quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Com mais opções, Jair vai encorpando o time para sequência de jogos que tem pela frente




Sassa no treino no Botafogo em General Severiano
 
(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)
Assim como na rodada passada, Jair Ventura vai aproveitando a semana de treinamento para aprimorar os fundamentos de jogo e implantar o seu estilo de trabalho no Bota visando a maratona de jogos que tem pela frente pela Copa do Brasil e Brasileirão.

Com exceção de Jefferson e Lizio que se encontram em fase de transição após passarem por cirurgias, o técnico tem todo o elenco à disposição depois do clube sofrer o 1o. turno inteiro do Brasileirão com um grande número de jogadores entregues ao departamento médico.


Sequência de jogos do Botafogo pelo Brasileirão
 
e Copa do Brasil
E esse aspecto tem feito diferença para a boa sequência na competição assim como no modo do time se portar sob o comando do novo técnico: mais coeso e organizado taticamente independente do adversário e do local em que se dê o jogo. Foi assim nas vitórias sobre o São Paulo no Morumbi e sobre o Sport no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora.


Veja o que escrevemos no post de pré-jogo: Botafogo está pronto pra engatar, contra o Sport, a segunda vitória na competição...


Contra o primeiro, o time não se afastou nem um minuto da sua proposta de jogo e foi premiado com um gol de Sassá já nos acréscimos (48') quando o empate na casa do adversário já seria um bom resultado e, no segundo, sufocou o time pernambucano em seu próprio campo e construiu uma vitória convincente por 3 a 0 sem dar chance de reação ao adversário. Sassá voltou a brilhar marcando mais dois gols, um em cada tempo de jogo, com Camilo fazendo o terceiro já no final dando números definitivos à partida. Com os gols no fim de semana, Sassá chegou a nove e já ocupa a vice-artilharia da competição com um a menos do que Gabriel Jesus do Palmeiras.


Veja a classificação completa e os próximos jogos do Fogão em: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/classificacao-carregando.html


Na última partida, Jair Ventura não contou com Bruno Silva e entrou com Fernandes na posição mantendo o esquema utilizado por Ricardo Gomes: três volantes, um meia e dois atacantes. Para o compromisso contra o Atlético-PR, às 20h, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico não deve promover grandes mudanças, mantendo a cautela nos jogos fora pelo menos no início da partida.

Renan Fonseca deve formar a dupla de zagueiros com Emerson mesmo que Carli já tenha sido liberado para jogar. Na frente da zaga, Jair deve promover a volta de Bruno Silva formando o trio com Lindoso e Airton que sentiu um desconforto no fim da partida contra o Sport, começou a semana se recuperando da academia e nessa quinta-feira treinou normalmente com o grupo. No meio, Camilo segue tranquilo como principal armador da equipe com Neilton e Sassá formando a dupla de atacantes.

Depois de ficar de fora do último jogo para resolver problemas pessoais no Chile, Canales voltou a treinar com o grupo e passa a ser mais uma boa opção no ataque mas deve aguardar, no banco, uma nova chance de começar um jogo.

A utilização de Leandrinho ao lado de Camilo na vaga de um dos volantes - opção que agrada muito os torcedores - pode ser utilizada novamente no segundo tempo assim como ocorreu contra o Sport já que a dupla foi bem e mudou a dinâmica de jogo. O mesmo deve ocorrer em relação ao atacante Pimpão que, além de marcar um dos gols hoje no jogo-treino dos reservas contra a equipe do Nova Iguaçu na Arena Botafogo, entrou muito bem no final do jogo contra os pernambucanos e iniciou a jogada do terceiro gol ao dar um chute fortíssimo em gol que foi rebatida pelo goleiro.

Outro que pode ter chance nos próximos jogos é o volante Dudu Cearense que vem recebendo atenção especial de Jair durante a semana de treinamentos.


Infográfico de desempenho do Botafogo após a
21
a. rodada (Gazeta Esportiva)
Transcorridas 22 rodadas e com um jogo a menos, o Botafogo venceu sete, empatou cinco e foi derrotado oito vezes o que dá um índice de aproveitamento de 43%, ainda abaixo do necessário para que o clube se afaste de vez do fantasma do rebaixamento.

Restando 18 jogos para cumprir até o final, ocupamos a 13a. posição. Conseguimos somar 26 pontos dos supostamente 46 necessários para um time se manter na 1a. divisão.

No primeiro turno, enfrentamos o Furacão em Juiz de Fora e conseguimos a primeira vitória na competição (2 a 1). Clique no link e veja quais eram as perspectivas para essa partida quando vivíamos assustados com o fantasma das contusões: Botafogo encara o Furacão em Juiz de Fora em busca... 

Eram seis jogadores no estaleiro quase todos titulares: Jefferson, Joel Carli, Diogo Barbosa, Airton, Luis Henrique e depois da partida, Lindoso.

Com gols de Ribamar e Neilton, o Glorioso fez valer a sua condição de mandante e conquistou os três pontos mesmo passando por situações críticas na partida. Não fomos brilhantes mas aproveitarmos as poucas oportunidades que tivemos. No primeiro tempo o adversário dominou as ações e teve 67% de posse de bola contra 33% do Botafogo e só não consegui melhor resultado pelas boas intervenções de Helton Leite que pode se redimir das falhas dos jogos anteriores. O meia Vinicius, ex-atleta do tricolor carioca que já deixou o clube, anotou o gol dos visitantes aos 17' do 2o. tempo.

Vamos aguardar os treinamentos dessa sexta-feira no Cefat para identificar o time que Jair deve levar à Curitiba para tentar a terceira vitória seguida na competição. É difícil, mas plenamente possível.


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com