quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Sassá vence duelo contra Vitinho e aguarda Robinho para mais um desafio na Arena




É artilheiro! Será que a torcida do fogão gosta do 
Sassálotelli? :Fogão agora tem jogo duro contra


Um dia após a importante vitória sobre o Inter por 1 a 0 na Arena Botafogo, os jogadores alvinegros se apresentaram em General Severiano na tarde da quinta-feira para o primeiro dia de treinos visando o difícil compromisso contra o Atlético-MG no domingo, na Ilha.

Enquanto os titulares permaneceram na academia fazendo um trabalho regenerativo, o reservas foram a campo para atividades técnicas. Na sexta, o grupo volta a trabalhar no local e Jair pode dar pistas, nos trabalhos coletivos, sobre a escalação para domingo.

O desafio pra Jair Ventura é escolher o substituto do zagueiro Joel Carli que não joga contra o Galo por ter levado o terceiro cartão amarelo por reclamação. Os candidatos naturais à vaga são Renan Fonseca, primeiro reserva da posição, e Emerson Silva que pode ser deslocado para a direita fazendo dupla com o seu xará.

O curto intervalo de tempo entre as partidas com a volta dos jogos de meio de semana tem influenciado as estratégias propostas por Jair a cada confronto. Sem tempo para ajustes e recuperação dos jogadores, Jair deve repetir contra o Galo a mesma estratégia utilizada na vitória contra o Inter. O treinador deve optar por um jogo menos agressivo do que aquele praticado no primeiro tempo contra o Corinthians a quem vencemos em casa, porém mais dinâmico do que aquele praticado contra o Figueirense fora, quando a vitória veio com a perseverança e paciência dos jogadores. Foi com essas estratégias diferenciadas que o Botafogo conseguiu 100% de efetividade nos últimos três jogos. Somou nove pontos e atingiu, com antecedência de oito rodadas, o objetivo de permanecer na elite em 2017 e se credenciar a uma das seis vagas na Libertadores.

Conforme previsto no post de pré-jogo (veja: Blog do FelipaoBfr: O Botafogo de Sassá encara o Inter de Vitinho. Que...), o Botafogo pressionou o adversário no começo mas esbarrou na postura defensiva armada por Roth e na pouca inspiração de seus atacantes: o inexperiente Vinícius Tanque por falta de categoria - o atacante teve perto de ser expulso ao segurar acintosamente um adversário rasgando-lhe a camisa quando já tinha um amarelo -, e Neilton por ser muito bem marcado jogando aberto pela esquerda. O atacante teve uma excelente oportunidade de abrir o placar justamente quando apareceu como elemento surpresa pela direita e levou vantagem sobre o marcador num lance em que chutou quase sem angulo e a bola raspou a trave direita do goleiro colorado.

No segundo tempo, Jair colocou as cartas na mesa e apostou alto pra vencer a partida. Abriu o time com as entradas de Sassá e Pimpão nas vagas de Tanque e Dudu Cearense e foi pro confronto e trocação. Com Pimpão fechando pela esquerda, Neilton na direita e Sassá centralizado, o Botafogo cresceu na partida, mais na base do entusiasmo do que na organização tática. Deu campo ao adversário, passou apuros com Vitinho, mas no fim Sassá decidiu o jogo. O atacante sofreu carga faltosa do zagueiro adversário na área e o juiz, sem muita convicção, apontou para a marca do pênalti sinalizando que o zagueiro havia tocado com a mão na bola ao cair no gramado. Tranquilo, Sassá converteu a penalidade e saiu pro abraço comemorando o seu 11o. gol na competição. O jogador alvinegro se igualou a Jesus do Palmeiras e a Robinho e Fred do Galo na artilharia do Brasileiro, com 11 gols. Com isso, domingo teremos um duelo dos artilheiros na Arena, com presença maciça da Torcida alvinegra. Na quarta fomos mais de dez mil presentes no Caldeirão.


Tabela atualizada após a 30a. rodada. Botafogo
permanece na 5a. posição com 47 pontos
 (SporTV)
Com mais essa vitória, o Bota subiu duas posições na tabela, da sétima pra quinta, com 47 pontos. No fechamento da rodada, ultrapassou Atlético-PR (45), Fluminense (46) e agora o Grêmio (46) que venceu e se juntou ao grupo dos que brigam pelo G6.

Jogando na Arena sob o comando de Jair, em seis jogos vencemos cinco. Adversários como o líder Palmeiras e concorrentes diretos por vaga na Liberta como Grêmio, Fluminense e Corinthians sucumbiram na Ilha. Quarta foi a vez do desesperado Internacional que, com mais essa derrota, permanece na zona de rebaixamento com os 33 pontos.


Infográfico com o desempenho do Botafogo em 
30 rodadas no Brasileirão (Gazeta Esportiva)
Apesar de ter chegado a 72,7% de aproveitamento (rendimento de campeão) e ostentar a terceira melhor campanha do segundo turno (24 pontos), esse índice cai para 52% considerando-se os 30 jogos disputados até aqui. Veja no gráfico: 14v, 5e, 11d.

Com os 47 pontos conquistados fica superada, com sobras e oito rodadas de antecedência, a primeira meta do time na competição: garantir a permanência na primeira divisão. Agora os comandados de Jair já podem sonhar mais alto e lutarem por uma vaga na Libertadores do próximo ano. Com relação as seis vagas da Libertadores, Tristão Garcia praticamente dá como definida a classificação de Palmeiras, Flamengo, Atlético-MG e Santos e põe como favoritos para as duas restantes o Botafogo (55%), Fluminense (40%), Grêmio (37%), Atlético-PR (33%) e Corinthians (29%) (Silvio Barsetti - Correspondente no Rio de Janeiro (RJ) do portal Terra)

Clique e veja a tabela de classificação completa e os próximos jogos do Botafogo pelo Brasileirão: http://felipaodf.blogspot.com.br/p/classificacao-carregando.html

Para o jogo de domingo o volante Bruno Silva, que cumpriu suspensão, deve voltar ao time no lugar de Dudu Cearense que o substituiu contra o Inter. Deste jeito, a tendência é que o treinador mantenha o esquema com três volantes utilizado contra o Figueira e Inter. Uma vez escolhido o substituto de Carli, o restante do time deve ser o mesmo que iniciou a partida de domingo com grandes possibilidades de Sassá ocupar a vaga de Vinícius Tanque que, de novo, não foi bem. Sendo assim, poderemos ver em campo a seguinte formação: Sidão; Alemão, Renan Fonseca (Emerson Silva), Emerson Santos e Víctor Luís; Aírton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Sassá (Vinícius Tanque).

Vamos aguardar os treinos de quinta e sábado para saber a tendência de Jair que, mais uma vez, só deve divulgar a escalação momentos antes da partida.

Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


 Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com