quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Botafogo vai à Campinas em busca de uma vitória contra a Macaca




É pra embalar...



Chamada do jogo entre Ponte Preta e Botafogo pela 18a. rodada do Brasileirão (Botafogo Oficial)



Depois de vencer o Palmeiras por 3 a 1 no último fim de semana, na Arena Botafogo, o Glorioso viajou pra Campinas-SP onde enfrenta a equipe da Ponte Preta, hoje à noite, no complemento da 18a. rodada do Brasileirão. O jogo está programado para às 19h15 e será disputado no Estádio Moisés Lucarelli onde a Macaca manda os seus jogos na competição.

Na partida contra o Verdão, que liderava o campeonato, o Botafogo fez a sua melhor partida na temporada com uma exibição de gala de Neilton. O atacante marcou duas vezes, a segunda delas, um golaço daqueles pra colocar no DVD dos melhores momentos da carreira. Eram decorridos 34 minutos do 1º tempo quando Neilton foi lançado pela esquerda, partiu para cima da marcação de Jean e, com um único drible na entrada da área, entortou o lateral e o zagueiro Edu Dracena que saia na cobertura do companheiro.  A ousadia no lance colocou o artilheiro alvinegro de frente pro gol em condições ideais para o arremate e ele o fez com precisão tocando fora do alcance do goleiro Vagner, ampliando a vantagem do Botafogo no placar.

Em noite inspirada, o camisa 7 do Fogão mostrou categoria também no primeiro gol ao matar a bola e se livrar da marcação do experiente Zé Roberto, dessa vez pela direita, num lançamento primoroso de Rodrigo Lindoso após roubada de bola de Camilo no meio de campo. Rápido na ação, o atacante invadiu a área e tocou na saída do goleiro palmeirense para abrir o placar na Arena (18') e correr pro abraço.

O Palmeiras ainda fez o gol de honra com Erick aos 32' do 2o. tempo e Camilo ampliou pro Botafogo aos 41', em cobrança de pênalti sofrido por Vinícius Tanque que havia entrado aos 27' no lugar do apagado Canales.


Veja o nosso otimismo em relação a possibilidade de vitória contra o Porco no post de pré-jogo: Sem Carli, Botafogo encara o Palmeiras em busca de...

Um dos trechos da resenha: "Apesar das dificuldades naturais em se bater o líder da competição, cujo investimento no futebol é infinitamente superior ao nosso e soma quase o dobro (32) dos nossos pontos na competição (17), as perspectivas são boas já que não tivemos nenhuma nova baixa no jogo de quarta-feira e poderemos repetir o time na nossa casa, diante da nossa torcida."


Enquete realizada com o torcedor alvinegro nas redes
sociais sobre as chances de vitória do Botafogo
 no jogo de hoje (BotafogoDeprimeira.com
Jogando na Arena, o Botafogo fez valer a sua condição de mandande e exerceu pressão sobre o Palmeiras desde o início do jogo, como havia feito contra o Bragantino três dias antes pela Copa do Brasil. Contra os comandados de Cuca (ou Cuquinha, auxiliar que comandava o time nessa noite com a suspensão do treinador) a estratégia surtiu efeito mais rápido do que contra o Bragantino em razão do primeiro ter encarado o Botafogo de frente como convém a um gigante, líder do campeonato, enquanto o segundo jogou retrancado o tempo todo esperando um erro nosso e só saiu das trincheiras após o gol de Vinícius Tanque que deu a vitória aos alvinegros quando eram decorridos 35' do 2o. tempo.

Nos dois jogos a estratégia foi a mesma e a escalação foi repetida com uma única modificação no jogo contra o Palmeiras: Renan Fonseca entrou na vaga de Joel Carli que sentiu dores musculares após o jogo contra o Braga e fica de fora também do jogo de hoje. E esse conjunto deve ser repetido hoje.

Contra a Ponte, a baixa fica por conta do volante Rodrigo Lindoso que sentiu uma fisgada na coxa direita contra o Palmeiras e fica afastado por algum tempo. Em compensação, o meia Leandrinho treinou normalmente durante a semana e está à disposição de Ricardo Gomes. Mesmo assim, o treinador deve manter a estrutura da equipe dos últimos dois jogos lançando o volante Dudu Cearense na vaga de Lindoso. Essa é a base para a busca das duas vitórias seguidas na competição.

A julgar pelo otimismo da torcida após a vitória de domingo sobre o líder, bem demonstrada na enquete lançada pelo site BotafogoDePrimeira nas redes sociais, vencer a Ponte no Moisés Lucarelli é perfeitamente possível.


Infográfico de desempenho do Botafogo após a
 17a. rodada (Gazeta Esportiva)
Transcorridas 17 rodadas, vencemos cinco jogos, empatamos cinco e fomos derrotados em outros sete o que dá um índice de aproveitamento de 39%, ainda abaixo do necessário para que o clube se mantenha na elite em 2017.

Precisamos melhorar rapidamente esse rendimento sob pena de sofrermos ainda mais no segundo turno. O ideal seria virar o primeiro, no mínimo, com 23 pontos - a metade necessária pra se manter na 1a. divisão - o que ocorreria com mais uma vitória.

Vencemos o grande Palmeiras e é perfeitamente possível bater a Macaca mesmo jogando em seus domínios, apesar da adversária se mostrar uma equipe bem estruturada e ocupar a primeira página da tabela desde o início da competição. A Ponte soma 24 pontos e ocupa atualmente a 8a. posição.

Com a vitória de domingo, o Botafogo tomou fôlego e pulou da 18a. posição, na zona de rebaixamento, para a 14a., somando 20 pontos - agora 15o., após os resultados dos jogos que abriram a 18a. rodada ontem. E pra engatar a sua segunda vitória pela primeira vez no Brasileirão, o time deverá ser o mesmo do último jogo, com uma única modificação: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Dudu Cearense, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Canales.



FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA-SP X BOTAFOGO-RJ


Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 4 de agosto de 2016 (Quinta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

PONTE PRETA: João Carlos, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Maycon, Thiago Galhardo e Rhayner; Clayson e William Pottker (Felipe Azevedo) e Roger
Técnico: Eduardo Baptista

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Santos e Diogo Barbosa; Aírton, Dudu Cearense, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Gustavo Canales
Técnico: Ricardo Gomes


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


 Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com