sábado, 15 de outubro de 2016

Botafogo recebe o Galo na Arena tentando consolidar seu lugar no G6





Duelo alvinegro na Arena Botafogo. Quem leva a
melhor? #BrasileiraoPremiere 
A Arena Botafogo será palco neste domingo de mais um duelo de titãs. Estarão frente a frente, duas das mais tradicionais equipes do futebol brasileiro que buscam, cada uma ao seu estilo, as primeiras colocações do Brasileirão. De um lado o Botafogo, dono da casa, quinto colocado na tabela com 47 pontos e com a terceira melhor campanha do segundo turno da competição e do outro, o Atlético-MG, terceiro colocado com 56 pontos, dono de um dos melhores elencos do futebol brasileiro que briga para chegar mais perto de Flamengo (60) e Palmeiras (61), segundo e primeiro colocados, e manter vivo o sonho do título.

Foram vendidos mais de 10 mil ingressos antecipadamente o que garante casa cheia na Arena. Com isso, a festa da Torcida Alvinegra está garantida, tanto na recepção ao time na chegada ao estádio como nas arquibancadas apoiando do começo ao fim do jogo como já fez em outras oportunidades e mais efusivamente na quarta-feira passada quando o Botafogo bateu o Inter por 1 a 0 e garantiu a permanência na Série A com oito rodadas de antecedência, queimando a língua dos contras, corneteiros e arautos da desgraça alheia num exercício mal sucedido de futurologia.


Infográfico com o desempenho do Botafogo em 
30 rodadas no Brasileirão (Gazeta Esportiva)
Apesar de ter chegado a 72,7% de aproveitamento e ostentar a terceira melhor campanha do segundo turno da competição com 24 pontos, esse índice passa para 52% considerando-se os 30 jogos disputados até aqui. São 14 vitórias, 5 empates e 11 derrotas.

Ao atingir os sonhados 47 pontos, o Bota conquistou o principal objetivo traçado pelo grupo para esse ano - a permanência na primeira divisão - e os comandados de Jair já podem sonhar com uma das seis vagas na Libertadores disponibilizadas pela Conmebol. Com relação as vagas, o matemático Tristão Garcia praticamente dá como definida a classificação de Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG e Santos e põe como favoritos para as duas restantes o Botafogo (55%), Fluminense (40%), Grêmio (37%), Atlético-PR (33%) e Corinthians (29%) conforme matéria do repórter Silvio Barsetti do Portal Terra.

O Bota fez treinos leves nos dias que antecederam ao jogo e o maior desafio de Jair Ventura continua sendo a escolha do substituto do zagueiro Joel Carli que não enfrenta o Galo por ter levado o terceiro cartão amarelo por reclamação. Os candidatos naturais à vaga são Renan Fonseca, primeiro reserva da posição, e Emerson Silva que pode jogar pelo lado esquerdo e fazer dupla com o seu xará que seria deslocado para a direita.

Veja como foram os treinos da equipe para o jogo de domingo e os detalhes da segunda vitória contra os colorados na competição no jogo de meio de semana : Blog do FelipaoBfr: Sassá vence duelo contra Vitinho e aguarda Robinho para mais um duelo na Arena...


Sem muito tempo para ajustes e recuperação dos jogadores com a volta dos jogos de meio de semana, Jair deve repetir contra o Galo a mesma estratégia utilizada na vitória contra o Inter: um jogo menos agressivo do que aquele do primeiro tempo contra o Corinthians, porém mais dinâmico do que aquele contra o Figueirense - ambos com vitórias.

Historicamente, o Atlético mineiro é um daqueles fregueses de caderno contra o qual, geralmente, fazemos boas partidas. Segundo dados divulgados pelo repórter Wellington Arruda, da Rádio Botafogo Oficial, na sua conta no twitter (@wellbfr_arruda), o Botafogo tem ampla vantagem nos confrontos contra Galo. Em 96 jogos, foram 44 vitórias, 24 empates e 28 derrotas. Marcamos 186 gols e sofremos 153.

A última vez que os rivais se cruzaram foi no dia 30 de junho, no Mineirão, pela 12a. rodada do Brasileirão. Vivíamos uma espécie de encantamento com a estreia magistral de Camilo na vitória por 3 a 2 sobre o Inter em pleno Beira-Rio e com a recuperação de Neilton que voltou a ser decisivo como havia sido no final da temporada de 2015. Com esse astral, fomos encarar o Galo de peito aberto num Mineirão lotado com mais de 36 mil torcedores.

O time se houve bem na maior parte do tempo mas cometeu erros fatais que acabaram por determinar a derrota acachapante por 5 a 3. As falhas de marcação na defesa somadas à atuação desastrosa do trio de arbitragem, que deixou de dar pênaltis claros e marcou impedimentos inexistentes que travaram o nosso ataque, foram fatais para as nossas pretensões. Veja o que escrevemos sobre o tema, na resenha de pré-jogo contra o Coxa, na ocasião: Blog do FelipaoBfr: Botafogo enfrenta o Coxa neste sábado, num confronto direto por posições...

Na minha modesta opinião, ninguém venceria o time mineiro naquela noite com o endiabrado Cazares partindo pra cima da nossa defesa, marcando gols e dando assistências magistrais para os seus companheiros.


Tabela atualizada após a 30a. rodada. Botafogo
permanece na 5a. posição com 47 pontos
 (SporTV)
Voltando à 30a. rodada, com a vitória sobre o Inter o Bota pulou da sétima pra quinta posição. Com 47 pontos, ultrapassou Atlético-PR (45), Fluminense (46) e depois o Grêmio (46), que venceu o CAP no complemento da rodada e se juntou ao grupo das equipes que brigam pelo G6.


Clique e veja a tabela de classificação completa e os próximos jogos do Botafogo pelo Brasileirão: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/classificacao-carregando.html


O Botafogo calou muita gente. Agora recebe o 
Atlético-MG no Domingo #BrasileiraoPremiere
Após cumprir suspensão na rodada passada, o volante Bruno Silva volta ao time no lugar de Dudu Cearense que o substituiu contra o Inter, formando o trio de meias de contenção com Airton e Lindoso. Essa é a tendência já que foi o esquema utilizado nas vitórias contra o Figueirense, fora, e o Inter, na Arena.

Uma vez escolhido o substituto de Carli, o restante do time deve ser o mesmo que iniciou a partida de domingo com grandes possibilidades de Sassá, já mais estabilizado no aspecto físico, ocupar a vaga de Vinícius Tanque que não foi bem na última oportunidade.

Quanto ao Galo, que está bem vivo na briga pelo título, nem precisamos falar muita coisa. Ressaltamos a qualidade do seu elenco e a dificuldade que teremos ao enfrentá-lo mesmo jogando diante da nossa torcida. O time mineiro tem um dos melhores elencos dentre os times brasileiros formado por jogadores de altíssimo nível técnico, a começar pelo goleiro, passando pelo meio e desembocando lá na frente com Fred, Pratto e Robinho - concorrente direto de Sassá na briga pela artilharia -, além de Luan que volta de contusão e aguarda uma oportunidade no banco. Vamos precisar de um jogo perfeito, em estratégia e vontade, para voltarmos a vencer em nossa casa. O apoio incondicional da torcida pode ser um fator de desiquilíbrio à nosso favor. Vamos torcer para que assim seja!


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO x ATLÉTICO-MG

Local: Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador (RJ)
Data-hora: 15/10/2016 - às 17h (de Brasília)

Árbitro: Wagner Reway - MT
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz - MS (FIFA) e Fabio Rodrigo Rubinho - MT (ASP-FIFA)

BOTAFOGO: Sidão, Alemão, Emerson Silva (Renan Fonseca) Emerson, Victor Luís; Airton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Camilo; Neilton e Sassá (Tanque) - Técnico: Jair Ventura.

ATLÉTICO-MG: Victor, Carlos César, Leonardo Silva, Erazo, Fábio Santos, Rafael Carioca, Junior Urso, Otero (Leandro Donizete), Clayton, Robinho e Fred - Técnico: Marcelo Oliveira.

Desfalques do Botafogo: Carli (suspenso), e Diogo Barbosa, Jefferson, Luis Ricardo e Saulo (machucados).
Desfalques do Atlético-MG: Maicosuel (machucado).


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


 Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com