sexta-feira, 9 de junho de 2017

Após a derrota injusta para o Santos, Botafogo faz ajustes para enfrentar o Coxa no Niltão




Vantagem Alvinegra no confronto direto pelo Brasileirão! 

O Botafogo desembarcou no Rio ontem vindo de São Paulo onde perdeu para o Santos por 1 a 0 na quarta-feira, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, no Pacaembu,

Mesmo com desfalques importantes - no gol, na lateral e especialmente no meio de campo onde Airton, Bruno Silva e Camilo ficaram de fora -, o Glorioso mostrou organização tática e dominou o time praiano nos dois tempos de jogo.

Com consistência no setor defensivo e relativa velocidade na transição para o ataque, o Botafogo esteve muito próximo de abrir o placar e conseguir a primeira vitória como visitante na competição. Só não o fez porque Rodrigo Pimpão, ao roubar a bola de Matheus Ribeiro no círculo central, resolveu tentar um passe improvável para Roger quando estava diante do goleiro Vanderlei em condições especialmente favoráveis para o arremate. Uma decisão inexplicável do jogador. E, para piorar o desespero dos mais de dois mil torcedores alvinegros que foram incentivar o time no estádio e outros milhares que assistiam o jogo pela TV, o goleiro Helton Leite, que substituía Gatito Fernandez e fazia boa partida até então, falhou feio em cobrança de falta inventada pelo árbitro na entrada da área quando já eram decorridos 50 minutos da etapa derradeira. Helton Leite começou o jogo (3') salvando o Botafogo e terminou entregando o ouro ao bandido.

Velhas máximas do futebol afloraram nessa hora: - quem não faz, leva...; - Não se pode elogiar goleiro antes do apito final...; muito menos a arbitragem que vinha bem na partida e maculou a atuação com a marcação de uma falta confessadamente cavada por Victor Ferraz que a cobrou e converteu.

"Estava difícil entrar de outra maneira, a equipe do Botafogo é muito bem treinada, está confiante, está bem. Prendi a bola para sofrer a fota e dedico a minha esposa e a minha filha, essa semana vou ser pai, então dedico a ela e a Jesus. Eu fico muito perto da bola para bater, em curta distância. Eu ia bater por cima da barreira, mas ela andou muito, não ia passar. Sabia que o Helton não ia ver a bola. Bati no cantinho onde seria indefensável e fui feliz", comentou o camisa 4. (ESPN)

Mesmo muito desfalcado e jogando na casa do adversário, tínhamos esperanças de um bom jogo e um bom resultado na quarta, e o resultado quase veio, veja: Mirando o G-4, Botafogo vai a São Paulo onde enfrenta o Santos pelo Brasileirão...


Jogos do Botafogo no mês de junho pelo Brasileirão. Depois 
dos jogos contra Flamengo e Santos, o Botafogo recebe o
 Coritiba no Nilton Santos (Arte: @Premiere)

Mas, bola pra frente porque domingo tem mais. E dessa vez é na nossa casa, contra o acertado time do Coritiba, terceiro colocado da competição. O jogo, válido pela sexta rodada do Brasileirão, está marcado para às 11 horas de domingo (o segundo do Botafogo, no prazo de uma semana, nesse horário incômodo para os jogadores mas festejado pela torcida), no Estádio Nilton Santos, cujo check-in está aberto para os sócios do clube alvinegro.

Classificados para as próximas fases da Copa do Brasil e Libertadores e com folga até agosto nestas competições, o Botafogo concentra forças no Brasileirão. Na maratona de viagens e jogos, quartas e domingos, o Botafogo empatou o clássico contra o Flamengo, em Volta Redonda e foi derrotado pelo Santos, em São Paulo. Na sequência, recebe o Coxa na manhã de domingo em casa e vai à Salvador encarar o Vitória, na quarta.


Tabela do Brasileirão atualizada após o encerramento da 5a.
rodada. O Botafogo ocupa a 8a. posição com 7 pontos
 
(Arte: SporTV)
Com a derrota injusta no meio da semana, o Botafogo permaneceu com 7 pontos e caiu da sexta para a nona posição na tabela. O aproveitamento do time que era de 58% passou a 46% com as duas vitórias em casa, um empate e duas derrotas fora. O rendimento do nosso ataque é baixíssimo em relação aos dez primeiros colocados e isso vai pesando na classificação.

Já o adversário deste domingo, vem de três vitórias consecutivas. A última delas, por 1 a 0, contra o Palmeiras em Curitiba. Soma 12 pontos e ocupa o terceiro lugar na tabela a um ponto do Corinthians, que lidera com 13 pontos, e a mesma pontuação do Grêmio, vice-líder.


Clique e veja a tabela completa com todas as rodadas até o fim do Brasileirão: TABELA DO BRASILEIRÃO 2017 (JOGOS DO BOTAFOGO)


O grupo que viajou à São Paulo e o que disputou o jogo-treino contra o Bangu no campo anexo do Niltão na quarta-feira, inclusive Jefferson, fizeram atividades regenerativas na academia e não apareceram no campo. Jair Ventura lamentou muito o resultado em São Paulo e tem dois dias de treinamento para ajustar a equipe para o jogo de domingo.

Não há notícia de novas baixas no meio de semana. Dessa forma, todos que os jogadores que viajaram estão à disposição do treinador, inclusive Montillo que entrou no decorrer da partida depois de dois meses fora dos gramados por problemas de contusão. O meia teve atuação discreta contra o Santos mas está animado para começar o jogo contra o Coxa se assim quiser o técnico.

Bruno Silva, que cumpriu suspensão e Gatito que esteve à serviço da seleção paraguaia, voltam ao time normalmente. Lindoso foi poupado do treinamento hoje mas deve ir para o jogo. De mesma forma, já recuperado o zagueiro Emerson Silva voltou a treinar com o grupo e deve ficar à disposição no banco.

Camilo, com dores desde o jogo contra o Bahia e Guilherme, que sentiu um desconforto na coxa na semana passada, continuam do DM. Já Victor Luis, que sofreu uma torção no joelho contra o Flamengo, subiu ao campo hoje e iniciou a transição para voltar ao time.

Hoje não houve treinamento com bola, apenas físico. Sendo assim, só amanhã Jair Ventura define a equipe que entra em campo no domingo. A novidade ficou por conta da presença em campo do meia-atacante Marcos Vinícius que foi trocado por Sassá com o Cruzeiro. O jogador passou por uma bateria de exames na semana e hoje fez testes físicos no gramado devendo assinar contrato nos próximos dias.

Dessa forma, sem mexer na estrutura tática do time, poderemos ver campo a seguinte formação: Gatito Fernandez, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso (M. Fernandes), Bruno Silva, João Paulo e Montillo (M. Fernandes); Pimpão e Roger.



Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


 Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com