sexta-feira, 2 de junho de 2017

Depois de confirmar a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o Botafogo muda o foco e encara o Flamengo pelo Brasileirão




O sonho do título segue vivo para o @BotafogoOficial na Copa
 do Brasil! (@Esp_Interativo)
O Botafogo voltou ao Rio na quinta-feira procedente de Recife onde enfrentou a equipe do Sport, na Ilha do Retiro, no jogo de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

A partida foi disputada num gramado muito pesado em consequências das fortes chuvas que atingiram a capital pernambucana durante a quarta-feira, dia do jogo. O resultado de 1 a 1 deu a classificação aos Alvinegros que jogaram com a vantagem do empate por terem vencido a partida de ida por 2 a 1 no Nilton Santos.

Nesta sexta-feira pela manhã, enquanto os titulares participaram de atividades regenerativas na academia, o time reserva, reforçado por Arnaldo e Bruno Silva, fizeram um jogo-treino contra o Santa Cruz-RJ, da Série B2 do Rio de Janeiro para que o goleiro Jefferson desse andamento no processo de volta aos gramados depois de um ano e vinte dias afastado por conta de uma lesão no braço. O goleiro permaneceu em campo durante 75 minutos mas foi muito pouco exigido pelo time adversário.


Jefferson ficou 75 min em campo. Goleiro terá novos testes
 antes do retorno oficial, que acontece nesse mês. 

(Foto: Satiro Sodré) (@marcelobaltar1)
O time iniciou o jogo-treino com Jefferson, Arnaldo, Renan Fonseca, Marcelo, Gilson; Bruno Silva, Matheus Fernandes, Fernandes e Wenderson; Guilherme e Joel com destaque para o jovem meia Wenderson que marcou o gol alvinegro no empate por 1 a 1.

O grupo volta a se reunir no sábado, no Niltão, quando Jair definirá a equipe que enfrenta o Flamengo no domingo, às 11h, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O volante Bruno Silva, que cumpriu suspensão diante do Leão e Arnaldo, inscrito apenas no Campeonato Brasileiro, voltam a ficar à disposição do técnico.

O clássico contra o Rubro-negro é apenas o primeiro jogo da maratona que a equipe alvinegra vai enfrentar nesse mês pelo Brasileirão. Com jogo quarta e domingo, o Glorioso terá sete compromissos em junho, entre eles dois clássicos estaduais contra Fla e Vasco. Desses sete jogos, três são como mandante - contra Coritiba, Vasco e Avaí - e em outros quatro - contra Flamengo, Santos, Vitória e Chapecoense -, visita os adversários.

Classificados para as próximas fases mata-mata da Copa do Brasil e Libertadores e com folga até agosto nestas duas competições, o Botafogo concentra forças para somar pontos no primeiro turno do Brasileirão. O adversário do clube carioca nas quartas de final da competição nacional será conhecido dentre os outros sete classificados - Atlético-MG, Atlético-PR, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Santos e Cruzeiro - por meio de sorteio programado para a próxima segunda-feira na sede da CBF.

Essa é a nossa maratona para junho com jogos apenas pelo Brasileirão, a começar pelo clássico de domingo (4) contra o Flamengo:

04/06 CAMPEONATO BRASILEIRO (11:00)

FLA × BOT

07/06 CAMPEONATO BRASILEIRO (21:00)

SAN × BOT

11/06 CAMPEONATO BRASILEIRO (11:00)

BOT × CFC

14/06 CAMPEONATO BRASILEIRO (19:30)

VIT × BOT

18/06 CAMPEONATO BRASILEIRO (16:00)

CHA × BOT

21/06 CAMPEONATO BRASILEIRO (21:00)

BOT × VAS

26/06 CAMPEONATO BRASILEIRO (20:00)

BOT × AVA


No duelo em Recife, por jogar em casa e com desvantagem nos critérios de classificação, o Sport partiu para cima da equipe alvinegra na base da pressão. Por sua vez, o Botafogo a quem o empate interessava, tentava acalmar o jogo tocando a bola na intermediária.

Veja o nosso post sobre a vitória heroica sobre o Sport no primeiro jogo: Um herói em cada jogo: reflexões sobre a vitória épica sobre o Sport pela Copa do Brasil...

Mesmo com o panorama desfavorável, o Botafogo era mais eficiente nos seus propósitos e abriu o placar, já aos 11 minutos, com um belo gol do atacante Roger. O Sport só empatou aos 22 minutos da etapa complementar numa cabeçada certeira do zagueiro Durval quando o rubro-negro pernambucano atuava com dez jogadores. O atacante Rogério deu uma voadora em João Paulo e foi merecidamente expulso.

Ocupando a mesma faixa de campo onde joga normalmente Bruno Silva (o jogador cumpriu suspensão nesse jogo), João Paulo fez uma partida muito boa em Recife. Foi dele o lançamento para o gol de Roger depois de roubar a bola na intermediária. Roger recebeu na área, driblou Matheus Ferraz e tocou por cima do goleiro Magrão. O atacante comemorou muito depois de ser questionado pela longo período sem marcar.

Com o placar desfavorável às suas pretensões, o Leão partiu com tudo em busca do empate e passou a deixar espaços para os contra-ataques. Criou algumas chances - ora com Diego Souza, ora com André - que pararam em Gatito ou resultaram em arremates sem direção. 
 

Estes são os classificados para as quartas de final da Copa
 do Brasil 
#CopaDoBrasilFOXSports
(@FoxSports_br)
Agoniado com o resultado, Luxemburgo, que estreava no comando do time pernambucano, decidiu alterar o esquema tático com 30 minutos de jogo. Colocou o atacante colombiano Lenis no lugar do meia Everton mas quem quase marcou de novo foi o Botafogo. Rodrigo Pimpão recebeu na grande área e bateu forte, de cobertura, com a bola se chocando contra o travessão rubro-negro.

Aos 42 minutos, tivemos o lance mais inusitado da partida, que continua repercutindo neste resto da semana. Rodrigo Pimpão, em posição legal, recebeu lançamento de Roger pela direita, colocou a bola nas redes mas o gol foi anulado. Numa decisão grotesca, a assistente Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP) marcou impedimento inexistente que o árbitro da partida acatou sob veementes protestos dos alvinegros. Com dois de diferença o Botafogo não precisaria de desgastar tanto para buscar a classificação já que só perderia a vaga no caso do adversário marcasse quatro gols. 

Nesta sexta-feira, o lance foi alvo de protesto formal do clube carioca junto à CBF, desqualificando a atuação da auxiliar e pedindo arbitragens mais categorizadas e responsáveis para as próximas fases da competição.

O segundo tempo começou quente do jeito que terminou o primeiro. Rogério dividiu com Gatito e caiu na área pedindo pênalti enquanto Camilo levou perigo ao gol de Magrão numa boa cobrança de falta. Aos 12 minutos, o destemperado Rogério chutou o rosto de João Paulo e recebeu cartão vermelho como já havia acontecido na decisão da Copa do Nordeste na semana anterior. 

Mesmo em desvantagem numérica, aos 22 minutos o Sport conseguiu o empate. Em cobrança de escanteio, a principal arma do time pernambucano, Durval subiu mais do que a zaga para cabecear forte no canto de Gatito e deixar tudo igual. Há quem diga que o goleiro alvinegro falhou ao pular atrasado na bola.

Com a igualdade no placar, o jogo esquentou de vez. O Sport partiu para cima em busca do segundo gol que lhe daria a chance de buscar a vaga na cobrança de pênaltis ao final. O Botafogo tentava sair do sufoco na base do contra-ataque mas a falta de calma e parceria de seus atacantes fez com o time desperdiçasse muitas chances de definir a partida.

Guilherme, que havia entrado na vaga de Roger, teve várias oportunidades mas o excesso de individualismo prejudicou sua atuação. Numa delas, arrancou em velocidade e bateu cruzado para a defesa parcial de Magrão. O goleiro se recuperou no lance e buscar o rebote antes da chegada de Pimpão. O resultado foi sustentado pelos bravos alvinegros e a sonhada vaga às quartas de final muito comemorada ao final.

Veja no nosso post de pré-jogo quais eram as expectativas para esse jogo de mata-mata pela Copa do Brasil: Depois de bater o Bahia no Brasileiro, Botafogo busca vaga contra o Sport pela Copa do Brasil....


Tabela atualizada após o encerramento da 3a. rodada. Com
 a vitória sobre o Bahia, o Bota saiu da 12a. para 
a
8a. posição (
SporTV
No Brasileirão, o Botafogo vem de duas vitórias em casa sem levar gols - contra Ponte Preta e Bahia - depois de ser derrotada na estreia para o Grêmio lá no Sul. Com esses resultados, o Fogão chegou aos seis pontos e aparece na oitava posição da tabela nesse embolado começo de Brasileirão.

Para o jogo de domingo, Jair Ventura contará com as voltas de Arnaldo e Bruno Silva. Por sua vez, Camilo, com torcicolo, e Lindoso, com problemas na coxa sentida contra o Sport, são dúvidas.

Jair ainda tem o sábado para definir a equipe que viaja para Volta Redonda e encara o Flamengo no domingo de manhã. Dessa forma, poderemos ver em campo: Gatito Fernandez, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luis; Airton, Matheus Fernandes (Dudu Cearense), Bruno Silva e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger.


Saudações a todos e fiquem à vontade para comentar.


Por @FelipaoBfr/Botafogodeprimeira.com