período de inatividade, o atacante, de 28 anos, deve subir de produção nos próximos jogos. A presença dele no time aumenta o poder de fogo do ataque e trás um pouco mais de experiência lá na frente. Esse tem sido o nosso principal problema na temporada. Pimpão tem 252 jogos na carreira dos quais 190 deles como titular. Marcou 67 gols o que dá uma média de 0,26. Já no Botafogo, o atacante fez 25 jogos na primeira passagem, 21 deles como titular. Marcou 9 gols - média de 0,36.

Mas, vida que segue. Enfrentamos o Santa Cruz na rodada seguinte, em Juiz de Fora, e vencemos por 2 a 1. Fizemos um grande 1o. tempo, com direito a gol de Sassá no primeiro minuto de jogo e outro de Neilton aos 17', em grande jogada de Camilo. Já no 2o. bateu o terror, depois de perdermos Sassá no intervalo e Camilo pouco depois, por contusão. Os jogadores eram os destaques do Botafogo até deixarem a partida. O Santinha marcou no início da etapa complementar, com João Paulo aos 3', e teve chances claras de empatar no final quando o jogo ficou aberto para as duas equipes.


Infográfico com a colocação e rendimento do 
Botafogo na competição após 14 rodadas
 (Gazeta Esportiva)
No final, o importante foi que o Botafogo alcançou os 15 pontos e venceu um concorrente direto, se colocando na 15a. posição fora da zona da degola.

Com 4 vitórias, 3 empates e 6 derrotas em treze rodadas, o aproveitamento alvinegro é de apenas 38%, índice sabidamente insuficiente para a permanência de um time na Serie A. Precisamos melhorar o rendimento e estamos melhorando paulatinamente, apesar da derrota inesperada para o Galo.

Hoje, contra Coxa (14 pontos, 17o. colocado), o time deve manter a pegada dos últimos três jogos mesmo que Camilo, o destaque do time nessa arrancada, não comece o jogo. Com a volta de Airton e Leandrinho, temos plenas condições de voltar de Curitiba com um bom resultado em mais um confronto direto por posições na tabela.


Veja a tabela atualizado do Brasileirão e a relação dos jogos do Botafogo na sequência da competição: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/classificacao-carregando.html




FICHA TÉCNICA


CORITIBA X BOTAFOGO


Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 9 de julho de 2016 (Sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

CORITIBA:
 Wilson, Dodô, Luccas Claro, Juninho e Emerson Conceição; João Paulo, Edinho, Juan e Felipe Amorim; Leandro (Kazim) e Kleber Gladiador
Técnico: Pachequinho

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Emerson Santos, Renan Fonseca e Diogo Barbosa; Aírton, Rodrigo Lindoso e Leandrinho; Rodrigo Pimpão, Sassá e Neilton
Técnico: Ricardo Gomes


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.



 Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com