quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Vencemos a batalha contra os chilenos e, fortes, vamos em frente na Liberta. Antes, tem o Flamengo no caminho



Isso é Botafogo: o sonho não acabou
(Arte Esporte Interativo)
Depois da classificação heroica para a próxima fase da Libertadores com o empate de 1 a 1 com o Colo-Colo na partida de volta contra os chilenos, o elenco do Botafogo foi recebido com festa no Rio no começo da noite de ontem e liberado em seguida.

Como o próximo compromisso será o clássico da 4a. rodada pelo Campeonato Carioca, contra o Flamengo, no Nilton Santos, a reapresentação acontece nesta sexta-feira quando Jair Ventura avaliará o elenco e começará a definir o time para o confronto de domingo.

Com chances remotas de se classificar para as semifinais da Taça Guanabara, já que precisaria vencer os dois jogos restantes deste turno, a tendência é que o técnico opte por um time de reservas para o clássico carioca e preserve os titulares para o jogo de meio de semana pela Liberta contra o Olimpia do Paraguai que conseguiu a classificação em casa contra o Indepiendente del Valle (EQU) em jogo duríssimo na noite de quinta-feira.


Na partida dramática de quarta-feira, na casa do adversário, o time do Botafogo mostrou evolução tática e bom preparo físico para um começo de temporada atípico, com tantos desafios. Eu poderia discorrer sobre a partida mas é desnecessário fazê-lo com detalhes. Todo mundo viu e sentiu o peso de ver o placar desfavorável (1 a 0) antes mesmo do terceiro minuto de jogo. E pra aumentar a dor dos botafoguenses espalhados pelo continente, com um gol contra de Emerson Silva, nosso mais experiente zagueiro, após uma falha de Gatito Fernandez que deixou a bola escapar de suas mãos para escanteio.

Veja o nosso post de pré-jogo onde escrevemos sobre a estratégia de jogo a ser adotada pelo time, o desfalque de Camilo e as presenças de Lindoso e João Paulo na partida: Blog do FelipaoBfr: Chegou o dia da decisão: Botafogo enfrenta o Colo-Colo no Monumental para seguir forte na Libertadores ...


Valeu Fogão: montagem comemorativa da
classificação para a próxima fase (BotafogoOficial)
A despeito disso, temos que exaltar o espírito de luta e a disciplina tática do time de Jair que, mesmo com o doloroso revés no início da partida, cumpriu o roteiro traçado pelo técnico até o fim. Jogou o jogo e merecia não só o empate como também a vantagem no primeiro tempo quando foi superior ao adversário. Mas, com defesas impressionantes em pelo menos quatro oportunidades claras de gol, o goleiro Justo Villar não permitiu.

Mesmo com a maioria da torcida pedindo nas redes sociais a entrada de atacantes nos lugares de Lindoso e João Paulo, Jair veio do intervalo com o mesmo time que começou o jogo. O Botafogo continuou na mesma toada mas poucas vezes chegou à área adversário com perigo. Cumprindo o seu roteiro, Jair só mexeu na equipe após os 18' do segundo tempo. Trocou o volante Airton pelo atacante Guilherme tentando aumentar o poder de fogo lá na frente. Mas somente aos 30', após a entrada de Roger no lugar de Lindoso, o time ficou mais agudo e renovou às esperanças do torcedor alvinegro. Agora com um centro-avante enfiado entre os zagueiros e Pimpão e Guilherme abertos pelos flancos, a chance que precisávamos apareceu.

Roger fez o pivô pelo meio, tocou a bola para Guilherme na esquerda e se posicionou entre os zagueiros. O atacante chutou cruzado para área, Roger emendou em cima do goleiro e Pimpão tocou pra dentro no rebote. O incansável atacante saiu comemorando com o seu tradicional "aviãozinho". Era o empate tão esperado por todos. Daí pra frente, mesmo com a confusão provocada pela torcida adversária nas arquibancadas que provocou a paralisação da partida por 5', o Botafogo controlou o ímpeto do inimigo e, já com Dudu Cearense no lugar de J. Paulo, levou o placar favorável até o final.

A emoção desse momento e toda a preparação antes e depois do jogo estão no vídeo disponibilizado pelo clube. Não sei vocês, mas eu chorei aqui de novo, com a preleção de Montillo nos vestiários, e com a garra demonstrada por Bruno Silva, Victor Luis e Pimpão que, ao lado de Marcelo, foram os destaques da partida.


Veja o vídeo: Bastidores de Colo-Colo 1x1 Botafogo





Infográfico com o rendimento do Botafogo no
Campeonato Carioca (Gazeta Esportiva)
No Carioca, faltando dois jogos para o final do 1o. turno, o Botafogo ocupa a terceira posição do Grupo B, com 4 pontos (1v, 1e, 1d), bem atrás de Flamengo (1o.) e Madureira (2o.) que somam 9 pontos cada um e são os favoritos à classificação.


Ainda com chances e tendo pela frente o seu primeiro clássico na competição, o Alvinegro luta para chegar às semifinais desse turno ou mesmo somar o maior número de pontos visando uma das vagas nas finais do campeonato destinadas aos dois clubes com maior soma nos dois turnos. Esses se juntariam aos dois campeões de turno num quadrangular decisivo.


No momento, só nos resta aguardar a escalação que Jair Ventura mandará a campo no clássico e torcer, lembrando que Carli e Camilo estão fora por problemas musculares e Montillo reclamou de dores no adutor da coxa após a dura partida contra os chilenos  e será avaliado assim que chegar ao Rio.



Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.